fbpx

domingo, 24 de janeiro de 2021

Prefeitura de Parintins mantém atendimento médico para paraenses

Hospitais do município recebem pacientes de municípios paraenses de Terra Santa, Faro e Juruti. Governo do Pará fechou a divisa fluvial do estado com o Amazonas.

14 de janeiro de 2021

Compartilhe

Parintins, que é referência no atendimento da regional Baixo Amazonas, recebe os pacientes nas situações de urgência e emergência.

O secretário de saúde de Parintins, Clerton Rodrigues afirmou que mesmo sem receber nenhum recurso ou apoio do Estado do Pará as unidades de saúde do município (a 369 quilômetros de Manaus) atendem paraenses.

Mesmo com a decisão do Pará fechar a divisa com o Amazonas, a prefeitura de Parintins informou que todos, independente da origem, receberão atendimento médico.

Referência no Baixo Amazonas

Os municípios de Terra Santa, Faro e Juruti deveriam referenciar os pacientes para seu Estado, direcionando para Santarém ou para Oriximiná, disse o secretário de saúde.

“O Pará não tem pacto interfederativo com o Amazonas para que se possa receber esses pacientes. No entanto, Parintins, que é referência no atendimento da regional Baixo Amazonas, recebe os pacientes nas situações de urgência e emergência”, explica.

O secretário frisou, que embora o SUS (Sistema Único de Saúde) seja universal, os gestores municipais precisam arcar com suas responsabilidades e garantir o atendimento de suas populações.

“Para que possamos diminuir a sobrecarga de atendimentos em Parintins”, explica.

Parintins é o segundo município no interior do Estado em número de casos confirmados (7.596) e óbitos (168) pela Covid-19, conforme boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas.

O Hospital Jofre Cohen tem 78 pacientes internados com a doença viral, sendo três de outros municípios, 160 casos em tratamento e 323 pessoas em monitoramento, segundo a prefeitura.

Veja mais notícias

Confira a edição extra do Diário Oficial que traz o novo decreto

Governo do Estado publicou,, em edição extra do Diário Oficial, decreto que institui, até 31 de janeiro, a restrição da circulação de pessoas durante as 24 horas do dia.

23 de janeiro de 2021

‘Momento de esperança’, fala cientista da Fiocruz ao ser vacinada

A pneumologista e pesquisadora Margareth Dalcolmo, foi uma das primeiras a receber a vacina Oxford-AztraZeneca-Fiocruz na tarde deste sábado. Vacina chegou ao Brasil ontem.

23 de janeiro de 2021

AM vai receber mais 132. 500 doses de vacina, afirma Wilson Lima

Ele ainda ressaltou que os imunizantes serão destinadas, prioritariamente, aos idosos acima de 75 anos e profissionais da linha de frente no combate à Covid-19 .

23 de janeiro de 2021

PGR pede que o STF apure conduta de ministro em relação a Manaus

Após analisar as informações, apresentadas em ofício de quase 200 páginas, e atento à situação calamitosa de Manaus, o procurador-geral vai apurar os fatos.

23 de janeiro de 2021

Lista de vacinados será disponibilizada na segunda, às 9h, diz TCE

Técnicos do Tribunal estão cruzando os dados dos vacinados da lista enviada com a folha de pagamento e com os dados da Receita Federal dos respectivos servidores e locações.

23 de janeiro de 2021

Governador endurece medidas de restrição e descarta lockdown

A partir de segunda, Manaus tem horários mais rígidos para funcionamento de comércio e serviços essenciais, além de restrição de circulação de pessoas para conter a pandemia.

23 de janeiro de 2021

Após apertar cerco pela transparência, juíza manda recado pelo twitter

"Se o seu nome consta em alguma lista oficial e você não estava na fila 1 do Ministério da Saúde e cometeu atos ilícitos, você pode ser responsabilizado por cada morte".

23 de janeiro de 2021

Amom quer que David antecipe o “Auxílio Manauara”, para fevereiro

“Auxílio Manauara” foi uma promessa de campanha do atual prefeito de Manaus. A ajuda de R$ 200 serviria para diminuir os impactos causados com o fechamento de comércios.

23 de janeiro de 2021