fbpx

terça, 26 de outubro de 2021

AM será alvo das Forças Armadas para coibir crimes ambientais

A atuação dos militares ocorrerá exclusivamente em áreas de propriedade ou posse da União, como terras indígenas, áreas federais de preservação, imóveis da União, e etc

7 de julho de 2021

Compartilhe

26 municípios serão o foco da atuação das Forças Armadas na prevenção e repressão a delitos ambientais (Foto: Op Verde Brasil/17)

O Conselho Nacional da Amazônia Legal, comandado pelo vice-presidente Hamilton Mourão, apresentou na terça-feira (6) uma lista de 26 municípios que serão o foco da atuação das Forças Armadas na prevenção e repressão a delitos ambientais. As localidades estão situadas em quatro estados: Amazônia, Rondônia, Pará e Mato Grosso.

Os detalhes da Operação Samaúma, como foi batizada a nova incursão de militares na região, foram apresentados durante reunião entre Mourão e alguns ministros do governo federal, ocorrida na Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), em Brasília. O encontro não foi aberto à imprensa.

Além do vice-presidente, participaram os ministros Braga Netto (Defesa), Bento Alburquerque (Minas e Energia), Joaquim Álvaro Pereira Leite (Meio Ambiente) e representantes do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Ministério da Agricultura e Casa Civil.

A autorização para o emprego das Forças Armadas na Amazônia Legal foi dada pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 28 de junho, por meio de um decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). O período abrangido pelo decreto vai de 28 junho a 31 de agosto.

A escolha dos municípios prioritários foi feita pelo grupo gestor do Conselho Nacional da Amazônia Legal com base na maior quantidade anual de alertas de desmatamento. No Amazonas, foram selecionados os municípios de Apuí, Boca do Acre, Canutama, Humaitá, Lábrea, Manicoré e Novo Aripuanã. No Mato Grosso, as ações vão se concentrar em Apiacás, Aripuanã, Colniza, Cotriguaçú, Marcelândia, Nova Bandeirantes, Peixoto de Azevedo e Paranaíta. No Pará, serão fiscalizados os municípios de Altamira, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, São Félix do Xingu e Trairão. Em Rondônia, as ações ocorrerão em Candeias do Jamari, Cujubim, Itapuã do Oeste, Machadinho D’Oeste e Porto Velho.

Pelo decreto, a atuação dos militares ocorrerá exclusivamente em áreas de propriedade ou posse da União, como terras indígenas, áreas federais de preservação, imóveis da União, entre outros. A ação em outras áreas somente poderá ser realizada se houver pedido do respectivo governador do estado ao presidente da República, o que já foi feito no caso de Rondônia.

Desde 2019, foram autorizadas duas operações das Forças Armadas na Amazônia, chamadas Verde Brasil 1 e 2. A mais recente delas se encerrou em abril.

Com informações da Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Jogo entre Manaus e Tombense poderá ter 50% de público na Arena da Amazônia

Entre as obrigações para o jogo do Gavião do Norte está a aquisição do ingresso e acesso ao jogo somente aos que tenham completado o esquema vacinal contra a Covid-19.

25 de outubro de 2021

Segurança no interior do Amazonas vai ganhar reforço de 404 policiais

Os novos policiais foram aprovados no concurso de 2011 e convocados pelo governador Wilson Lima em 2020. Eles participaram da formatura nesta segunda-feira (25).

25 de outubro de 2021

Lourenço Braga é ampliada para reorganização do trânsito na Manaus Moderna

Os comerciantes irregulares que ficavam no entorno das feiras e do mercado municipal, retirados no primeiro dia da operação, estão recebendo atenção especial da prefeitura.

25 de outubro de 2021

Galeria Espírito Santo recebe famílias para atualizar cadastro habitacional

Atendimento é exclusivo para as pessoas que já têm cadastro habitacional. Quem não tem, deve esperar uma nova fase, que ainda será anunciada.

25 de outubro de 2021

Você sabia que a Bemol Farma realiza exames clínicos? Confira os preços

A Bemol Farma, além do teste para detecção da Covid-19, realiza outros exames laboratoriais que custam entre R$ 29,99 e R$ 99.

25 de outubro de 2021

‘Ballet das Águas’ marca início das festividades natalinas em Manaus

Além do chafariz, está previsto para a orla da Ponta Negra a instalação do maior presépio em movimento do Brasil, além da já tradicional árvore de Natal.

25 de outubro de 2021

Covid-19: Semsa dispõe de 39 pontos de vacinação até sexta-feira

Podem receber a 1ª dose pessoas da população a partir de 12 anos. A 2ª dose está disponível para todas as pessoas que estejam nos intervalos indicados pelas farmacêuticas.

25 de outubro de 2021

Edifício solar e centro de mídias será inaugurado hoje no Amazonas

Além do Edifício Solar, serão entregues 7 estações solarimétricas em Manaus, Benjamim Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins.

25 de outubro de 2021