fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Ministério gastou R$535 mil da Covid com camarão, filé e picanha, diz TCU

Os auditores do TCU esperavam que os gastos diminuíssem por conta do teletrabalho, apesar disso o Ministério da Defesa usou R$535 mil do combate à pandemia com itens de luxo.

27 de dezembro de 2021

Compartilhe

Camarão, salmão, filé mignon e até bebidas alcóolicas foram pagas com dinheiro da pandemia (Foto: Reprodução)

Uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que em 2020, o Ministério da Defesa gastou R$ 535 mil em itens considerados de luxo com recursos destinados ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. O dinheiro foi usado para a compra de filé mignon, picanha, camarão, salmão, caviar e até mesmo bebidas alcóolicas. O levantamento sigiloso foi feito pela Secretaria de Controle Externo de Aquisições Logísticas e obtido pelo jornal Folha de São Paulo.

A auditoria foi aberta para investigar supostas irregularidades na aquisição de gêneros alimentícios desde 2017. Chamaram a atenção dos técnicos os gastos das Forças Armadas durante a pandemia em 2020. Os auditores esperavam que, como consequência do regime de teletrabalho, houvesse redução de gastos com alimentação, mas não foi o que aconteceu com o Ministério da Defesa, que, ao contrário dos Ministérios da Educação e da Saúde, aumentou essas despesas.

A assessoria de imprensa da Defesa afirmou, em nota, que as atividades do Exército, da Marinha e da Aeronáutica foram mantidas na pandemia. Isso inclui, disse o órgão, a alimentação fornecida às tropas.

O que diz o Ministério da Defesa

Em nota, a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa afirmou que atuou no enfrentamento da pandemia.

“Ressalta-se, ainda, que foram empregados cerca de 34 mil militares em todo o território nacional em atividades como desinfecção de locais públicos; distribuição e aplicação de vacinas; campanhas de doação de sangue; entrega de kits de alimentação e de higiene; transporte de pacientes, oxigênio e de itens de saúde”, disse a pasta.

O ministério afirmou ainda que o relatório não é conclusivo. “Por fim, cabe destacar que os questionamentos solicitados estão baseados em relatório preliminar, que ainda será apreciado por ministros do Tribunal de Contas da União, no qual esta pasta já apresentou os devidos esclarecimentos.”

Com informações da Folha de São Paulo

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Congresso tem 30 medidas provisórias para analisar em 2022

Apesar de produzir efeitos jurídicos imediatos, a MP precisa da posterior apreciação pelas do Congresso Nacional (Câmara e Senado) para se converter definitivamente em lei.

21 de janeiro de 2022

Sete governadores e 20 parlamentares anunciaram ter Covid-19 em 22

Doença se espalhou entre os políticos neste período de recesso parlamentar, mas não há informações sobre a variante que predominou no caso das infecções ou reinfecções.

21 de janeiro de 2022

Senador Omar Aziz revela que está com Covid, mas sem sintomas graves

O senador Omar Aziz, que presidiu a CPI da Covid do Senado, revelou, nas redes sociais, que tomava todas as precauções e seguia os protocolos, mas acabou contraindo a doença.

21 de janeiro de 2022

Mãe de Jair Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira.

21 de janeiro de 2022

PSOL aciona MPF contra aquisição da ‘DarkMatter’ pelo ‘gabinete do ódio’

Bancada do PSOL considera risco à democracia se 'gabinete do ódio' adquirir ferramenta de espionagem que pode ser usada para perseguir ativistas políticos e jornalistas.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro ingressam no PDT durante convenção em Brasília

Defensora e ex-deputado vão liderar chapa majoritária do partido nas eleições. Filiação ocorrerá durante convenção que oficializará Ciro Gomes como candidato a Presidência.

21 de janeiro de 2022

Alas do MDB e do PSDB pressionam para união entre Doria e Simone

Doria tem dito que deseja ter uma mulher na sua chapa. Por meio de sua equipe de pré-campanha, ele afirmou que senadora estará ao seu lado na disputa pela presidência.

20 de janeiro de 2022

Presidente do TCE-AM determina retorno do regime híbrido de trabalho

Presidente Érico Desterro argumentou que o momento, onde os números de casos de Covid-19 voltaram a crescer no Amazonas, requer que se preserve a saúde dos servidores.

20 de janeiro de 2022