fbpx

sábado, 29 de janeiro de 2022

Wilson Lima encaminha à Aleam projeto do 14⁰ e 15⁰ salários de professores

Governador do Amazonas também anunciou que o Estado planeja pagamento de abono do Fundeb aos trabalhadores da educação.

11 de setembro de 2021

Compartilhe

Governador também autorizou cursos de pós-graduação de todos os professores da rede pública de ensino (Foto: Reprodução)

O governador Wilson Lima anunciou, nesta sexta-feira (10), que já encaminhou à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) o projeto de lei que institui o pagamento do 14º e 15º salários dos trabalhadores da educação. O anúncio foi feito durante a inauguração do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Francisco Hélio Bezerra Bessa, em Tefé (a 592 quilômetros de Manaus).

Na ocasião, o governador também anunciou que o Estado já planeja o pagamento de abono do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) aos trabalhadores da educação, como fez no ano passado que, de forma inédita, estendeu o benefício a servidores da área administrativa, como merendeiras, auxiliares de serviços gerais e vigilantes.

“Já encaminhei para Assembleia Legislativa uma mensagem para que possamos aprovar o pagamento do 14º e 15º salários e eu não tenho a menor dúvida da sensibilidade da Assembleia Legislativa, comandada aqui pela nossa comissão de educação, pela deputada Therezinha Ruiz, para que a gente possa aprovar essa mensagem”, disse o governador, ao destacar que a medida faz parte do programa Educa+Amazonas, por meio do projeto Educação Premiada.

O “Educação Premiada” faz parte da política de valorização dos servidores da Secretaria de Estado da Educação e Desporto, em reconhecimento à dedicação dos trabalhadores dentro e fora da sala de aula. A previsão é que o pagamento do 14º e 15º seja feito aos trabalhadores da educação que atingirem metas de qualidade definidas para as escolas que atuam.

“Também autorizei a pós-graduação de todos os professores da rede pública de ensino, tanto do estado quanto dos municípios. Os professores aqui de Tefé podem participar da nossa pós-graduação na UEA (Universidade do Estado do Amazonas), aqueles professores que estão atuando do 1º ao 5º ano”, disse Wilson Lima ao também ressaltar outro projeto do programa Educa+Amazonas, o “Mestre Qualificado”.

A meta é alcançar mais de 15 mil professores e pedagogos dos 62 municípios do Estado com o curso de pós-graduação. Em Tefé, os professores também já começaram a receber qualificação do projeto “Trilhas do Saber”, que também integra o Educa+Amazonas. São qualificações oferecidas a docentes, equipe gestora e não docentes.

“Deve estar com uns 10 ou 15 dias que os professores participaram da primeira qualificação aqui no município de Tefé. Todas essas ações são importantes para que a gente possa avançar na melhoria e qualidade do nosso ensino e eu já aproveito aqui para já adiantar a todos os profissionais da área de educação, e isso foi algo que fizemos ano passado e algo inédito no estado do Amazonas, nunca aconteceu, e esse ano nós vamos repetir. Nós vamos pagar o abono Fundeb a todos os profissionais da área de educação, desde o merendeiro, uma auxiliar de serviços gerais, um vigilante, para todos os professores”, destacou o governador Wilson Lima.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Justiça suspende aumento do ‘cotão’ aprovado pela Câmara de Manaus

A decisão da Justiça sobre o Cotão, que saiu na tarde desta sexta-feira (28) e cabe recurso, prevê também multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

28 de janeiro de 2022

Damares libera ‘Disque 100’ para não-vacinados relatarem discriminação

Em nota, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos ainda se manifestou contra a obrigatoriedade da vacinação de crianças contra a Covid.

28 de janeiro de 2022

Moraes nega recurso da AGU e mantém obrigação de Bolsonaro depor na PF

Depoimento estava marcado por Moraes para esta sexta-feira, mas o presidente novamente decidiu faltar com intervenção da Advocacia Geral da União (AGU).

28 de janeiro de 2022

PT entra com ação no STF por ampliação de prazo para federações

O PT entende que o prazo previsto na Lei para a formação das federações é muito curto e pede que seja estendido pelo STF pelo menos até maio deste ano, ou até agosto.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaristas apelam para reajuste de professores para cativar votos

Reajuste de 33,24% concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ignorou técnico do Ministério do Educação e não considerou a pressão nas contas dos governadores e prefeitos.

28 de janeiro de 2022

Pré-candidato a deputado federal, Saullo Vianna caminha com Wilson e David

À TV RealTime1, o deputado revelou os planos dele para disputar uma vaga na Câmara Federal, bastidores da política local e quem está na frente na corrida presidencial no AM.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaro avalia com AGU se vai ou não prestar depoimento à PF

O ministro Bruno Bianco analisa os precedentes que podem ser aplicados a Bolsonaro para tentar minimizar o desgaste que poderia sofrer ao prestar depoimento.

28 de janeiro de 2022

Justiça do Distrito Federal arquiva caso do tríplex contra Lula

O MPF afirma que os crimes imputados ao ex-presidente Lula prescreveram. O petista tem 76 anos e, mesmo se condenado, a pena estaria prescrita até que pudesse ser cumprida.

28 de janeiro de 2022