fbpx

sexta, 07 de maio de 2021

Regulamentação da profissão de educador social tem audiência nesta segunda

O deputado Pedro Uczai (PT-SC), que pediu a realização da audiência, é relator de dois projetos em análise no colegiado e a audiência acontece nesta segunda-feira.

3 de maio de 2021

Compartilhe

Educador social é tema de audiência nesta segunda-feira na Câmara (Foto: Divulgação)

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados discute nesta segunda-feira (3) a regulamentação da profissão de educador social. O deputado Pedro Uczai (PT-SC), que pediu a realização da audiência, é relator de dois projetos em análise no colegiado (PLs 2676/19 e 2941/19) que buscam regular a atividade.

Segundo a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), educador social é o profissional que atua na identificação das necessidades de pessoas em situação de vulnerabilidade, desenvolvendo atividades e ações de tratamento.

“O educador e a educadora social no Brasil são índios, negros, favelados, assentados, caiçaras, moradores de rua, artista, esportistas, quilombolas, religiosos, ambientalistas, universitários, são os griôs, os capoeiristas, indígenas, ribeirinhos”, afirma Uczai. “Não há rol taxativo, um número significativo de militantes, profissionais, pesquisadores, estudantes se identificam como educadores sociais”, informa a Agência Câmara.

Os dois projetos em análise na comissão buscam reconhecer os educadores sociais. “A principal divergência de ambos consiste no grau de escolaridade exigido para o exercício da profissão”, explica o relator. O PL 2676/19, da deputada Luzianne Lins (PT-CE), exige a formação em nível médio, e o PL 2941/19, do senador Telmário Mota (Pros-RR), nível superior.

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto:
a deputada Luzianne Lins;
o chefe de gabinete do senador Telmário Mota, João Rios;
a presidente da Associação dos Educadores e Educadoras Sociais do Ceará (Aesc), Eveline Mendes;
o professor do Departamento de Administração Escolar e Economia da Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) Roberto da Silva;
a presidente da Associação de Educadores Sociais de Maringá, Verônica Müller; e
o educador social de Florianópolis Guilherme Furtado.

A audiência será realizada no plenário 12, a partir das 9 horas. Os interessados poderão acompanhar a reunião pelo portal e-Democracia, enviando perguntas, críticas e sugestões.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021