fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

Senado aprova novo marco legal das ferrovias e projeto segue para Câmara

Texto trata de novos instrumentos de concessão ou autorização, além de exploração de ferrovias em regime privado, tanto em nível federal, quanto estadual e municipal.

6 de outubro de 2021

Compartilhe

Projeto visa expansão do setor ferroviário (Foto: Agência Brasil)

O Senado aprovou ontem (5) um projeto de lei (PL) que cria um novo marco legal das ferrovias brasileiras. O texto trata de novos instrumentos de concessão ou autorização, além de exploração de ferrovias em regime privado, tanto em nível federal, quanto estadual e municipal. Na prática, são diretrizes para expansão do setor ferroviário no país. Agora, o PL segue para a Câmara.

O projeto sofreu alterações pelo relator, Jean Paul Prates (PT-RN), gerando um substitutivo. Ele prevê que o transporte ferroviário em regime de direito público pode ser executado diretamente por União, estados e municípios; ou, indiretamente, por meio de concessão ou permissão. Mas a execução direta do transporte ferroviário pela União ocorrerá apenas quando for necessário garantir a segurança e a soberania nacionais ou em casos de relevante interesse coletivo.

O uso da modalidade da autorização para a construção de novas ferrovias é a principal novidade do projeto. Nesse modelo, o Poder Público possibilita que o particular assuma o risco da operação ferroviária investindo em projetos de seu interesse. A proposta é diversa da concessão, na qual o investimento é bancado pelo Estado, buscando o atendimento dos seus interesses estratégicos.

“Nós estamos votando uma lei geral das ferrovias”, disse Prates. “Então, estamos regulando a inclusão das autorizações no mundo jurídico das ferrovias. E também a autorregulação. Ela não se sobreporá em momento algum à regulação setorial ferroviária. Ela se cinde aos aspectos técnicos e operacionais de um sistema ferroviário, nada mais. E ela, ainda assim, se sujeita à mediação final, caso haja conflitos, do órgão regulador. Mas é importante para dar agilidade a sistemas”, acrescentou ele durante a sessão.

O marco legal aprovado nesta terça-feira oferece a possibilidade de um operador ferroviário de passageiros contar com outros imóveis próximos à linha para ajudar na tarifa e diminuir a necessidade de subsídio estatal. Segundo Prates, trens de passageiros no mundo não se pagam apenas pela tarifa de uso dos passageiros. A ideia é que os serviços de transporte por trens dependam o mínimo possível de subsídio estatal.

Fontes: Agências Brasil e Senado

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021