fbpx

sexta, 07 de maio de 2021

Pré-julgamentos prejudicam trajetórias e destroem reputações

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

3 de maio de 2021

Compartilhe

O caso da compra de respiradores no Amazonas com denúncias de superfaturamento e o linchamento virtual de pessoas antes de comprovado seu real envolvimento é um típico caso de como reputações podem ser destruídas e de como, por meio de pré-julgamentos, pessoas podem ter suas carreiras e trajetórias destruídas. A jornalista e ex-secretária de comunicação Daniela Assayag foi uma das mais recentes vítimas deste tipo de prática comum em tempos de mídias sociais. Daniela foi pré-julgada, condenada e virtualmente linchada, perdendo o cargo e sendo obrigada a se resguardar do convício social por dez meses. Agora inocentada em relatório da Polícia Federal, Daniela quebrou o silêncio em suas redes sociais.

___

SILÊNCIO, PACIÊNCIA E TEMPO

“As grandes injustiças só podem ser combatidas com três coisas: silêncio, paciência e tempo”. A frase do filósofo romano Sêneca foi escolhida pela ex-secretária de Comunicação Daniela Assayag para quebrar o silêncio que manteve após pedir exoneração por ter seu nome envolvido no caso. A ex-secretária recorreu às redes sociais nesta segunda-feira (03) para desabafar e comunicar sua inocência. “Fui julgada, condenada e executada em praça pública. Depois inocentada, mas agora reservadamente, em um documento oficial, sem alardes e nem manchetes”, postou. Ela reclamou das mensagens de ódio que recebeu ao longo desses dez meses e de que, após ter estado nas manchetes dos noticiários, foi resumida a uma nota de rodapé.

___

ARES DE CANDIDATO

A decisão do ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, do Superior Tribunal Eleitoral (TSE), que negou recurso da defesa de Adail Filho (PP) contra a cassação do registro de sua candidatura nas eleições 2020 e reafirmou a determinação de que novas eleições sejam realizadas em Coari, não tem impedido que “Adailzinho” aja como candidato na cidade. Mesmo com o registro cassado e impedido de candidatar-se, Adail Filho tomou as rédeas de uma campanha em favor de quem quer que seja o candidato de sua família ao pleito, que ainda não tem data definida para acontecer.

___

EM CAMPANHA

Em ritmo de campanha, Adail Filho concedeu entrevista para o programa Alô Coari, da Rádio Nova Coari FM. Segundo “Adailzinho”, nada está decidido ainda: a decisão do ministro Tarcísio Vieira teria sido monocrática e as eleições ainda não têm data definida. Para ele, seus opositores, incapazes de derrotá-lo nas urnas, decidiram judicializar as eleições em Coari e vencer “no tapetão”. Adail deixa crer que ainda pode ser efetivado no cargo de prefeito e que só sua família pode fazer algo por Coari e pelos Coarienses. Robson Tiradentes (PSC), segundo colocado nas eleições, disse que toda resposta ao clã Pinheiro será dada nas urnas e que já está articulando com lideranças do município para viabilizar sua vitória na nova eleição de Coari.

___

NA BASE

O deputado federal Sidney Leite (PSD) visitou no final de semana sua principal base eleitoral, o município de Maués. Acompanhado do sobrinho e prefeito da cidade, Júnior Leite (PSC), o deputado visitou as comunidades de Maringá (Parauari), Ilha Michiles, Pingo de Ouro, Vila Darcy (Parauari), São Benedito das Pedras (médio Apocuitaua), São Pedro do Urariá e São Pedro do Lago grande, onde inaugurou escolas. O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado estadual Roberto Cidade (PV) também estava na comitiva de Sidney Leite.

___

2022 É LOGO ALI

Cumprindo uma agenda intensa, Sidney Leite também participou da inauguração do primeiro Centro de Referência em Fisioterapia e Fonoaudiologia de Maués, localizado no bairro de Santa Luzia, na sede do município. O deputado classificou a inauguração como uma atitude de vanguarda da administração municipal. O centro leva o nome de Carolino Dias dos Santos, ex-vereador e ex-prefeito de Maués. A visita do deputado às suas bases eleitorais é mais uma prova de que 2022 é logo ali e que as articulações já estão de vento em popa.

___

TREINAMENTO

O ex-ministro Eduardo Pazuello está passando por um treinamento dentro do Palácio do Planalto para falar sobre a CPI da Covid. O treinamento inclui simulações de como o ex-ministro será sabatinado pelos membros da CPI. A estratégia de defesa de Pazuello inclui jogar a culpa para todos lados. Os culpados pelas dificuldades enfrentadas pelo País durante a pandemia seriam desde organismos internacionais de Saúde, como a OMS, até governadores, STF, Congresso Nacional e TSE. Esse tipo de argumento costuma funcionar entre os apoiadores do governo, mas não deve convencer os membros da CPI.

___

DE OLHO NA ENERGIA

O deputado federal Zé Ricardo (PT) solicitou na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), via ofício, fiscalização para verificar os contínuos desligamentos de energia elétrica em Manaus, bem como em alguns municípios no interior do Amazonas. Segundo o deputado, a situação recorrente que pode se caracterizar em descontinuidade do serviço público. Zé Ricardo quer também fiscalização para verificar investimentos, custo da tarifa, qualidade e segurança na prestadora de serviço de distribuição de energia elétrica do Estado do Amazonas e, em particular, de Manaus.

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021