fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Sindicato diz que MP-AM coloca servidores em risco de infecção por covid-19

Entidade que representa servidores do MP pede para que o órgão reconsidere a decisão de revezamento do trabalho. Servidores do grupo de risco foram colocados no revezamento.

16 de janeiro de 2022

Compartilhe

O sindicato solicitou que o Ministério Público faça uma reavaliação da decisão o mais rápido possível (Foto: Divulgação)

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Amazonas (Sindsemp-AM) criticou fortemente as medidas do órgão para os servidores durante o período de alta de casos de covid-19 no Amazonas.

De acordo com o sindicato, pelo menos 13 servidores já testaram positivo para a covid-19 e outros 15 estão com suspeita da infecção. Além disso, 2 membros e 3 servidores do órgão já perderam a vida devido às complicações da covid-19.

Conforme uma nota da associação, o MP-AM determinou o revezamento do trabalho de seus servidores, o que, segundo o sindicato, coloca em alto risco os profissionais que precisem continuar no trabalho presencial, diante dos casos de covid-19 e influenza crescentes.

O sindicato solicitou que o Ministério Público faça uma reavaliação da decisão o mais rápido possível.


Pelo menos 600 servidores trabalham nas unidades da instituição na capital e no interior. Dentre as críticas do sindicato ao posicionamento do Ministério Público está a inclusão de servidores do grupo de risco, de estagiários e empregados terceirizados no sistema de rodízio; a manutenção do atendimento ao público de maneira presencial mesmo em pleno cenário de contaminação em massa; a impossibilidade de revezamento de funcionários em setores que contam com a atuação de apenas um servidor, dentre outras.


“É importante destacar que o MPAM atuou em outras fases da pandemia em regime de trabalho remoto e prestou seus serviços à população com excelência, apresentando ótimos índices de produtividade e utilizando seus sistemas de informática e seus canais virtuais de atendimento. Não há motivo para expor a saúde e a segurança das pessoas, bem como de suas famílias, com atendimento ao público de maneira presencial, tanto na capital quanto no interior.

“O sindicato lembra que outros órgãos adotaram o modelo de home office como regra por pelo menos até o final do mês de janeiro, resguardando seus colaboradores e, em essência, os serviços prestados prestados à população”, afirmou o presidente do Sindicato, Marlon Bernardo

Da Redação, com informações da assessoria

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson destina mais de R$ 57 milhões para os municípios Caapiranga e Anamã

Os investimentos do Governo do Amazonas têm o objetivo de melhorar a infraestrutura, o escoamento da produção agrícola e a trafegabilidade nos dois municípios.

20 de maio de 2022

Moraes bloqueia bens de Daniel Silveira para garantir pagamento de multas

Medida do ministro Moraes visa garantir que Daniel Silveira pague as multas acumuladas em mais de R$ 600 mil pelo descumprimento do uso de tornozeleira eletrônica.

20 de maio de 2022

Wilson anuncia R$ 1,3 milhão para equipamentos no Hospital de Caapiranga

O hospital recebeu reforma geral, passando por ampliações e adaptações, sendo necessário para o completo atendimento aos usuários, e reforço na estrutura.

20 de maio de 2022

Aliados de Bolsonaro indicam nova visita do presidente ao AM no dia 28 de maio

O anúncio da vinda do presidente foi feito por seus aliados no Amazonas. No entanto, a agenda presidencial ainda não foi divulgada oficialmente pelo Planalto.

20 de maio de 2022

Lula estabiliza em 44% contra 32% de Bolsonaro em nova pesquisa Ipespe

Pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país.

20 de maio de 2022

Prefeitos do AM criam novo fórum e esvaziam Associação de Municípios

Desde a eleição de Jair Souto para o comando da AAM, os demais prefeitos reclamam da falta interlocução dele com o Governo do Estado para sanar demandas do interior.

20 de maio de 2022

Escolha de ouvidor-geral nas Defensorias deve ser em lista tríplice

Segundo relator Gilmar Mendes, as atribuições conferidas aos membros da Ouvidoria-Geral das Defensorias Públicas estão entre as previstas na Constituição Federal

20 de maio de 2022

‘Wilson levou asfalto onde jamais imaginavam’, diz pré-candidato do Republicanos

Pastor da Igreja Universal diz que não é bolsonarista e tem opinião própria sobre a corrida presidencial, mas se for eleito buscará parceria mesmo com Lula na presidência.

20 de maio de 2022