fbpx

domingo, 17 de janeiro de 2021

Plenário da Aleam adia votação de projetos de lei pela terceira vez

A votação de aproximadamente 30 projetos de lei foi novamente adiada. Foi a terceira vez que o plenário decidiu prorrogar a votação, alegando que precisa fazer ajustes na LDO.

19 de agosto de 2020

Compartilhe

Votação adiada pelo plenário da Assembléia Legislativa (Foto: Izaias Godinho)

A votação de aproximadamente 30 projetos de lei da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) foi adiada pela terceira vez. Os parlamentares decidiram votar esta pauta somente nesta quinta-feira (20).

Na sessão desta quarta-feira (19), 13 deputados estaduais registraram presença em plenário, quantidade suficiente para dar início à deliberação dos projetos de lei. Mas a votação foi novamente adiada.

A deputada Alessandra Campêlo (MDB) ainda tentou justificar o adiamento. Segundo ela, alguns ajustes estão sendo feitos na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e, por conta disso, os parlamentares preferiram adiar os trabalhos.

“Estamos fazendo alguns ajustes na LDO para atender os poderes. Por isso, vamos deixar essa votação para amanhã. A votação de amanhã também vai contemplar mensagens governamentais, matérias do tribunal de justiça”, afirmou a parlamentar.

A parlamentar disse ainda que a votação da LDO vai demandar mais tempo de votação. Ela também explicou que a aprovação de lei é importante porque determinará as diretrizes de todo o orçamento do Estado.

“Por exemplo, se a gente a colocar uma política pública para as mulheres vítimas de violência doméstica, no fim do ano a gente coloca o valor referente aquela política pública na Lei Orçamentária”, disse.

O deputado estadual Saullo Vianna (PTB), que é relator da LDO, disse que conversou com os poderes do Estado para a definição do aumento no duodécimo dos órgãos. E afirmou que relatório está finalizado, mas podendo sofrer alterações no plenário. E a Lei pode ser votada.

“Neste ano houve uma particularidade. Na lei federal de socorro aos Estados e municípios, uma das exigências era que não houvesse aumento de repasse aos poderes, mas com exceções. Sentamos com os outros poderes para que, dentro do pedido deles, pudéssemos adequar ao que era exceção à lei federal. Em cima disso, foi elaborada nova proposta que foi apresentada ao Governo”, disse deputado.

Além da LDO, na sessão de hoje deixaram de ser votados cerca de 30 ítens, dentre eles o PL 355/2020, de autoria da deputada Dra. Mayara Pinheiro (PP). Este projeto determina que as concessionárias de transportes públicos municipais e intermunicipais realizem semanalmente desinfecção de seus veículos para contenção do Coronavírus (Covid-19) e determina outras providências.

A votação do projeto de lei, de autoria do TJ-AM (Tribunal de Justiça), que trata da redução de taxas cartoriais relativas a transferências, aquisições e regularizações de imóveis no Amazonas em 30%, também ficou agendada para quinta-feira.

Texto: Izaias Godinho

Veja mais notícias

Consumo de oxigênio depende do grau de comprometimento pulmonar

Médica infectologista relatou que o consumo de oxigênio em um paciente internado, na fase inicial, começa com três litros do gás e pode chegar a 15 litros por dia.

16 de janeiro de 2021

Governo do Amazonas anuncia prorrogação de decreto neste domingo

Em novo decreto a ser publicado, Governo irá prorrogar a restrição ao funcionamento do comércio não essencial em todo o estado até o fim de janeiro.

16 de janeiro de 2021

Anvisa decide neste domingo se aprova uso emergencial de vacinas

Dretoria da Anvisa irá analisar os processos das vacinas Coronavac, fabricado pelo Instituto Butantan com o laboratório Sinovac, e da Oxford/AstraZeneca, da Fiocruz.

16 de janeiro de 2021

A velha tática de contar uma mentira mil vezes até virar verdade

Repasse de R$ R$ 8.91 bilhões que Bolsonaro alega ter efetuado para o combate à Covid-19 no Amazonas não corresponde à verdade, mas é reproduzido nas redes sociais.

16 de janeiro de 2021

Bolsonaro mente ao dizer que repassou R$ 8,9 bi para Covid no AM

Dos R$ 8,9 bilhões divulgados nas redes sociais, apenas 10% foram recursos para o enfrentamento da Covid. Resumindo: apenas R$ 212,83 por habitante do Amazonas.

16 de janeiro de 2021

AM teve que remanejar quase R$ 400 milhões para a Saúde em 2020

Para se ter uma ideia, somente nos meses de março e abril, auge do primeiro pico da pandemia no estado, foram remanejados aproximadamente 200 milhões.

16 de janeiro de 2021

Twitter classifica como ‘enganosa’ publicação de Bolsonaro

Segundo a rede social, a publicação sobre tratamento precoce para Covid-19 contém “informações enganosas e potencialmente prejudiciais" relacionadas à doença.

16 de janeiro de 2021

Líder em infectados no interior, Coari compra usina de oxigênio

A usina terá capacidade para atender o hospital municipal com abastecimento direto e envasar cilindros para unidades de saúde, comunidades interioranas e cidades próximas.

16 de janeiro de 2021