fbpx

sexta, 01 de julho de 2022

Centro de monitoramento em Itacoatiara conta com alta tecnologia

O centro conta com 16 câmeras de alta tecnologia em pontos estratégicos da cidade com reconhecimento facial, leitura de placa de veículos e captação em 360 graus.

20 de novembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Tarcísio Heden / SSP-AM)

O Centro Integrado de Comando e Controle Local (CICC-L) de Itacoatiara entregue pelo governador Wilson Lima na manhã da última quinta-feira (18), conta com câmeras de alta tecnologia com reconhecimento facial, leitura de placa de veículos e captação em 360 graus. O CICC-L, montado no Batalhão da Polícia Militar do município, faz parte do programa Amazonas Mais Seguro, do Governo do Estado

Dez policiais militares foram treinados para atuar diretamente com a ferramenta. De acordo com o secretário de Segurança Pública, general Carlos Alberto Mansur, o CICC-L é um marco e um grande ganho no combate à criminalidade. 

“São 14 câmeras instaladas em pontos estratégicos de Itacoatiara, com possibilidade de giro de 360 graus. Além de duas câmeras na entrada e saída da cidade, câmeras inteligentes com reconhecimento de placa de veículos. Tudo vem favorecer o combate à criminalidade. Além dessas câmeras, a cidade recebeu mais três viaturas com tecnologia embarcada com câmeras acopladas ao CICC-L. Ou seja, onde a viatura estiver rodando, as pessoas que trabalham aqui estarão acompanhando. Um projeto inovador que vai trazer mais segurança para o município e facilitará o combate à criminalidade”, enfatizou o general.

O sargento Orlando Torres, coordenador do treinamento realizado com os policiais que vão atuar no CICC-L, explicou como funcionam as câmeras e quais são as características.

“A câmera detecta que ali tem algo, reconhece que aquilo pode ser um carro ou uma pessoa e traz uma informação. Nesse caso, da informação, 250 ou 300 metros, ela funciona tranquilamente identificando a pessoa, veículos ou placas. Para observação, quando vai até um quilômetro de distância”, disse.

Os investimentos feitos para o CICC-L estão avaliados em R$ 818.360 mil, contando com recursos oriundos de emenda parlamentar estadual e do Governo do Amazonas.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Resultados dos concursos da PGE, Detran e SSP são homologadas no Amazonas

Governador do Amazonas, Wilson Lima homologou os resultados finais dos concursos do Detran, SSP e PGE e destacou convocações de outros certames e edital da Afeam.

1 de julho de 2022

Incêndios na Amazônia atingem maior volume para junho em 15 anos

Programa Queimadas do Inpe contabilizou 2.562 focos de incêndio no bioma ao longo do mês. O recorde anterior foi registrado em junho de 2007, com 3.519 focos de queimada.

1 de julho de 2022

700 mil manauaras estão com vacina atrasada e casos de Covid sobem 1000%

De acordo com os boletins emitidos pela Semsa, o número de casos de Covid-19 saltou de 26 no dia 14 de junho para 447 no dia 30 do mesmo mês.

1 de julho de 2022

Studio 5 volta a ser ponto de vacinação contra a Covid-19

A vacinação no Studio 5 vai funcionar com o atendimento de segunda a sábado, das 9h às 16h Pessoas acima de 18 anos já estão aptas a tomar a quarta dose do imunizante.

1 de julho de 2022

Inscrições para segundo processo do Sisu terminam nesta sexta-feira

É preciso ter feito a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio, não ter tirado zero na prova de redação e não ter se declarado como treineiro no Enem.

1 de julho de 2022

Dados da Covid ficarão disponíveis no site da FVS-AM no período eleitoral

Em atenção à Lei Eleitoral nº 9.504/1997, está suspenso o envio de dados e textos, via Secretaria de Comunicação do Estado, a partir de 2 de julho até o final das eleições.

30 de junho de 2022

4ª dose da vacina contra Covid é liberada para público a partir dos 18 anos

A campanha de vacinação contra a Covid-19 ganha o reforço de mais 28 pontos e agora totaliza 81 locais para atender o público infantil e adulto.

30 de junho de 2022

Proibição de demarcação de terras agrava insegurança de indígenas

Casos de violência contra indígenas e ativistas, com relatos de assassinatos na Amazônia, foram relatados pelo CIMI em evento do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

30 de junho de 2022