fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Ômicron provoca aumento de 1.007% no registro de casos de covid-19 no Amazonas

O Estado saiu de uma média de 105 casos registrados por dia, em 1º de janeiro, para 952 casos no dia 13 deste mês. O interior do Estado teve elevação de 211% na média móvel.

15 de janeiro de 2022

Compartilhe

O Estado permanece com 22 casos confirmados da variante Ômicron, todos os pacientes apresentaram sintomas leves e não precisaram de hospitalização (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), registrou aumento expressivo na média móvel de casos de Covid-19, com alta de 1.007% no Amazonas. O maior crescimento foi identificado em Manaus, com 2.493%. O interior do Estado teve elevação de 211% na média móvel de casos. Os dados são referentes ao período de 1º a 13 de janeiro.

O Estado saiu de uma média de 105 casos registrados por dia, em 1º de janeiro, para 952 casos no dia 13 deste mês. Os dados foram apresentados pela SES-AM, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), durante reunião do Comitê Intersetorial de Enfrentamento da Covid-19 realizada nesta sexta-feira (14/01).

O Secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, reforça que o avanço da média móvel de casos está associado à virulência da variante Ômicron. Enquanto a taxa de transmissibilidade do novo coronavírus, com a predominância da variante Gama (P.1), é de 1.01, ou seja, uma pessoa pode transmitir o vírus para outras 101 pessoas, um infectado pela Ômicron tem capacidade de contaminar mais de 200 pessoas.

“Já prevíamos um aumento exponencial de casos, mas não tão grande. A variante Ômicron tem uma transmissibilidade muito elevada e provoca uma quantidade bem menor de quadros graves, mas é diferente de não provocar quadros graves”, afirmou o secretário e médico Anoar Samad.

O Estado permanece com 22 casos confirmados da variante Ômicron, todos os pacientes apresentaram sintomas leves e não precisaram de hospitalização. Segundo a FVS-AM, mais 600 amostras foram enviadas ao laboratório do Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz Amazônia), para sequenciamento genético.

Da Redação, com informações da assessoria

Leia mais:

Leia mais Dia a Dia

Detran remove ‘Amarelinhos’ durante fiscalização na Zona Leste de Manaus

Três micro-ônibus foram removidos por irregularidades e os condutores dos veículos foram autuados por infrações de trânsito como dirigir sem possuir a CNH.

28 de janeiro de 2022

55 municípios do AM registram novos casos de Covid-19; total é de 6.312

Dos 515.440 casos confirmados no Amazonas até esta quinta-feira (27), 246.155 são de Manaus (47,76%) e 269.285 do interior do estado (52,24%).

28 de janeiro de 2022

Sesc Amazonas oferece aulas de Pilates aliado à Fisioterapia

Adolescentes, adultos e idosos já podem inscrever. Para isso, basta fazer o agendamento da avaliação fisioterapêutica, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

27 de janeiro de 2022

Crianças indígenas da etnia warao começam a ser vacinadas contra a Covid

A Secretaria de Saúde recomenda que as crianças com alguma doença na fase aguda aguardem total recuperação para receber a vacina contra a Covid-19.

27 de janeiro de 2022

Largo São Sebastião vai ganhar segundo letreiro turístico de Manaus

A previsão, após verificar medidas, dimensionamento e localização no Largo, é de fazer a instalação do letreiro em fevereiro. Outros pontos da cidade devem ganhar o objeto.

27 de janeiro de 2022

Teste brasileiro para Covid feito com detergente promete ser eficiente

De acordo com os pesquisadores brasileiros, os resultados do teste podem ser obtidos em cerca de 30 minutos, após a coleta do soro. E a ideia é reduzir ainda mais esse tempo.

27 de janeiro de 2022

Gratuidade nos ônibus para alunos passa a valer a partir de 1º de fevereiro

Por mês, serão validadas 44 passagens aos estudantes que não serão cumulativas, ficando a cada aluno - ou pais - a responsabilidade pela recarga do cartão eletrônico.

27 de janeiro de 2022

Ômicron explode em Manaus e transmissão da Covid volta à fase vermelha

Por conta da vacinação, os números de sepultamentos registrados neste ano são bem menores que os do início da segunda onda, em janeiro de 2021. No dia 24, houve 52 enterros.

27 de janeiro de 2022