fbpx

segunda, 25 de outubro de 2021

Ministério Público precisa de fiscalização dura, afirma Arthur Lira

PEC que altera a composição do Conselho Nacional do Ministério Público deve entrar em votação nesta quarta-feira sob forte oposição de procuradores e promotores.

13 de outubro de 2021

Compartilhe

Presidente da Câmara Federal, Arthur Lira defende que novo CNMP pode acabar com a impunidade dentro dos órgãos do Ministério Público (Foto: Reprodução)

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou, nesta quarta-feira (13), que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 5/21, que muda a composição do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), se for aprovada, pode representar “o fim da impunidade em um órgão muito forte”. A proposta é vista com desconfiança pelos membros do MP Federal (MPF) e o Estadual (MP-AM), cujos dirigentes concedem, na tarde desta quarta-feira, uma coletiva para explicar os motivos de serem contra a PEC.

Segundo Arthur Lira, a proposta é polêmica e há muitas versões criadas por integrantes do MP. Lira disse que um dos objetivos da PEC é fazer com que a sociedade civil tenha maior participação no Conselho Nacional do Ministério Público, pois ele não tem funcionado para punir seus membros. O texto pode ir a Plenário ainda nesta quarta-feira (13).

“São questões que serão decididas com transparência, mas sem versões, não é a PEC do ministro Gilmar Mendes, mas pode ser a PEC do fim da impunidade de um órgão muito forte. Hoje, nenhum membro do Ministério Público responde contra improbidade. É importante um conselho forte, com presença, para que tenhamos transparência”, disse Lira.

De acordo com o parecer preliminar do relator da PEC, deputado Paulo Magalhães (PSD-BA), o Conselho Nacional do Ministério Público passa de 14 para 15 membros, dos quais 4 indicados ou eleitos pelo Legislativo.

O mandato continua a ser de dois anos, sendo permitida uma recondução, e o candidato precisa passar por sabatina no Senado Federal. A presidência do conselho permanece com o procurador-geral da República, que é o chefe-geral do Ministério Público Federal.

A PEC também atribui a corregedoria ao vice-presidente e determina o envio de projeto ao Congresso instituindo um código de ética para o MP.

Texto: Gerson Severo Dantas, com informações da Agência Câmara de Notícias

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Guedes diz confiar na aprovação das reformas administrativa e do IR

Guedes voltou a afirmar a jornalistas que a aprovação da proposta que altera as regras do serviço público civil nos três Poderes resultaria em uma economia de R$ 300 bilhões.

24 de outubro de 2021

Wilson destaca Auxílio Permanente e transporte gratuito para estudantes

O governador do Amazonas anunciou, neste domingo (24), no Aniversário de Manaus, investimentos de R$ 580 milhões na capital e transporte gratuito para estudantes.

24 de outubro de 2021

David exalta investimentos de Wilson em Manaus e alfineta a velha política

Durante solenidade de entrega do Parque Rio Negro, neste domingo (24), o prefeito de Manaus e o governador do amazonas anunciaram novos investimentos para Manaus.

24 de outubro de 2021

Debatedores querem prorrogar prazo de atualização da Lei do Fundeb

Eles defendem que é um processo muito complexo e não há tempo para resolver isso em dez dias, pois há ações de operacionalização do fundo que precisam de ajustes.

24 de outubro de 2021

CAE analisa na terça projetos sobre segurança viária e ajuste fiscal dos estados

Dois projetos, um sobre segurança no trânsito e outro sobre dívidas dos estados, constam da pauta de votação da Comissão de Assuntos Econômicos para esta terça-feira (26).

24 de outubro de 2021

Subcomissão discute rumos da educação após a pandemia na próxima segunda

Subcomissão Temporária para Acompanhamento da Educação na Pandemia vai se reunir todas as segundas-feiras, para discutir o que aconteceu no setor durante a pandemia.

24 de outubro de 2021

Senadores voltam a defender derrubada do veto à distribuição de absorventes

Senadora Simone Tebet (MDB-MS), cobrou a votação urgente do veto parcial ao projeto que garante distribuição gratuita de absorventes para estudantes de baixa renda e mulher.

24 de outubro de 2021

Reta final da CPI tem definição de indiciados, votação e encaminhamento de Relatório

Como não possui poder de punição, último ato da CPI será o encaminhamento do Relatório Final aprovado aos órgãos responsáveis por apresentarem denúncias.

23 de outubro de 2021