fbpx

segunda, 25 de janeiro de 2021

Última reunião do Codam no ano aprova investimentos de R$ 2,7 bi

Ao todo, foram aprovados 40 projetos industriais que devem oferecer aproximadamente 1.800 novos postos de emprego. Entre os destaques, estão projetos da Transire e Mondial.

17 de dezembro de 2020

Compartilhe

Mão de obra projetada para esses 40 projetos é de 1.800 novos postos de emprego (Foto: Reprodução)

Na última reunião do ano, o Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) aprovou, nesta quinta-feira (17), pauta com 40 projetos industriais, sendo 24 de bens finais e 16 de bens intermediários.

Os investimentos previstos na pauta somam R$ 2,7 bilhões, que devem ser investidos nos próximos três anos no Polo Industrial de Manaus (PIM).

A mão de obra projetada para esses 40 projetos é de 1.800 novos postos de emprego. Desses, aproximadamente 1.500 serão destinados à produção e 300 para setores administrativos.

“Normalmente, na última reunião do ano dos anos anteriores, tínhamos uma pauta desidratada. Neste ano, ela veio bastante interessante. O mérito deste resultado é principalmente dos empreendedores, que são aqueles que colocam seu capital e correm o risco. Qualquer benefício na Zona Franca só ocorre após o faturamento. Então é realmente louvável que os empresários continuem investindo e acreditando no modelo Zona Franca de Manaus”, comemorou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Jório Veiga, que comandou a 288ª reunião do Codam.

Transire e Mondial entre os destaques

Entre os destaques da pauta aprovada pelo Codam está o projeto da indústria Transire Fabricação de Componentes Eletrônicos Ltda para a fabricação de terminais de autoatendimento para supermercados, com investimentos de R$ 1,42 bilhão e 142 postos de trabalho.

Também foi aprovado projeto da MK Eletrodométicos Mondial S.A para a produção de fornos de microondas, condicionadores de ar de janela e splits e televisores de tela de cristal líquido.

Os investimentos somam aproximadamente R$ 160 milhões e projeção de 130 empregos.

No início o mês a Mondial anunciou a compra da planta da Sony. O início da produção está previsto para fevereiro de 2021.

“[A Mondial] é uma empresa genuinamente nacional e que nasceu a apenas 20 anos, fabricando ventiladores e liquidificadores. É um orgulho para a gente ver isso no País e, como amazonense e amazônida, ver o interesse deles em chegar aqui com esse investimento tão bom”, ressaltou Jório.

Reportagem: Lucas Raposo

Leia mais:

Veja mais notícias

Mais de 83 mil EPIs são enviados para o interior do Amazonas

Ambas as cidades contaram ainda com 1.350 testes rápidos para detecção da Covid-19, além de medicamentos e materiais hospitalares, encaminhados nesse domingo (25).

25 de janeiro de 2021

Detran-AM suspende todas as atividades presenciais até final de janeiro

Nesse período, somente a fiscalização de trânsito, a perícia de acidentes de trânsito e os serviços de liberação de veículos removidos irão funcionar.

25 de janeiro de 2021

Veículos que chegam a Manaus passam por sanitização

Como mais uma medida para conter o avanço da Covid-19 em Manaus, a Prefeitura instalou barreiras de sanitização na AM-010, BR-174 e na ponte Rio Negro.

25 de janeiro de 2021

Parintins deve retomar aulas remotas na rede municipal

O programa “Aprendendo em casa nas ondas do rádio” foi implantado em abril, para não deixar de assistir os alunos na pandemia da Covid-19.

24 de janeiro de 2021

Central Integrada de Fiscalização vistoria sete estabelecimentos

Três bares foram flagrados funcionando, mas sem aglomeração, e os proprietários foram orientados a fechar o local.

23 de janeiro de 2021

Governo alinha critérios de vacinação dos trabalhadores da saúde

A expectativa é de que a imunização contra Covid-19 nos hospitais retorne ainda nesta sexta-feira (22) em 27 unidades, após a validação das propostas apresentadas.

22 de janeiro de 2021

Polícia prende 63 pessoas em bares clandestinos na zona Leste

A prisão aconteceu em cumprimento ao decreto governamental que proíbe a circulação e aglomeração de pessoas das 19h às 6h, devido à pandemia da Covid-19.

22 de janeiro de 2021

TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas eleições".

22 de janeiro de 2021