fbpx

terça, 26 de janeiro de 2021

Primeiro eu: deputados do AM esquecem principal função no Legislativo

Na Aleam, deputados 'brigam' por benefícios a grupos políticos e deixam de lado uma das principais serventias da função: defender os interesses da população.

10 de dezembro de 2020

Compartilhe

Parlamento tem brigado por interesses pessoais (Foto: Izaías Godinho)

“Farinha pouca, meu pirão primeiro”. Esse ditado popular parece nortear o posicionamento dos deputados na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nos últimos dias.

Os parlamentares que ali atuam parecem ter esquecido que são representantes do povo, uma vez que mais têm procurado agir em busca de benefício próprio que pela coletividade.

Helso Ribeiro do Carmo é analista político e destaca que, além da ineficiência em atender os anseios populares, o parlamento brasileiro custa muito caro. No Amazonas, por exemplo, cada um dos 24 deputados, custou cerca de R$ 14 milhões/ano ao tesouro do Estado, referente à R$ 1,2 milhões mensais.

O analista também ressalta que, como representante do povo, a atuação dos deputados está de conformidade com a população que os escolhe.

“A democracia representativa está em xeque. Às vezes, a população não exerce a cidadania o suficiente. De tal forma que, a gente sabe da má atuação e reelege deputados que não comparecem nunca. O desleixo da população resulta no desleixo da representação”, conclui.

Grupos em confronto

Para o analista político, a individualidade sobrepondo a coletividade ficou ainda mais evidente após a votação da chamada “PEC Miojo”.

“Há muito tempo que sociólogos e cientistas políticos, colocam essa fragilidade do parlamento. Rosseau diz que as leis são úteis e boas para quem tem posses e poder. Isso me lembra o parlamento. Como expliquei, esse sistema de democracia representativa demanda muito do cidadão”, disse Helso.

Reportagem: Rosianne Couto

Leia Mais:

Veja mais notícias

Manifesto na internet quer viabilizar auxilio de R$ 500 no Amazonas

De acordo com os organizadores, as assinaturas são fundamentais para que esta proposta possa ser apresentada para a Câmara Municipal de Manaus e para a Assembleia Legislativa

25 de janeiro de 2021

Em Manaus, Pazuello pede reforço aos atendimentos na Atenção Básica

A recomendação foi feita ao prefeito David Almeida, durante reunião do Comitê de Crise – Controle de Operações Especiais (COE), na manhã desta segunda-feira (25).

25 de janeiro de 2021

Deputado quer investigação de preços abusivos na venda de oxigênio

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o aumento sem justa causa de preços constitui em prática abusiva. Tal ação é expressamente proibida, conforme art.39 do CDC.

25 de janeiro de 2021

Idosos do Doutor Thomas recebem 1ª dose da Coronavac nesta terça

Ao todo, entre idosos e profissionais de saúde que atuam na Fundação, 346 devem receber a primeira dose da Coronavac. Vacinação em drive-thru não tem data para iniciar.

25 de janeiro de 2021

TCE-AM dá 72h para Prefeitura justificar falhas na lista de vacinados

Os técnicos da Corte de Contas identificaram dezenas de nomes repetidos e centenas de CPF´s inexistente ou errados, além da falta de especificações de cargos e lotações.

25 de janeiro de 2021

Cartórios ganham na Justiça direito de permanecer abertos no AM

Decreto estadual limitou a abertura dos cartórios apenas para serviços de registro de nascimento e óbito. Juiz atendeu pedido da Anoreg e derrubou a restrição.

25 de janeiro de 2021

Por vacinação indevida, SES-AM exonera diretora do HPS da Criança da ZL

Apuração da pasta identificou que foi a servidora que incluiu, indevidamente, um servidor da Casa Civil na lista de trabalhadores de saúde que deveriam ser vacinados.

25 de janeiro de 2021

Wilson Lima manda demitir motorista que furou fila da Coronavac

O funcionário que tem cargo de assessor técnico consta na lista de vacinados. Governador disse que não compactuará com esse tipo de conduta e determinou que seja exonerado.

25 de janeiro de 2021