fbpx

sábado, 19 de junho de 2021

Horas após divulgar ter iniciado a ‘Operação Gratidão’ ao receber dois pacientes acometidos pela Covid-19, vindos de Rondônia, o Governo do Amazonas reconheceu que “ainda não tem reserva de leitos suficiente para receber pacientes de outros estados”.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), na manhã desta terça-feira (9), explicou que a chegada dos dois pacientes “se tratou de uma ação emergencial e ainda não pode ser relacionada à operação que o Estado estuda realizar para auxiliar Rondônia e possivelmente outros estados”.

Segundo o órgão, a prioridade das vagas na rede estadual ainda é para os pacientes do interior do Amazonas.

SES explica

A vinda para Manaus de dois pacientes, um no sábado (6) e outro no domingo (7), atendeu a um pedido da secretaria de Saúde de Rondônia e do Ministério da Saúde, tendo em vista que, na sexta-feira (5), pelo menos 90 pacientes aguardavam por leitos de UTI naquele estado. Os pacientes estão internados no Hospital de Referência para Covid-19 Delphina Aziz, que abriu mais dez leitos de UTI neste fim de semana.

Ao atender os pedidos, a SES-AM levou em consideração o fato de Rondônia prestar assistência a pacientes do sul do Amazonas. Na sexta-feira, quando o primeiro pedido de remoção foi feito por Rondônia, seis pacientes com Covid-19 de Humaitá ocupavam UTI em Porto Velho, o que levou a SES-AM a abrir a exceção.

Leitos de UTI ainda estão escassos

Segundo a SES-AM, mesmo com queda nas internações e redução nas chamadas por leitos de UTI, ainda não é possível para o Estado receber de forma sistemática pacientes de fora do Amazonas.

“Temos leitos clínicos, mas a ocupação de UTI ainda é elevada. Como sabemos que, em média, 25% dos pacientes moderados que foram do Amazonas para outros estados evoluíram para UTI, estamos analisando o cenário epidemiológico para ver de que forma podemos apoiar outros estados”, disse o secretário Marcellus Campêlo.

Veja mais vídeos

Máscara gamer contra Covid-19 começa a ser vendida em outubro

O CEO da empresa, diz que mesmo com a vacinação as pessoas podem preferir usar máscaras por um tempo e é esse o público-alvo.

Há 2 horas 19 de junho de 2021

Wilson Lima pagará abono fardamento aos policiais e bombeiros

O anúncio foi feito durante a formatura da tropa, no Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas.

Há 3 horas 19 de junho de 2021

Existe solução para evitar que o centro de Manaus alague?

TV RealTime1 ouve especialistas sobre: possíveis soluções da engenharia para evitar impactos da cheia no centro de Manaus.

Há 14 horas 18 de junho de 2021

Confira os destaques do Real Time 1 desta sexta-feira.

Há 17 horas 18 de junho de 2021

Medidas emergenciais para aviação são prorrogadas

Lei prorroga Medida Provisória que conferiu aos usuários do transporte aéreo maior flexibilidade para desistência de voo.

Há 18 horas 18 de junho de 2021

Refugiados: 82 milhões são forçados a se deslocar em 2020

Esse é o maior número já registrado pela Agência das Nações Unidas para Refugiados. 2020 é o nono ano de crescimento ininterrupto do deslocamento forçado no mundo.

Há 19 horas 18 de junho de 2021

Detentos LGBTQIA+ fazem cursos de confecção de biojoias

Os cursos de Confecção de Biojoias e também de maquiagem tiveram um total de 100 horas de carga horária.

Há 20 horas 18 de junho de 2021

Indígenas pedem saída da Funai do Linhão de Tucuruí

O pedido vem após a Funai solicitar abertura de inquérito na Polícia Federal do Amazonas.

Há 21 horas 18 de junho de 2021

Governo do Estado quer zerar processos indenizatórios da Saúde

A portaria determina a eliminação, até setembro de 2021, de todos os serviços sem cobertura contratual.

Há 23 horas 18 de junho de 2021

Acompanhe o RT1 Notícias desta sexta-feira (18)

Há 1 dia 18 de junho de 2021

Pandemia impactou a paz mundial, diz pesquisa

Segundo relatório de 2021, com dados relativos a 2020, o "Índice Global de Paz" caiu 0,07% comparado ao ano anterior.

Há 1 dia 18 de junho de 2021

Confira os destaques do Real Time 1 desta quinta-feira

Há 2 dias 17 de junho de 2021