fbpx

terça, 25 de janeiro de 2022

Maioria do STF derruba lei do AM que obrigava escolas a terem a Bíblia

A relatora ministra do STF, Cármen Lúcia, argumentou que a aquisição obrigatória da Bíblia por escolas e bibliotecas públicas viola o princípio do Estado Laico.

10 de abril de 2021

Compartilhe

Seguiram o voto da relatora, seis ministros e mais qautro devem votar até segunda-feira (Foto: Agência Brasil)

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou a favor da derrubada de uma lei do Amazonas que obrigava as escolas e bibliotecas públicas estaduais a manterem ao menos um exemplar da Bíblia. Na avaliação da Corte, a obrigatoriedade viola o princípio do Estado Laico e da liberdade religiosa garantida na Constituição brasileira.

A decisão no entanto, não impede a aquisição da Bíblia ou livros sagrados de outras religiões, mas fica vedada a imposição da compra pelas instituições. Em seu voto, a ministro e relatora Cámen Lúcia, afirmou que a legislação vigente no estado “institui-se comportamento, em espaço público estatal, de divulgação, estímulo e promoção de conjunto de crenças e dogmas nela presentes”.

Com isso, outras religiões ficariam preteridas “configurando-se ofensa ao princípio da laicidade estatal, da liberdade religiosa e da isonomia entre os cidadãos”. A ação de institucionalidade foi enviada em 2015 pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot.

Até o momento, seguirando o voto da relatora os ministros Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello, Edson Fachin, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli, totalizando seis. Faltam ainda os votos de quatro ministros: Nunes Marques, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, e do presidente do STF, Luiz Fux que têm até segunda-feira para computar seus votos no sistema eletrônico da Corte.

Com informações de O Globo

Leia mais sobre Política

Reviravoltas e confirmações fortalecem chapa do Avante para Câmara

Partido do prefeito David Almeida, Avante tem praticamente fechada a lista dos candidatos que disputarão uma vaga na Câmara Federal na acirrada eleição de outubro deste ano.

25 de janeiro de 2022

Wilson Lima entrega itens para agricultores e promete novo terminal pesqueiro

O governador entregou mais de 16 mil sementes, kits para seringueiros e serrarias portáteis. Durante a entrega Wilson Lima prometeu construir o novo terminal pesqueiro.

25 de janeiro de 2022

Amazonino Mendes anuncia que testou positivo para o novo coronavírus

Ex-govenador e pré-candidato nas eleições deste ano, Amazonino Mendes informou que está com Covid-19 e já iniciou o período de isolamento social sob orientação médica.

25 de janeiro de 2022

Guru do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho morre nos Estados Unidos

Escritor e ex-astrólogo, Olavo de Carvalho foi classificado pelo presidente Jair Bolsonaro como "farol para milhões de brasileiros". A morte foi anunciada pela família.

25 de janeiro de 2022

Ciro Gomes volta a acenar a Marina Silva para vice-presidência

Pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro voltou a dizer que gostaria de Marina Silva (Rede) com ele em uma chapa, ao mesmo tempo em que atacou Lula e Bolsonaro.

25 de janeiro de 2022

‘Muito acima do necessário’, diz Zé Ricardo sobre Fundão de R$ 4,9 bi

Zé Ricardo disse que é a favor do financiamento público de campanha, mas defendeu que a quantia fosse calculada com base na eleição anterior, resultando em um valor menor.

25 de janeiro de 2022

Governo do AM vai lançar pacote de R$ 1,5 bilhão em investimentos

O governador Wilson Lima anunciou que 87% das promessas de campanha já foram cumpridas e a meta é que até dezembro deste ano 100% das promessas sejam cumpridas.

25 de janeiro de 2022

Governo investe R$ 3,8 milhões para levar água potável à população de Maraã

No município, a água é captada por meio de 17 poços submersos, sendo que 13 estão ativos e quatro inativos. O investimento de R$ 3,8 milhões será usado para tratar os poços.

25 de janeiro de 2022