segunda-feira, 24 de junho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

ECONOMIA

Wilson Lima anuncia 2ª parcela do 13º e antecipa pagamento de dezembro

Somando a 2ª parcela do 13º com o pagamento mensal, mais de R$ 1,4 bilhão vão ser injetados na economia
COMPARTILHE
Dinheiro,Salário,13º salário,Natal,Ano Novo,Festa,Economia,Compras
Governador reúne com representantes do governo inglês, em Londres, essa semana. Imagem: Secom

O Governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou no início da noite desta segunda-feira (11) em suas redes sociais, que vai pagar nos dias 18 e 19 de dezembro a 2ª parcela do 13º salário aos servidores públicos ativos e inativos do estado.

Além disso, Wilson anunciou que o governo vai antecipar o pagamento do salário referentes ao mês de dezembro para os dias 21 e 22. O que deve aquecer o comércio do estado nos dias que antecedem o natal. O que deve injetar R$ 1,4 bilhão na economia do estado.

Somando a segunda parcela do 13º (R$ 660 milhões) com a folha mensal de pagamento de dezembro (R$ 824 milhões), o Governo do Amazonas pagará, neste fim de ano, mais de R$ 1,4 bilhão aos funcionários públicos estaduais.

“Além de honrar nosso compromisso com os servidores, vamos aquecer a economia, especialmente no comércio, nesse período que antecede as festas de fim de ano. Esse movimento que estamos fazendo é importante uma vez que a nossa arrecadação foi comprometida, principalmente por conta da estiagem severa”.

Wilson Lima, Governador do Amazonas

A primeira parcela do 13º salário foi paga nos dias 11 e 12 de maio, antecedendo o Dia das Mães, uma das datas mais importantes para o comércio varejista e injetou mais de R$ 350 milhões na economia amazonense. E a 2ª parcela deve ser paga até dia 20 de dezembro, conforme estabelecido em lei (Lei nº 4.749, de 12 de agosto de 1965).

“Esses pagamentos terão um impacto positivo na economia do estado, pois haverá um incremento no consumo, o que beneficia diversos setores, como o comércio varejista, serviços, turismo, entre outros. Esperamos que haja uma mitigação dos efeitos negativos da crise da estiagem, tanto na atividade econômica quanto na receita tributária do estado”.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Alex Del Giglio, Secretario de Estado da Fazenda (Sefaz-AM)

Atualmente, o Governo do Amazonas conta com mais de 120 mil servidores, entre ativos, aposentados e pensionistas. Os dados são da Sead e da Fundação Amazonprev.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE