fbpx

domingo, 16 de janeiro de 2022

Presidente Figueiredo aumenta em 20% contrato ‘suspeito’ com empresa

Contrato no valor de R$ 3.777.986,00 com a empresa HSX Engenharia e Construções LTDA. foi assinado pela prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes Miranda.

22 de dezembro de 2021

Compartilhe

Patrícia Lopes Miranda, prefeita de Presidente Figueiredo (Foto Reprodução)

A prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes Miranda (MDB), assinou mais um contrato polêmico de sua gestão à frente da administração do município. Desta vez, o contrato tem valor global orçado em mais de R$ 3,7 milhões para os serviços de iluminação pública no município.

O destaque fica para uma errata divulgada no último dia 20, com atualização do valor do contrato em mais 20%, elevando o valor de R$ 3.029.914,19 para R$ 3.777.986,00.

Quem vai receber o montante é a empresa HSX Engenharia e Construções LTDA., que venceu processo licitatório por meio do pregão presencial Nº 035/2021.

A empresa deverá executar os serviços de fornecimento, instalação e execução da substituição de luminárias existentes por luminárias de LED no município.

Na edição da última segunda-feira (20) do Diário Oficial Eletrônico (DOE) dos municípios do Estado do Amazonas, a Comissão Municipal de Licitação divulgou uma errata de publicação do despacho de adjudicação e homologação do pregão presencial.

Valor global do contrato é superior ao divulgado pela Prefeitura

Não houve alteração no número de itens a serem fornecidos e nem na prestação do serviço. No entanto, a errata trouxe alterações no número de valores a serem pagos à empresa HSX Engenharia e Construções LTDA.

Antes, juntos os valores somavam o total de R$ 3.029.914,19 (três milhões, vinte e nove mil, novecentos e quartoze e dezenove centavos). No entanto, a Prefeitura de Presidente Figueiredo divulgou um valor superior, com acrescimo de R$ 748.085,81, elevando o valor do contrato para R$ 3.778.000,00 (três milhões, setecentos e setenta e oito mil). (Veja a imagem abaixo)

Conforme análise do RealTime1, a soma de todos os valores (300.076,20+124.760,40+1.721.698,80+883.378,79) resultaria em R$ 3.029.914,19, valor bem abaixo dos R$ 3.778.000,00 divulgados pela própria Prefeitura de Presidente Figueiredo.

Errata trouxe atualização nos valores em mais de 20%

Na nova publicação, a diferença do valor dos itens subiu mais R$ 748.071,81, chegando ao valor global de R$ 3.777.986,00, que antes era de R$ 3.029.914,19. (Veja a imagem abaixo)

A empresa HSX Engenharia e Construções LTDA. vai fornecer 900 unidades de braço para iluminação pública – de dois metros, com valor de R$ 374.256,00; 300 unidades de braço para iluminação pública, de três metros, com valor de R$ 155.460,00; 1,5 mil unidades de luminária pública de LED, com potência máxima de 60W, com valor de R$ 2.146.785,00; e 700 unidades de luminária pública de potência de 150W, com valor de R$ 1.101.485,00.

O Realtime1 procurou a assessoria da Prefeitura de Presidente Figueiredo para saber qual a justificativa do órgão para o aumento de mais R$ 20% no valor do contrato, porém até a publicação desta matéria não houve retorno.

Clique AQUI para ter acesso à edição do DOE publicado na última segunda-feira com a errata assinada pela prefeita de Presidente Figueiredo.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sindicato diz que MP-AM coloca servidores em risco de infecção por covid-19

Entidade que representa servidores do MP pede para que o órgão reconsidere a decisão de revezamento do trabalho. Servidores do grupo de risco foram colocados no revezamento.

16 de janeiro de 2022

Militares ensaiam retorno a posição mais discreta depois de fiasco no governo Bolsonaro

Desde o início a posse do presidente Bolsonaro, militares das três forças embarcaram no governo do ex-capitão expulso do Exército baseados na alta avaliação da população.

16 de janeiro de 2022

Ministros do STF atuam na disputa por indicação de vagas do STJ

Gilmar, Fux, Toffoli e Nunes Marques apoiam postulantes às duas cadeiras que serão preenchidas no Superior Tribunal. O STJ está há um ano com menos dois ministros.

16 de janeiro de 2022

Bolsonaro fala com donos de pousada interditada por não se vacinarem

Proprietários de pousada em Fernando de Noronha (PE) haviam se recusado a tomar vacina. Bolsonaro criticou decisão do governador pernambucano Paulo Câmara (PSB).

16 de janeiro de 2022

Bolsonarista Luciano Hang recupera conta no Twitter após 3 dias suspenso

Hang foi suspenso do Twitter nesta quarta-feira (12) por compartilhar fake news. A assessoria do empresário argumentou que a decisão viola a liberdade de expressão dele.

16 de janeiro de 2022

Capitã Cloroquina é condenada a pagar R$ 10 mil em ação contra Aziz

Capitã Cloroquina alegou no processo “demonstração de misoginia” em críticas feitas pelo senador Omar Aziz em entrevistas à imprensa. O senador alegou imunidade parlamentar.

16 de janeiro de 2022

TV RealTime1 promove série de entrevistas para explicar regras eleitorais

A minireforma eleitoral, aprovada em 2021, trouxe dúvidas para candidatos e eleitores e, por isso, a TV RealTime1 fará três programas especiais sobre o tema nesta semana.

16 de janeiro de 2022

Érico Desterro diz que Tribunal de Contas tem autonomia para analisar gastos da ALE-AM

Érico Desterro preside pela segunda vez o Tribunal de Contas do Amazonas. Na avaliação dele, o Tribunal de Contas é totalmente independente apesar de orçamento compartilhado.

15 de janeiro de 2022