fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

TRF-6 em Minas Gerais passa na frente e ‘rouba’ servidores do AM

Enquanto Minas Gerais ficará com o TRF-6, um Tribunal exclusivo, o TRF1, do qual o Amazonas faz parte, ficará responsável por 13 estados, uma matemática totalmente desigual.

23 de setembro de 2021

Compartilhe

Tefé e Tabatinga devem perder servidores (Foto: Reprodução)

A aprovação, no Senado, da criação do Tribunal Regional Federal da 6ª Região (TRF-6), com sede em Minas Gerais, deixará mais desigual a estrutura jurídica do país e prejudicará diretamente o Estado do Amazonas.

Enquanto o TRF-6 ficará responsável apenas por Minas Gerais, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, do qual o Amazonas faz parte, ficará responsável por 13 Estados (Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima, Distrito Federal e Tocantins).

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL), declarou ao Real Time1 que o tribunal ”mineiro” pode prejudicar o Amazonas, que já sofre com a escassez de pessoal para essa área. ”A criação desse Tribunal Regional Federal furou a fila da criação do nosso, que foi aprovado antes. Além de furar a fila da criação do nosso, sugou pra ele os quadros de servidores que poderiam servir para estruturar o nosso”, advertiu Marcelo.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marco Aurélio Lima Choy, declarou ao Real Time1 que uma grande chance de melhorar o aparato jurídico do Estado foi perdida. ”Infelizmente perdeu-se uma oportunidade ímpar de se criar o TRF-9 – O Tribunal Federal Amazônico, quando resolveu-se apenas a questão de Minas Gerais com o TRF-6. Como prêmio de consolação, foi aprovado o projeto que amplia mais 13 vagas para o TRF-1 (com sede em Brasília) e que tem jurisdição sobre o Amazonas”, disse Choy.

Tefé e Tabatinga devem perder servidores para o TRF6

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) declarou nesta quinta-feira (23) durante sessão plenária na Assembleia Legislativa que a aprovação se trata de um “grande acordo mineiro”. “O ex-presidente do STJ, João Noronha, que é mineiro, mandou o projeto para criação do TRF-6. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que também é mineiro, designou para relator Antônio Anastasia, que também é mineiro, e todos ‘ciscaram para dentro'”.

Corrêa falou em retrocesso pois, como se não bastassem as dificuldades que o Amazonas enfrenta, como a falta de juízes e as distâncias entre as cidades do interior, o estado deverá perder servidores, que serão remanejados para Belo Horizonte. “Separando o TRF-6, Minas Gerais vai levar metade do acervo do TRF-1 e, eles remanejarão cargos do TRF-1 para implantar o TRF-6. A criação da vara federal de Tefé e Tabatinga foi um avanço pela presença do estado brasileiro numa área do tráfico de drogas. É importante ter um juiz federal em Tefé e em Tabatinga, mas agora esses cargos foram remanejados para o TRF-6”, explicou.

Em 2011, o então governador Omar Aziz (PSD) chegou a receber apoio do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que Manaus fosse a sede do TRF da 6ª Região. A ideia era que o Tribunal abrangesse seis estados da Região Norte (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima)

O TRF da 6ª Região abrangerá o estado de Minas Gerais e terá 18 juízes. Seus cargos deverão ser criados por transformação de outros 20 cargos vagos de juiz substituto do TRF da 1ª Região.

Texto: João Luiz Onety, com informações da Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Gilberto Kassab anuncia Rodrigo Pacheco como candidato a presidente

O presidente Nacional do PSD revelou, neste sábado, que o candidato do partido à presidência, no próximo ano, será o senador Rodrigo Pacheco, presidente do Senado.

23 de outubro de 2021

Wilson Lima e David Almeida assinam convênios de mais de meio bilhão

O governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida assinarão, amanhã, uma série de convênios que representarão um presente para a cidade que fará 352 anos neste domingo.

23 de outubro de 2021

STF realiza audiência para discutir a criação do juiz de garantias

Juiz de garantias vai atuar fiscalizando a legalidade dos atos praticados pelo juiz da instrução criminal, o que gerou uma dúvida sobre a constitucionalidade desta novidade.

23 de outubro de 2021

Congresso abre prazo para apresentação de emendas a LOA da União

Lei Orçamentária Anual (LOA) do Governo Federal reservou R$ 16,2 bilhões para os parlamentares apresentarem emendas com execução obrigatória no próximo ano.

23 de outubro de 2021

Improbidade administrativa um problema recorrente das prefeituras

Para analista político, irregularidades na prestação de contas pode ser fruto da falta de pessoal, dificuldades dos servidores e até mesmo má fé com a causa pública.

23 de outubro de 2021

“Baixo orçamento é oriundo de Arthur Neto”, culpa Antônio Stroski

Titular da secretaria de meio ambiente disse que política de "encolhimento" de antecessor foi responsável pelo atual orçamento de R$ 17,1 milhões em 2022.

23 de outubro de 2021

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021