fbpx

quinta, 28 de janeiro de 2021

Aleam contribui para fortalecer o banco de sangue do Hemoam

A Aleam por meio do programa Doador Legal, promove até o dia 30, ação que incentiva servidores, colaboradores e a sociedade em geral, a doação de sangue junto ao Hemoam.

23 de outubro de 2020

Compartilhe

A expectativa é que 150 doadores compareçam à sede do Hemoam (Foto: Divulgação)

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por meio do programa Doador Legal, promove até o próximo dia 30, ação que incentiva servidores, colaboradores e a sociedade em geral, a doação de sangue junto à Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam).

A expectativa é que 150 doadores compareçam à sede do Hemoam, localizada Avenida Constantino Nery, 4397, bairro Chapada de 8h às 17h, nessa que é a primeira edição da campanha em 2020, outras duas ações tiveram que ser canceladas por conta da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com a diretora de Assistência Social da Aleam, Isabel Pacheco, um dos maiores desafios para os organizadores da ação, são justamente os efeitos da pandemia. Por isso, o trabalho de conscientização e o oferecimento de atendimento seguro seguem sendo o caminho para fortalecer as doações.

“A Assembleia faz em média três ações como essa, ao longo do ano. Contudo, nossos servidores e colaboradores estavam o ano inteiro sem doar, por conta da pandemia. Mas, hoje estão aqui atendendo ao chamado do Hemoam e a adesão de todos nos deixa muito feliz”, destacou Isabel Pacheco.

Esforço mínimo

Servidora da Aleam, a jornalista Fernanda Barroso, participa do programa há três anos e assegura que o esforço para manter as doações em dia, é mínimo diante da causa. Segundo ela, ao propiciar condições de doação aos servidores a Aleam fortalece a rede de apoio ao Hemoam.

“Mais do que nunca, as pessoas precisam ter um pouco mais de sensibilidade e empatia, com aqueles que não têm muita saúde como a gente. Algumas pessoas sofrem acidentes, outras têm doenças crônicas, ou hematológicas. Mesmo com toda a pandemia estamos tendo apoio para a higienização, à questão do distanciamento. É muito legal poder participar mais uma vez”, comentou Fernanda Barroso que realizou sua quinta doação de sangue.

Protocolo

Um ambiente acolhedor e que segue estritamente os protocolos instalados pelo Ministério da Saúde (MS) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), assim Eleonora de Alencar Alves, subgerente de coleta externa do Hemoam, descreve o ambiente oferecido aos doadores. Para ela, mesmo diante do medo diante do novo coronavírus, os servidores da Aleam estão entendendo a importância de participar da campanha.

“Quero agradecer a Assembleia, por meio da sua diretoria de Assistência Social. Imagino o quanto essa atividade está sendo desafiadora, mas garantimos aos servidores e a sociedade em geral, que seguimos todos os protocolos de saúde e, além disso, propiciamos um ambiente agradável para todos. Itens como mascará e álcool gel estão sendo disponibilizados e o distanciamento social está sendo cumprido. Quem vier, também receberá lanche e uma linda camisa doada pela Aleam”, explicou Eleonora Alves.

Via de mão dupla

Doar sangue é ficar por dentro da sua saúde sorológica. A subgerente de coleta externa do Hemoam, Eleonora Alves, lembra ainda, que antes de ter seu sangue aprovado para as demais etapas de doação, o doador passa por uma bateria de exames sorológicos que podem revelar doenças até então desconhecidas pelo indivíduo.

“Ele passa pelo verdadeiro check-up sorológico. Podem ser detectadas doenças como: hepatite B, C, doença de chagas, sífilis, HIV 1, 2, HTLV 1, 2, tipagem sanguínea, fator RH entre outros. A pessoa faz os exames e com 30 dias a pessoa recebe o resultado”, frisou Eleonora Alves.

Doação por amor

O empresário Ricardo Feitosa Paixão também compareceu ao Hemoam, nesta quinta-feira (22), para doar. Mas, para fazer uma doação diferente, pouco conhecida entre a população. Ricardo estava lá, para fazer a chamada doação Aferese, ele mesmo quis explicar no que consiste o método.

“É uma doação especifica. O plasma e a plaqueta são separados do sangue. Uma máquina separa e filtra o sangue que depois é reintegrado ao organismo. Essa doação requer tempo e muita vontade de ajudar ao próximo”, explicou Ricardo Paixão.

Dependendo da necessidade, os organismos separados do sangue, são enviados para paciente submetidos a cirurgias, a exemplo das cardíacas.

Leia Mais:

Veja mais notícias

Vacina da AstraZeneca está liberada para distribuição em Manaus

Plano apresentado pela prefeitura está de acordo com as diretrizes da Fiocruz e do Ministério da Saúde, segundo despacho da juíza Jaiza Fraxe.

27 de janeiro de 2021

Wilson Lima contradiz Pazuello e diz que avisou sobre falta de oxigênio

Em entrevista à imprensa, governador afirmou que informou ao Ministério da Saúde assim que a White Martins avisou que teria problemas com a falta de oxigênio.

27 de janeiro de 2021

Indignado, David diz que Ministério Público agiu arbitrariamente

Após MPE solicitar à Justiça sua prisão preventiva, o prefeito emitiu nota em que afirmou estar profundamente indignado com a atuação ilegal e arbitrária de membros do MPE.

27 de janeiro de 2021

População do AM tem acesso a atendimento clínico via ChatBot

Sistema que utiliza inteligência artificial foi desenvolvido em parceria com a Samel Health Tech e Instituto Transire e entrou no ar nesta quarta-feira (27).

27 de janeiro de 2021

Oito municípios do interior já enviaram lista com nomes de vacinados ao TCE

Entregaram relação nominal dos vacinados as Prefeituras de Guajará, Silves, Maués, São Gabriel da Cachoeira, Barreirinha, Novo Aripuanã, Jutaí e Uarini.

27 de janeiro de 2021

Prefeitura cria gabinete para acompanhar vacinação contra Covid em Manaus

Os integrantes da comissão farão a auditoria das listas de vacinação e a apuração das irregularidades cometidas por servidores municipais na execução do plano de imunização.

27 de janeiro de 2021

Amom ainda na ‘briga’ para evitar cancelamento do Enem no Amazonas

O Inep solicita que a aplicação das provas no Amazonas sejam suspensas, até que seja finalizado o estado de calamidade pública. Antes o órgão não queria aceitar o adiamento.

27 de janeiro de 2021

Prefeitura de Manaus pede liberação das vacinas à Justiça

O lote referente à capital amazonense está retido na FVS-AM por ordem da juíza federal Jaiza Fraxe que, dentre algumas determinações, quer mais transparência da Prefeitura.

27 de janeiro de 2021