fbpx

terça, 19 de janeiro de 2021

Roberto Cidade diz que é necessário respeitar os 16 votos que o elegeram

O deputado disse que é preciso superar as discordâncias políticas para o bem maior da população e disse que defende a legitimidade do processo de escolha da nova Mesa.

9 de dezembro de 2020

Compartilhe

O deputado disse que é preciso superar as discordâncias políticas (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Roberto Cidade (PV), foi eleito presidente da Casa, para o biênio 2021/2022, defendeu a legitimidade do processo de escolha da nova Mesa Diretora. O deputado disse que é preciso superar as discordâncias políticas para o bem maior da população.

“É preciso respeitar a legitimidade dos 16 votos dos parlamentares que consagraram a nossa chapa vencedora. Todos os ritos foram seguidos, respeitados e tiveram a participação de todos os deputados”, destacou o deputado.

O novo presidente da Assembleia acrescentou que a população espera do parlamento uma “postura proativa, respeitosa e democrática”.

“Temos que sempre colocar os interesses da população amazonense em primeiro lugar”, pontuou Roberto Cidade.

Respeito

Ainda na tribuna da Aleam e apoiado por apartes de seus pares, Roberto Cidade, disse que respeita o direito de qualquer cidadão de contestar e requerer na justiça quando se sentir prejudicado, mas lembrou que no caso da votação que o elegeu presidente do Poder Legislativo para os próximos dois anos, se faz fundamental acatar a escolha da maioria.

A votação de quinta-feira (3) terminou com 16 votos para Roberto Cidade, contra 8 votos de Belarmino Lins (PP).

“Porém, há sempre que se respeitar a democracia e conviver com os resultados em que uma maioria se manifesta a favor de um posicionamento diferente, sempre respeitando o direito e as leis estabelecidas”, enfatizou Roberto Cidade.

O parlamentar aproveitou para agradecer mais uma vez, a confiança dos 16 colegas deputados. Ele ainda reforçou sua confiança no Poder Judiciário e disse que aguardará a decisão.

“Minha total confiança no Poder Judiciário do nosso Estado, e aguardaremos, respeitosamente, a análise final e as determinações judiciais para que possamos, com tranquilidade, acatar e cumprir os ditames legais”, finalizou Roberto Cidade.

Fonte: assessoria

Leia Mais:

Veja mais notícias

Bolsonaro ignora caos na saúde e não prioriza vacinação em Manaus

Doses recebidas pelo AM devem ser aplicadas prioritariamente e obrigatoriamente nos indígenas aldeados. Apenas 36% dos profissionais de saúde devem ser imunizados em Manaus.

19 de janeiro de 2021

Em efeito dominó falta de oxigênio hospitalar atinge cidade no Pará

A cidade de Faro (PA), que faz fronteira com Nhamundá (AM), anunciou o colapso do sistema de saúde e registrou seis mortes devido a falta do insumo.

19 de janeiro de 2021

Amazonas não tem previsão de quando receberá novo lote de vacina

Instituto Butantã ainda aguarda a chegada do princípio ativo para a fabricação das doses, o chamado Insumo Farmacêutico Ativo, que é importado da China.

19 de janeiro de 2021

Deputados discutem fim do recesso e destinação de verbas ao interior

A discussão do recesso, no entanto, ficou somente em discursos, já que não tinha quórum para iniciar votação. A próxima reunião extraordinária será dia 26 de janeiro.

19 de janeiro de 2021

David nomeia Arone Bentes como coordenador financeiro do Proama

Arone é presidente estadual do PROS e marchou na candidatura de David à prefeitura de Manaus, em 2020. Nomeação foi assinada e publicada no DOM no dia 18,

19 de janeiro de 2021

Doses da vacina terminam em menos de uma semana em Manaus

Com número menor de doses, prefeitura redefine Plano de Vacinação. Vacinas encaminhadas pelo governo federal conseguirão imunizar apenas 34% dos profissionais de saúde. E só!

19 de janeiro de 2021

Fornecedora de oxigênio, White Martins ingressa com ação no STF

A empresa justificou que a “ação está em linha com a decisão do STF que determinou a União como responsável pela coordenação dos assuntos relacionados à crise" em Manaus.

19 de janeiro de 2021

Com apenas 386 índios aldeados, Manaus perde doses da vacina

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

19 de janeiro de 2021