fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Tarumã-açu: maior bacia hidrográfica urbana de Manaus pode sumir

O alerta está contido em um mini documentário que destaca o alto nível de poluição da bacia hidrográfica do Tarumã-Açu. O trabalho será exibido no Festival Tarumã Alive.

9 de dezembro de 2020

Compartilhe

O festival Tarumã Alive acontece no próximo domingo (13). (Foto: Divulgação)

Com o alto nível de poluição na área urbana da capital, a bacia hidrográfica do Tarumã-Açu dá seus últimos suspiros e clama por ajuda. Com o objetivo de chamar atenção para o atual cenário do rio e promover a conscientização ambiental, o mini documentário será lançado durante a 5ª edição do Festival Tarumã Alive, que ocorre no próximo domingo(13).

Da zona Norte à zona Oeste e localizada a margem esquerda do Rio Negro, a bacia ocupa uma área total de 133.756,86 hectares e corresponde a 3,3% da área territorial do município.

O canal principal é o Rio Tarumã-Açu que possui 13 afluentes: Igarapé Santo Antônio, o Igarapé Cabeça Branca, o Igarapé do São José, o Igarapé do Leão, o Igarapé do Mariano, o Igarapé do Branquinho, o Igarapé do Caniço, o Igarapé Argola, o Igarapé do Tiú, o Igarapé do Panermão, o Igarapé da Bolívia, o Igarapé do Gigante e o Rio Tarumã-Mirim, conforme pesquisa realizada pela Associação dos Engenheiros da Sabesp (AESABESP), em 2018.

Lixo a céu aberto

Todos os anos, com a vazante do rio, o acúmulo de lixos fica exposto a céu aberto em diversos pontos de Manaus por onde flui a bacia hidrográfica. Um problema que iniciou na década de 60 e vem se arrastando ao longo dos anos. Se a situação permanecer, há um grande risco do rio se transformar em um esgoto a céu aberto como ocorreu na Bacia do São Raimundo, Igarapé do 40 e Igarapé do Mindu.

Impactos ambientais

Entre os impactos ambientais já perceptíveis, apontados no estudo da AESABESP, estão os danos à flora e à fauna, remoção da camada fértil do solo, assoreamento (acúmulo de terra, lixo e matéria orgânica no fundo do rio) dos recursos hídricos através do processo de terraplenagem sem os cuidados técnicos executivos adequados para as Estações de Tratamento de Efluentes (ETE’s), rebaixamento de greide, afugentamento de fauna, entre outros.

Um problema que não pode mais ser negligenciado pelo poder público e que vem sendo trazido à tona pelo projeto Tarumã Alive.

“O rio está sofrendo, sendo lesado por muitos anos. O nosso medo é que durante uma dessas secas o rio acabe voltando morto porque é isso que acontece quando o rio não consegue oxigenar. Pela primeira vez vamos mostrar o que nós vemos quando fazemos visitas naquela região, o mini documentário vai desde a nascente do Tarumã, mostrando os bairros que passam por ali para a galera entender a dimensão do problema”, explicou a cantora Márcia Novo, uma das realizadoras do Festival Tarumã Alive.

Manifestações

No evento, que acontece no próximo domingo (13), além da exibição do documentário também serão realizadas diversas manifestações artísticas e culturais para mostrar a problemática do Tarumã e sensibilizar a sociedade para que sejam cobradas providências das autoridades.

O festival será realizado em um barco, que sairá do Porto de Manaus e ficará em frente à Marina do Davi, e contará com atrações locais e nacionais como a cantora Lia Sophia – mais conhecida como rainha do Carimbó, Zezinho Correa, a banda Kui’á da aldeia indígena Inhãa-bé – uma das que residem na região do Tarumã e Márcia Novo. Além das participações de Jander Manauara e Magaiver da Banda Casa de Caba.

“O nosso barco vai ser um barco de manifesto, estamos trazendo muitas frases impactantes para todo mundo acordar. Se a gente não fizer algo agora não sei se daqui a 5,6 anos o Tarumã vai sobreviver. Queremos recrutar tarumanos e tarumanas a lutarem por esse rio que precisa ser cuidado urgentemente”, afirmou Márcia Novo.

Festival Tarumã Alive

É um evento de conscientização e preservação ambiental que acontece todos os anos na região do Tarumã. São 24 horas de programação entre manifestações artísticas e coletas de lixo feitas em parceria com a Remada Ambiental e voluntários. Devido à pandemia, o festival será on-line este ano com uma grande ação envolvendo realizadores e público externo.

O festival inicia às 16h e será transmitido no Facebook e Youtube do Festival Tarumã Alive e no Facebook Portal BNC Amazonas.

Para acompanhar a programação e demais ações, basta acompanhar as redes sociais do Festival Tarumã Alive (Facebook e Instagram).

Leia mais Dia a Dia

‘Clima agradável’: friagem no Amazonas ganha força neste final de semana

Em Manaus, a previsão é de céu nublado a parcialmente nublado com possibilidade de chuva durante o sábado, que terá temperatura variando entre 23° de mínima e 30° na máxima.

20 de maio de 2022

Guarda Municipal de Manaus começa a treinar para o uso de armamento letal

Ao final do curso de capacitação será feita a avaliação prática de tiro, para comprovação de capacidade técnica com a principal arma de porte que será adotada no órgão.

20 de maio de 2022

Terras Indígenas no AM estão entre as dez mais desmatadas no trimestre

Amazonas tem Terras Indígenas na fronteira com Roraima, no Médio e no Alto Rio Negro entre as mais pressionadas pelo desmatamento, segundo pesquisa do Imazon.

20 de maio de 2022

Lei pune quem joga lixo nas ruas e rios de Manaus, mas Semmas não tem dados

Lei municipal existe desde 2018, mas o que se vê são toneladas de lixo pelas ruas de Manaus entupindo bueiro e poluindo igarapés e não se sabe se alguém foi punido até hoje.

20 de maio de 2022

Injúria racial em espaços públicos tem pena ampliada no Plenário do Senado

Pleno do Senado aumenta pena para crimes de injúria racial quando praticados em eventos esportivos ou culturais e para finalidade humorística.

19 de maio de 2022

Auxílio Estadual Enchente chega a famílias de nove municípios do AM

28,8 mil famílias estão sendo atendidas com o benefício do Auxílio Estadual Enchente no valor de R$ 300, conforme mapeamento da Defesa Civil do Amazonas.

19 de maio de 2022

STF mantém multa para motoristas que recusem teste de bafômetro

A Corte se manifestou à favor das sanções aos motoristas que se recusem a fazer o teste de bafômetro e contra a comercialização das bebidas nas rodovias.

19 de maio de 2022

Wilson anuncia construção de 50 pontes de concreto em 16 bairros de Manaus

O investimento é de R$ 70 milhões e integra o programa +Pontes, executado pelo Governo do Amazonas. Bairros de 5 zonas da cidade serão contemplados.

19 de maio de 2022