fbpx

domingo, 17 de outubro de 2021

“Cuidar da saúde, gerar emprego e garantir comida na mesa do brasileiro não está nos planos de Bolsonaro”. A fala é do deputado federal Marcelo Ramos (PL), durante entrevista à TV RealTime1 nesta segunda-feira (19).

O vice-presidente da Câmara dos Deputados disse que o presidente da República trata muito mal o Amazonas e também destacou que, caso Bolsonaro não vete a LDO com Fundo Eleitoral com aumento para R$ 5,7 bilhões vai se confirmar o que sempre foi: “um fanfarrão”.

De acordo com Ramos, Bolsonaro aprova todas as matérias que quer dentro da Câmara dos Deputados. “Nada sai da Câmara se não passar pelo presidente da casa, líder do governo, pelos líderes do partido da base. Um presidente que tem maioria no parlamento, então se ele não quisesse o Fundo Eleitoral o parlamento teria aprovado? Isso soa estranho”, avalia Marcelo.

Ramos destaca que o presidente cedeu ao fundo eleitoral pela pressão dos partidos que dão sustentação a ele. “Hoje, Bolsonaro é muito refém dos partidos que dão sustentação a ele na Câmara e que têm interesse nessa matéria. É mais uma etapa do ‘toma lá, dá cá’ que tomou conta desse governo”, dispara o deputado federal.

Para Marcelo, Bolsonaro fala uma coisa e faz outra. “Se ele não vetar a LDO com o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões, vai confirmar o que ele sempre foi: um fanfarrão, que fala uma coisa e faz outra. Agora se ele vetar, eu não tenho dúvidas de que ele vai estremecer a relação dele com o Líra e com os líderes dos partidos que dão sustentação ao governo dele”, avalia o deputado federal pelo Amazonas.

Base de apoio a Bolsonaro aprovou

O vice-presidente da Câmara dos Deputados explica que é importante entender como houve a aprovação da LDO com um fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões. Para ele, tudo começou na comissão mista, onde estão deputados e senadores, que são da base de apoio ao governo Bolsonaro.

Além disso, Ramos destaca que um dos filhos de Bolsonaro, junto com todos os aliados do presidente da República, votou a favor da LDO sabendo que nela havia o aumento do valor do fundo eleitoral.

Marcelo explica, também, que quando houve possibilidade de uma votação de destaque do Partido Novo, apenas o Novo, Psol, Podemos, Cidadania e Rede caminharam contra o fundão. “Isso significa que todos os partidos da base do governo, inclusive o líder do governo, encaminharam favorável ao governo e contra o destaque do Novo“.

Pedidos de impeachment

Hoje, a Câmara dos Deputados tem protocolado 127 pedidos de reabertura de impeachment contra o presidente Bolsonaro. Em todos os pedidos nunca houve apreciação por parte do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL).

“Eu quero receber esses pedidos, fazer uma análise jurídica e verificar se há fundamento e indícios de crimes de responsabilidade. Por que pode acontecer de, na ausência do Arthur Lira, eu assumir a presidência da Câmara. Então, eu quero estar seguro se existe fundamentos ou não para esses pedidos de impeachment”, explicou Marcelo Ramos.

Mais cedo, Marcelo havia respondido a uma ofensiva de Bolsonaro declarando que havia solicitado à presidência da Câmara cópias de todos os pedidos de impeachment protocolados na Casa contra Jair Bolsonaro.

Texto: Isac Sharlon

Veja mais vídeos

Brasil é o 10º em desperdiço de alimentos

Brasil desperdiça alimentos no campo, nas rodovias e em supermercados, enquanto milhões passam fome

Há 7 horas 16 de outubro de 2021

Aspirina não é mais indicada para idosos no EUA

Uso diário pode causar efeitos colaterais graves, fazendo com que os riscos não compensem

Há 14 horas 16 de outubro de 2021

“Vômito de Baleia” vale R$ 7 milhões

Vômito é considerado um tesouro marinho e é bem avaliado pela indústria farmacêutica.

Há 15 horas 16 de outubro de 2021

Agora whatsapp tem backups criptografados

Optando pela nova função, ninguém além do usuário vai ter acesso às conversas armazenadas.

Há 16 horas 16 de outubro de 2021

Confira os destaques do Real Time 1 desta sexta-feira (15)

Há 1 dia 15 de outubro de 2021

Prova de vida do INSS será feita no mês de aniversário

A mudança passa a valer a partir de 2022. A fé de vida continua suspensa até o final de 2021.

Há 1 dia 15 de outubro de 2021

Saiba se você tem direito ao saque do Pis-Pasep

O benefício é pago aos trabalhadores que possuíram carteira assinada no período de 1971 a outubro de 1988.

Há 1 dia 15 de outubro de 2021

Manaus tem dia ‘D’ da campanha de multivacinação

Serão ofertados 18 tipos de imunizantes, dentre eles BCG, Febre Amarela, Tríplice Viral, em 137 unidades de saúde.

Há 1 dia 15 de outubro de 2021

Senado aprova construções às margens de rios em cidades

O texto altera o Código Florestal, atribuindo aos municípios o dever da regulamentação.

Há 1 dia 15 de outubro de 2021

Quer pegar Uber mais rápido? Agora tem a opção ‘fura fila’

A Uber lançou uma opção de pagar a mais para embarcar mais rápido.

Há 1 dia 15 de outubro de 2021

RT1 Notícias – Sexta-feira (15.10.2021)

Há 2 dias 15 de outubro de 2021

Companhia aérea troca salto alto por tênis

A SkyUp Airlines, decidiu dar um fim aos saltos finos e saias lápis depois de colher o feedback das comissárias sobre seu uniforme.

Há 2 dias 15 de outubro de 2021