fbpx

sábado, 28 de maio de 2022

Pablo Oliva reage a Lula e mostra arma em vídeo-resposta

Com arma na mão, o deputado Pablo Oliva (União Brasil) respondeu a um vídeo, onde o ex-presidente Lula chama as pessoas para pressionar deputados na casa dos mesmos.

7 de abril de 2022

Compartilhe

Delegado Pablo afirmou que sua casa está protegida por Deus e por ''homens de bem'' (Foto: Reprodução)

O deputado Delegado Pablo (União Brasil) postou em suas redes sociais um vídeo reagindo à uma fala do ex-presidente Lula durante uma palestra, onde o petista chama os participantes para pressionar deputados em suas residências.

Pablo ironizou ao dizer: ”se quiser visitar minha casa, pode vir, aqui você e todos são bem-vindos” enquanto segurava uma arma de fogo.

Em sua fala, Lula criticou as pessoas que não ”aprenderam” a pressionar as autoridades, afirmando que gastar dinheiro para se manifestar na capital federal poderia ser mais custoso e menos ”eficaz”.

”[…]então se a gente ao invés de gastar uma fortuna para alugar um ônibus e ir pra Brasília, que as vezes não resulta em nada, e se a gente pegasse, mapeasse o endereço de cada deputado e fosse umas 50 pessoas na casa dos deputados”, sugeriu o ex-presidente.

”Não é para xingar não, é para conversar com ele, com a mulher dele, com o filho dele, incomodar a tranquilidade dele”, disse o petista.

Pablo respondeu com um vídeo onde aparecia segurando uma arma. O parlamentar afirmou que o ex-presidente já está acostumado a incitar ações como essa e disse ainda que suas casa está protegida por Deus e por ”homens de bem”.

”Todo mundo sabe, Lula, que você é uma pessoa acostumada a incitar a violência, a semear o ódio, a incentivar as pessoas a quererem invadir a propriedade alheia. Quero dizer que a minha casa aqui, na minha presença e na minha ausência, é protegida por Deus, que é uma casa cristã, pelo meu Arcanjo Miguel. Mas também pelos homens e mulheres de bem que aqui vivem […]”.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Edson Fachin diz que acatar resultado da eleições é inegociável

Em várias ocasiões, o presidente Jair Bolsonaro deu a entender que não aceitará outro resultado que não seja a sua vitória em outubro deste ano.

27 de maio de 2022

Terra Yanomami demarcada há 30 anos vê crescimento de garimpo

Bolsonaro é um defensor da mineração em terras indígenas, apesar da visível destruição e dos problemas que o garimpo ilegal leva para essas áreas socioambientais protegidas.

27 de maio de 2022

Radicalização explica revés de Bolsonaro no Datafolha, diz Lira

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira (26) mostra que Lula lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% de Bolsonaro.

27 de maio de 2022

Ex-militante defende que esquerda deve apostar na rebeldia de jovens

O advogado George Tasso avalia que hoje "falta formação política nas bases da educação e do trabalho para a esquerda avançar pelas ruas de Manaus e reconquistar espaço".

27 de maio de 2022

Como em 2018, vereadores querem fazer CMM de trampolim este ano

Nas eleições de 2018, oito vereadores da legislatura 2016-2020 foram eleitos deputados estaduais e um para o Senado. Políticos aproveitam a visibilidade do cargo.

27 de maio de 2022

Livre de acusação por crise de oxigênio, Pazuello visita obras em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (27), Pazuello acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) e o governador Wilson Lima (UB) que visitaram obras de asfaltamento.

27 de maio de 2022

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022