fbpx

quarta, 21 de abril de 2021

Para Defensoria, governo deve suspender transporte de passageiros

A Defensoria considerou também medida semelhante, em março de 2020, mês que antecedeu o primeiro pico da Covid-19 no Estado do Amazonas (abril e maio).

8 de janeiro de 2021

Compartilhe

O Governo do Amazonas tem 48 horas para manifestação a respeito de seu acatamento e envio das informações e documentos requisitados. (Foto: Divulgação)

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) encaminhou nesta sexta-feira (8) ao Governo do Amazonas recomendação para que sejam suspensos os transportes fluvial de passageiros e terrestre intermunicipal em todo o território estadual.

O objetivo é conter o avanço da nova alta de contágio pelo novo coronavírus, que colocou o Estado na ‘fase roxa’ da pandemia, considerada de alto risco.

A medida pretende alcançar benefício semelhante ao obtido no primeiro pico da pandemia, quando a suspensão do transporte fluvial evitou o contágio de 123 mil pessoas, além de 1.200 mortes, segundo estudo da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Barreiras de fiscalização

No texto do documento, a Defensoria recomenda que o Governo do Amazonas edite ato normativo determinando a suspensão dos serviços de transporte fluvial de passageiros, operados por embarcações de pequeno, médio e grande porte, de qualquer natureza.

A instituição ainda indica que os serviços de transporte terrestre intermunicipal e interestadual, dentro dos limites territoriais do Estado do Amazonas devam ser suspensas, com exceções para os casos de emergência e urgência, a serem definidos pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (ARSEPAM).

A Defensoria recomenda ainda que o governo mantenha a suspensão das referidas modalidades de transporte, com a instalação de barreiras de fiscalização, por via fluvial e terrestre, com sucessivas renovações, se necessárias, até que o Estado do Amazonas retorne à fase amarela da pandemia, sem prejuízo ainda do empenho em outras formas fiscalizatórias.

Governo tem 48 horas para se posicionar

O Governo do Amazonas tem 48 horas para manifestação a respeito de seu acatamento e envio das informações e documentos requisitados.

O descumprimento da recomendação poderá implicar a adoção de medidas administrativas e ações judiciais cabíveis.

A recomendação da Defensoria leva em conta a nova alta de casos que levou o Estado a retomar medidas restritivas e considera, ainda, “que o segundo pico da Covid-19 no Estado do Amazonas está sendo vivenciado nos dias atuais, e que as últimas notícias indicam números de contaminação, internação e mortes ainda maiores que aqueles registrados no primeiro pico da doença, notadamente na capital do Estado”.

Boletim epidemiológico evidencia a tragédia

A recomendação ressalta que o Boletim Epidemiológico de 7 de janeiro de 2021 indica que, no Estado do Amazonas, há 208.798 casos confirmados de contaminados pela Covid-19, sendo 86.728 de Manaus (41,54%) e 122.070 do interior do Estado (58,46%).

A Defensoria considerou também medida semelhante, em março de 2020, mês que antecedeu o primeiro pico da Covid-19 no Estado do Amazonas (abril e maio), quando foi editado o Decreto Estadual nº 42.087 de 2020, suspendendo o transporte fluvial de passageiros em embarcações de grande, médio e pequeno porte, ressalvados os casos de urgência e emergência.

A instituição destaca que a medida evitou o contágio de 123 mil pessoas, além de 1.200 mortes decorrentes da Covid-19, segundo estudo realizado pela UFAM.

Medidas mais eficientes

Na recomendação, a Defensoria reforça que, “em face do contínuo e elevado crescimento de casos na capital, são pertinentes as adoções de medidas proporcionais e suficientes que limitem a circulação de pessoas para dentro e fora do local de agravada transmissão da doença, em moldes similares ao de uma quarentena e de fechamento de fronteiras internas, como tem sido feito na Austrália e China, a fim de evitar uma maior propagação nas demais regiões do Estado do Amazonas”.

A recomendação é assinada pelo defensor público-geral, Ricardo Paiva, pelo subdefensor geral, Thiago Nobre Rosas, e pelos defensores e defensoras que atuam no interior do Estado: Rafael Lutti; Gabriela Ferreira Gonçalves; Enale de Castro Coutinho; Bruno Fiorin Hernig; Murilo Menezes do Monte; Oswaldo Machado Neto; Lucas Fernandes Matos; Márcia Mileni Silva Miranda; Rodrigo Santos Valle; Jéssica Cristina Melo de Matos; Newton Ramon Cordeiro de Lucena; Lívia Azevedo de Carvalho; Renata Visco Costa de Almeida; Francine Lucia Buffon Baldissarella; Mirella Leal Cabral Maciel; Bernardo Mello Portella Campos; Thiago Torres Cordeiro e Thais Maria Marra Correa.

Leia Mais:

Leia mais sobre Cidades

CSU e outros parques públicos reabrem com medidas contra Covid-19

Parques e espaços de lazer gerenciados pela Prefeitura de Manaus seguem interditados até o dia 30 de abril, mas com algumas reaberturas parciais, com protocolos contra Covid.

21 de abril de 2021

Em um ano, centros socioeducativos reduzem taxa de ocupação em 25%

O balanço apresentado pela secretária foi apresentado segundo as ações da pasta no decorrer de um ano. Mirtes também falou sobre os abrigos para pessoas que vivem nas ruas.

20 de abril de 2021

Inpa promove ‘Café com Inovação’ sobre propriedade intelectual

A primeira edição do Café com Inovação, de 2021, abordará a temática "Propriedade intelectual como ferramenta para estimular a inovação" e acontece dia 29.

20 de abril de 2021

Em Manaus, ex-secretário municipal é condenado a devolver R$ 2,5 milhões

O ex-titular da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Luis Faustino da Costa Neto, teve as contas de 2016 consideradas irregulares pelo TCE-AM.

20 de abril de 2021

MPF recomenda implantação de distrito de saúde em Eirunepé

Secretaria Especial de Saúde Indígena deve adotar, no prazo de 60 dias, medidas necessárias para a implantação do Distrito Sanitário Especial Indígena Médio Juruá.

20 de abril de 2021

Governo estadual inicia levantamento técnico na comunidade da Sharp

A UGPE iniciou, nessa segunda-feira (19), um levantamento técnico para reconhecimento da área, na comunidade da Sharp, que serão integradas em um novo programa.

20 de abril de 2021

‘Auxílio Empreendedor’ encerra cadastro com 15.787 inscritos

O projeto “Auxílio Empreendedor”, coordenado pela Secretaria de Trabalho, Empreendedorismo e Inovação, encerrou as inscrições no domingo com o 15.787 inscritos.

20 de abril de 2021

Adaf implanta internet via satélite em 51 unidades do Amazonas

A Adaf iniciou, na última semana, a implantação de internet via satélite em 51 Unidades de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs) no interior do Amazonas.

19 de abril de 2021