fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Sovel não vai à Câmara e é cobrada por não ter registro no CREA-AM

O vereador Kennedy Marques (PMN), que presidiu a audiência pública, lamentou a ausência de representantes da Sovel da Amazônia na audiência que discutiu poluição ambiental.

30 de abril de 2021

Compartilhe

O MPF já denunciou a empresa à Justiça Federal para reparação de danos ambientais. (Foto: Reprodução)

A falta de registro da empresa Sovel da Amazônia, indústria de papel e embalagens, no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-AM) foi questionada durante audiência pública virtual, realizada pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Manaus.

O questionamento foi feito pela engenheira ambiental do CREA-AM, Janeth Fernandes, durante a audiência, convocada pelo vereador Kennedy Marques (PMN), para apurar e encontrar soluções para o despejo irregular de material tóxico no Lago do Oscar, na Colônia Antônio Aleixo e que está prejudicando não apenas o meio ambiente, mas também pescadores e banhistas que utilizam o local.

A empresa foi convocada para participar da audiência, mas não compareceu.

Segundo Janeth Fernandes, a empresa não possui registro no CREA-AM, e denuncia que a empresa também não possui em seu quadro nenhum técnico em gestão ambiental. “Já notificamos a empresa para que apresentem a defesa, eles ainda estão no prazo, mas é preciso saber o motivo dessa falta de registro, bem como descobrirmos se eles estão registrados também no Conselho de Química”, disse.

Para o representante da empresa de Sistema de Monitoramento e Avaliação Social e Ambiental da Amazônia (Simasa), Alexandre Vitor, a empresa não ter registro junto a estes órgãos é grave. Em seu pronunciamento, ele pede que medidas mais rígidas sejam tomadas contra a empresa, que já foi multada, mas não soluciona o problema.

O vereador Kennedy Marques lamentou a ausência da Sovel da Amazônia, que foi convidada para a audiência. “Essa audiência era justamente para procurarmos soluções amigáveis com a empresa, porém eles nem justificaram o motivo de não terem mandando nenhum representante, o que me obriga a adotar outros caminhos, que irão mostrar como eles não respeitam nem o meio ambiente e nosso povo”, disse.

O parlamentar ainda sugeriu que a empresa procure obter a certificação da ISO 14001, já que ela se apresenta como contribuinte do desenvolvimento sustentável. “Recomendo que eles procurem obter esse certificado, eles possuem apenas a ISO 9001, e isso mostra que a preocupação deles está apenas no produto e não no que a cerca”, finalizou o parlamentar.

MPF já denunciou empresa

Neste mês, o Ministério Público Federal (MPF) denunciou a empresa à Justiça Federal para que seja cumprida a sentença que condenou a empresa Indústria de Papel Sovel da Amazônia Ltda. por danos ambientais provocados pelo despejo de material tóxico sem tratamento no igarapé e lago do Oscar, na zona Leste de Manaus, desde 2007.

A reportagem tentou contato com a empresa, via e-mail e telefone disponibilizados no site do órgão para saber seu posicionamento sobre as denúncias e o motivo pelo qual não compareceu a audiência. No entanto, nem o endereço eletrônico e o contato telefônico disponibilizados no site da empresa funcionam.

Com informações da Câmara de Manaus

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021