fbpx

terça, 25 de janeiro de 2022

Senadores querem volta às aulas apenas com vacina para professores

Ao menos duas das emendas apresentadas por senadores condicionam o retorno às aulas presenciais à vacinação de profissionais e funcionários da educação.

28 de abril de 2021

Compartilhe

Alguns senadores acreditam que só a priorização dessa categoria não seria suficiente (Foto: Agência Brasil)

Está previsto para ser votado nesta quinta-feira (29), no plenário do Senado Federal, o projeto de lei (PL) 5595/2020, que determina a volta às aulas presenciais durante a pandemia e estabelece a educação básica e superior como serviço essencial.

Pelo menos cinco emendas ao texto foram apresentadas pelos senadores nos últimos dias. Ao menos duas delas condicionam o retorno às aulas presenciais à vacinação de profissionais e funcionários da educação.

Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou texto substitutivo da relatora Joice Hasselmann (PSL-SP). Agora, a proposta aguarda o parecer do relator no Senado, Marcos do Val (Podemos-ES). Do Val disse que, a princípio, vai manter o texto na forma como foi aprovado na Câmara. O relator, no entanto, afirmou que ainda não leu as sugestões dos senadores e que deve se decidir só amanhã, antes da votação.

Os senadores Zequinha Marinho (PSC-PA) e Rose de Freitas (MDB-ES), autores das emendas que condicionam o retorno presencial à vacinação de professores e de funcionários de escolas, entendem que apenas a priorização dessa categoria não seria suficiente. 

“Sem a imunização desses profissionais, os riscos de contágio farão com que a medida de retorno às aulas seja frustrada, uma vez que é provável que até mesmo os pais de alunos não sintam segurança em encaminhar seus filhos de volta às salas de aula”, justifica a senadora Rose de Freitas, na emenda enviada ao relator. 

Com informações do Congresso em Foco

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima entrega itens para agricultores e promete novo terminal pesqueiro

O governador entregou mais de 16 mil sementes, kits para seringueiros e serrarias portáteis. Durante a entrega Wilson Lima prometeu construir o novo terminal pesqueiro.

25 de janeiro de 2022

Amazonino Mendes anuncia que testou positivo para o novo coronavírus

Ex-govenador e pré-candidato nas eleições deste ano, Amazonino Mendes informou que está com Covid-19 e já iniciou o período de isolamento social sob orientação médica.

25 de janeiro de 2022

Guru do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho morre nos Estados Unidos

Escritor e ex-astrólogo, Olavo de Carvalho foi classificado pelo presidente Jair Bolsonaro como "farol para milhões de brasileiros". A morte foi anunciada pela família.

25 de janeiro de 2022

Ciro Gomes volta a acenar a Marina Silva para vice-presidência

Pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro voltou a dizer que gostaria de Marina Silva (Rede) com ele em uma chapa, ao mesmo tempo em que atacou Lula e Bolsonaro.

25 de janeiro de 2022

‘Muito acima do necessário’, diz Zé Ricardo sobre Fundão de R$ 4,9 bi

Zé Ricardo disse que é a favor do financiamento público de campanha, mas defendeu que a quantia fosse calculada com base na eleição anterior, resultando em um valor menor.

25 de janeiro de 2022

Governo do AM vai lançar pacote de R$ 1,5 bilhão em investimentos

O governador Wilson Lima anunciou que 87% das promessas de campanha já foram cumpridas e a meta é que até dezembro deste ano 100% das promessas sejam cumpridas.

25 de janeiro de 2022

Governo investe R$ 3,8 milhões para levar água potável à população de Maraã

No município, a água é captada por meio de 17 poços submersos, sendo que 13 estão ativos e quatro inativos. O investimento de R$ 3,8 milhões será usado para tratar os poços.

25 de janeiro de 2022

Wilson entrega incentivo para agricultura familiar e produção, no Amazonas

O Governo do Amazonas vai repassar 16.411 sementes e mudas para agricultores familiares, resultado de investimento de R$ 5.377.000,00 para o setor primário do Estado.

24 de janeiro de 2022