fbpx

sexta, 01 de julho de 2022

Machismo estrutural: advogada aborda tema em livro sobre feminicídio

Cynthia Rocha Mendonça é advogada e estudou o tema das agressões e assassinatos contra mulheres à luz do machismo estrutural e destacou a rede de proteção jurídica existente.

25 de novembro de 2021

Compartilhe

Cynthia Rocha Mendonça é advogada, mestre em Segurança Pública, Cidadania e Direitos Humanos pela Universidade do Estado do Amazonas (Foto: Caio Fonseca/RealTime1)

A advogada Cynthia Rocha Mendonça lança, nesta quinta-feira (25), às 16h, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil secional do Amazonas (OAB-AM), o livro ‘Feminicídio: uma abordagem sobre o ordenamento jurídico de proteção às mulheres’.

Em entrevista a TV RealTime1, Cynthia Rocha Mendonça destacou a importância da introdução do feminicídio no ordenamento jurídico nacional.

“O crime de homicídio é geral. Então, foi preciso dar um destaque ao homicídio cometido contra mulheres pelo simples fato dela ser mulher, pois aí podemos ter um cenário real deste tipo de crime e promover políticas públicas de proteção”, explicou.

No livro, a advogada destaca ainda a Lei Mari Ferrer, sancionada nesta quarta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro, como um importante instrumento para reduzir os obstáculos que a mulher tem para registrar e denunciar crimes de agressão.

Na entrevista Cynthia ainda fala sobre o machismo estrutural na sociedade brasileira e na influência de ritmos musicais que estimulam agressões que. segundo ela, podem culminar no assassinato de mulheres em determinado tempo.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Resultados dos concursos da PGE, Detran e SSP são homologadas no Amazonas

Governador do Amazonas, Wilson Lima homologou os resultados finais dos concursos do Detran, SSP e PGE e destacou convocações de outros certames e edital da Afeam.

1 de julho de 2022

Incêndios na Amazônia atingem maior volume para junho em 15 anos

Programa Queimadas do Inpe contabilizou 2.562 focos de incêndio no bioma ao longo do mês. O recorde anterior foi registrado em junho de 2007, com 3.519 focos de queimada.

1 de julho de 2022

700 mil manauaras estão com vacina atrasada e casos de Covid sobem 1000%

De acordo com os boletins emitidos pela Semsa, o número de casos de Covid-19 saltou de 26 no dia 14 de junho para 447 no dia 30 do mesmo mês.

1 de julho de 2022

Studio 5 volta a ser ponto de vacinação contra a Covid-19

A vacinação no Studio 5 vai funcionar com o atendimento de segunda a sábado, das 9h às 16h Pessoas acima de 18 anos já estão aptas a tomar a quarta dose do imunizante.

1 de julho de 2022

Inscrições para segundo processo do Sisu terminam nesta sexta-feira

É preciso ter feito a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio, não ter tirado zero na prova de redação e não ter se declarado como treineiro no Enem.

1 de julho de 2022

Dados da Covid ficarão disponíveis no site da FVS-AM no período eleitoral

Em atenção à Lei Eleitoral nº 9.504/1997, está suspenso o envio de dados e textos, via Secretaria de Comunicação do Estado, a partir de 2 de julho até o final das eleições.

30 de junho de 2022

4ª dose da vacina contra Covid é liberada para público a partir dos 18 anos

A campanha de vacinação contra a Covid-19 ganha o reforço de mais 28 pontos e agora totaliza 81 locais para atender o público infantil e adulto.

30 de junho de 2022

Proibição de demarcação de terras agrava insegurança de indígenas

Casos de violência contra indígenas e ativistas, com relatos de assassinatos na Amazônia, foram relatados pelo CIMI em evento do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

30 de junho de 2022