fbpx

domingo, 01 de agosto de 2021

Omar pede cautela na apuração e acredita que ‘mentira tem perna curta’

Omar Aziz vê com estranheza a mudança de versões do governo acerca do superfaturamento em contratos de vacinas, mas pede cautela aos demais membros da CPI.

30 de junho de 2021

Compartilhe

Presidente da CPI vê prioridade às convocações relacionadas a contratos de vacinas com suspeita de fraudes (Foto: Agência Senado)

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 disse, nesta quarta-feira (30) em entrevista coletiva, que serão avaliados primeiramente os requerimentos de convocação do representante da Davati Medical Supply, Luiz Paulo Dominguetti Pereira e o deputado Ricardo Barros (PP-PR), afim de esclarecer denúncias de superfaturamento em contratos de compra de vacinas da Covaxin e da Pfizer.

Segundo Aziz, a estranheza no caso é a velocidade com que alguns setores do governo rapidamente agiam quando havia o intermediário para a compra dos produtos, mas quando a compra era realizada diretamente dos laboratórios não havia a mesma velocidade.

“Isso aconteceu com a Coronavac. O governo boicotou muito a vida da Coronavac, inclusive provocando a China para que o país parasse de mandar insumos. Parece que era uma coisa orquestrada para que a gente não tivesse acesso a Pfizer. Muitas vidas poderiam ter sido salvas caso o governo tivesse tido a oportunidade de comprar as vacinas com agilidade que era necessário nesse momento”, falou o senador.

Outro fato que obteve a atenção do presidente da CPI é o silêncio do presidente da República, pois sempre que há acusações sobre as condutas de Governo Federal, Bolsonaro sempre se manifesta, o que não ocorreu após as declarações feitas pelas irmãos Luís Miranda e Luís Ricardo na oitiva no Senado na sexta-feira (25).

“Todas as vezes que o presidente foi desagradado por uma posição, por uma acusação, o presidente saia com 10 pedras na mão, atropelando e falando. Dessa vez, o comportamento do presidente foi totalmente diferente”, observou Omar.

Para o senador, a mudança de versão da história feita pelo governo desde que os fatos virem à público tem deixado dúvidas sobre o caso, mas é necessário ter cautela na apuração, pois “antes de jogar pedras é preciso analisar”.

“A mentira tem pernas curtas. Passando o tempo, a verdade sempre irá surgir e a verdade aos poucos está surgindo. A vida ensina a todos nós a termos cautela. Cautela e caldo e galinha não faz mal a ninguém. O papel nosso é não se alvoroçar. Não é achar que nós encontramos a saída para a crise em um simples entrevista que uma pessoa dá”, reforçou Omar Aziz.

Da Redação

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Presidente diz que eleição sem voto impresso será ‘farsa’ inaceitável

Presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste sábado de 'motociata' em Presidente Prudente, criticou a urna eletrônica e ameaçou não aceitar o resultado da eleição.

31 de julho de 2021

Wilson celebra o ritmo da vacinação da população em 53 municípios

Governador Wilson Lima comemorou que o avanço da vacinação permitiu que 53 municípios já tenham vacinado ou estejam vacinando toda a população adulta alvo do PNI.

31 de julho de 2021

Vice do TRE-AM critica Bolsonaro e alerta para ‘clima de guerra’

Desembargador Jorge Lins falou ao RealTime1 sobre as acusações do presidente de eleições fraudadas e o clima de intranquilidade que elas trazem a paz social no País.

31 de julho de 2021

Pazuelo mentiu sobre o TrateCov na CPI, atesta análise do TCU

Conclusão dos técnicos do TCU desmente argumento apresentado pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à CPI da Covid de que a plataforma teria sido adulterada por hackers.

31 de julho de 2021

PF deve retomar investigação sobre interferência de Bolsonaro

Decisão é do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. Inquérito apura se o presidente tentou interferir na Polícia Federal, buscando proteger os filhos.

31 de julho de 2021

Bolsonaristas promovem manifestação em apoio ao voto impresso

Grupo Conservador Amazonas espera reunir, neste domingo, na avenida das Torres, apoiadores da proposta defendida pelo presidente em transmissão ao vivo nesta quinta-feira.

31 de julho de 2021

CPI vai analisar 28 requerimentos que envolvem amazonenses

Destaque na lista de requerimentos, está o pedido contra o deputado estadual Fausto Júnior (MDB), a mãe dele, a conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Yara Lins.

31 de julho de 2021

MPAM recomenda exoneração de 35 servidores públicos em Itapiranga

A recomendação é dirigida à prefeita, ao presidente da Câmara Municipal e a agentes que detenham a atribuição de nomear e de exonerar ocupantes de cargos comissionados.

30 de julho de 2021