81% dos desempregados há mais de 2 anos são das classes D e E, diz levantamento