fbpx

terça, 20 de abril de 2021

Fábricas do AM servem como modelo de negócio para Acre e Roraima

A comitiva pôde acompanhar todo o processo das fábricas de laticínios em Autazes, município que desponta na produção de queijo e leite em todo o estado.

20 de dezembro de 2020

Compartilhe

A comitiva pôde acompanhar todo o processo das fábricas de laticínios em Autazes, município que desponta na produção de queijo e leite em todo o estado (Foto: Divulgação)

Com o intuito de incentivar e ampliar os negócios no interior do Amazonas, representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) visitaram, na sexta-feira (18/12), fábricas de laticínios em Autazes (distante 113 quilômetros de Manaus), município que desponta na produção de queijo e leite em todo o estado.

O titular da Sedecti, Jório Veiga, esteve acompanhado do secretário de Produção do Acre, Edivan Azevedo, e dos secretários de Fomento e de Produção Rural de Roraima, Adailton Fernandes e Emerson Baú, respectivamente, que estão interessados em saber como esse tipo de produção pode chegar ao mercado de ambos os estados.

A comitiva pôde acompanhar todo o processo de produção e também discutir as viabilidades técnicas do negócio, que devem ser implementadas no planejamento de produção rural do Acre e de Roraima.

O secretário Jório Veiga avaliou a visita como um bom momento para ampliar as políticas de incentivo a esse tipo de mercado no Amazonas.

“Ficamos muito entusiasmados em participar da visita a Autazes e poder conhecer três estabelecimentos produtores da Rota do Queijo: um flutuante – uma solução amazonense para que se ajuste às nossas condições locais – e dois em terra firme. Uma delas em implementação e outra já madura. Essa experiência nos deu a possibilidade de conhecer a realidade que vivem e as dificuldades existentes. Com isso, poderemos ajudar, por meio do estabelecimento de políticas públicas e ações específicas, além de trabalhar, através do APL (Arranjo Produtivo Local) estabelecido no PRDA (Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia), para acelerar o crescimento das atividades do setor”, declarou.

A visita foi articulada pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) e teve a participação dos representantes da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), além de empresários do setor de embutidos e fatiados.

Modelo

O secretário de Produção Rural de Roraima, Emerson Baú, mostrou-se interessado pelo modelo de negócio das fábricas de laticínios de Autazes e declarou que pretende introduzir ideias no plano de ação de produção rural de seu estado com base na experiência de Autazes.

“A maneira simples e pontual como estão sendo feitas as ações, mas focadas em eficiência e, principalmente, em resultado para o produtor, trabalhando a sua realidade para ficar de acordo com a legislação, é que fazem a grande diferença. Uma região já reconhecida pela qualidade do seu queijo agora vai passar a trabalhar de maneira ainda mais estruturada. A Rota do Queijo é um projeto muito interessante, e com certeza levaremos boa parte do que a gente viu para ser implantada no estado de Roraima”, declarou Emerson.

“Essa iniciativa de reunir os secretários foi no sentido de desenvolver ações conjuntas para os três estados e trocar experiências. Além disso, a presença da Sedecti foi de fundamental importância para poder ter uma percepção do que é a nossa cadeia leiteira, das nossas carências e necessidades. O apoio dessa Secretaria (Sedecti) tem uma importância socioeconômica muito grande que é essencial para trazer incentivos e alinhar soluções para a geração de emprego e renda e fortalecimento do agronegócio dessa região”, salientou a gerente de Produção Animal do Idam, Meyb Seixas.

Case de sucesso

Autazes se destaca como a terra do leite e, atualmente, o município conta com mais de 80 mil cabeças de gado e aproximadamente 800 criadores de bovídeos, de acordo com dados da Adaf. Ainda segundo o órgão, pelo menos oito indústrias de laticínio estão cadastradas no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) e 86 estão em processo de legalização, a maioria de queijo.

A cidade conhecida como “terra do leite” é responsável por, aproximadamente, 11,6 milhões de toneladas que representam a produção de leite e derivados, tais como queijo, manteiga, iogurte, bebida láctea, requeijão, doce de leite e ricota, das empresas que são registradas no sistema do SIE da Agência.

Leia mais:

Leia mais sobre Cidades

Adaf implanta internet via satélite em 51 unidades do Amazonas

A Adaf iniciou, na última semana, a implantação de internet via satélite em 51 Unidades de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs) no interior do Amazonas.

19 de abril de 2021

Cultura abre nova chamada para adequação de propostas da Lei Aldir Blanc

A medida é voltada para os projetos que precisam de alterações devido aos decretos governamentais para enfrentamento da Covid-19 no Amazonas.

19 de abril de 2021

Tribunal de Contas do Amazonas avalia 22 processos nesta terça-feira

Entre os processos da pauta está a prestação de contas da então secretária de Assistência Social do Estado (Seas) em 2019, Maria Joseilda Pinheiro.

19 de abril de 2021

Instituto intensifica atendimento ao produtor em Itacoatiara

O Idam realizou atendimento a 150 pequenos produtores de oito comunidades de Itacoatiara, incluindo cadastramento para emissão do Cartão do Produtor Primário.

19 de abril de 2021

Fundação inicia ‘Semana dos Povos Indígenas’ nesta segunda-feira

Fundação Estadual do Índio lança a Semana dos Povos Indígenas, com programação que inicia nesta segunda-feira e vai até dia 23,

19 de abril de 2021

Sine retorna aos atendimentos presenciais no shopping Phelippe Daou

Os atendimentos ao público externo serão realizados mediante agendamento prévio no site do Sine, mas os serviços permancem em funcionamento pelo Whatsapp.

18 de abril de 2021

Mural de 34 metros recupera memória indígena no Centro Histórico

A Praça Dom Pedro II foi escolhida para receber a exposição por ser um antigo cemitério indígena de Manaus. O mural será inaugurado amanhã para comemorar o Dia do Índio.

18 de abril de 2021

Governo lança edital para criação da identidade visual de 125 anos do Teatro Amazonas

Podem participar pessoas físicas e jurídicas, maiores de 18 anos, artistas locais, profissionais e estudantes de artes, designer e publicidade. Inscrições vão até 31 de maio.

17 de abril de 2021