fbpx

sexta, 26 de fevereiro de 2021

Juíza dá 24 horas para Prefeitura tornar pública lista de vacinados

Além de esclarecer que não tem parentesco com a secretária de saúde municipal, Jaiza Fraxe também determinou que as 132,500 doses fiquem sob controle da FVS-AM.

24 de janeiro de 2021

Compartilhe

Juíza tem trabalhado na fiscalização das vacinas contra Covid no Amazonas (Foto: Reprodução)

A juíza federal Jaíza Fraxe determinou que a Prefeitura de Manaus, a partir deste domingo (24), passe a informar em seu site institucional a lista das pessoas que receberam – e vão receber – a imunização contra a Covid-19, sob pena de multa diária de R$ 100 mil reais.

A penalidade vem logo após a denúncia de que algumas pessoas teriam furado a fila no grupo prioritário desta primeira fase. Sobre a acusação, a juíza disse que a ocorrência “é fato público e notório” e que as pessoas que furaram esta fila não vão poder tomar a segunda dose, “sujeitos à prisão em flagrante delito em caso de insistirem no ilícito”.

AztraZeneca sob vigilância

Outra decisão da juíza federal refere-se às doses das 132.500 doses da vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz.

Jaiza Fraxe decidiu que os imunizantes ficarão guardadas e armazenadas na sede da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), sob a responsabilidade de três profissionais que lá atuam: Fátima Tereza Praia Garcia, Ângela Desiree Carepa Santos da Silva e Maria Izabel Nogueira do Nascimento. Elas estão proibidas de distribuir a vacina sem autorização da justiça, sem que antes as determinações elencadas pela juíza na decisão sejam cumpridas, “especialmente total transparência no que se refere a programação e critérios para vacinação, devendo ainda ser divulgada diariamente a lista de vacinados”.

Esclarecimento

Na decisão, a magistrada esclareceu que, apesar dos sobrenomes terem a mesma grafia, não conhece e não tem parentesco com a secretária de saúde municipal, Shádia Fraxe.

“Não há, pois, de minha parte, nada além de respeito institucional. Aliás, somente por ser Secretária de Saúde, não possui ela o direito à vacina se não estiver na linha de frente de combate à Covid-19. Visitar unidades de saúde não é estar na linha de frente”, pontuou a juíza na decisão.

A ação

A Ação que motivou a decisão da juíza, teve como autores os Ministérios Públicos (Federal, do Trabalho do Amazonas), Defensorias Públicas do Amazonas e da União, além do deputado federal Marcelo Ramos.

A íntegra da decisão tomada pela juíza Jaiza Fraxe pode ser vista abaixo:

Decisão-JaizaFraxeBaixar

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sem pauta e sem quórum deputados estaduais se limitam à falácia

Hoje, o alvo da base opositora foi uma viagem de Wilson Lima a Brasília. A Aleam, no ano passado, gastou com esses serviços R$ 11,3 milhões

25 de fevereiro de 2021

Sílvia Tuma é a nova corregedora do Ministério Público do Amazonas

Nova corregedora-geral terá mandato de dois anos e será responsável por fazer o controle interno das atividades de procuradores e promotores de Justiça do Amazonas

25 de fevereiro de 2021

Governo teve que fretar voo para buscar doses de vacina no Amapá

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

25 de fevereiro de 2021

REALTIME promove rodada de entrevistas com ‘reitoráveis’ da Ufam

Comunidade acadêmica realizará nos dias 10 e 11 de março a consulta que vai indicar a lista tríplice a ser levada para o presidente Jair Bolsonaro

25 de fevereiro de 2021

Novo corregedor-geral será escolhido hoje pelo Ministério Público

A votação virtual está sendo realizada até às 14h, pelo sistema Virtus através da internet. Para o cargo, entre os 20 procuradores no estado, há apenas uma candidata inscrita

25 de fevereiro de 2021

BR-319 ganha frente parlamentar em defesa da pavimentação da estrada

A Frente será composta por parlamentares da Amazônia e Ministério da Infraestrutura. Apara o início das obras, previstas para o 2o semestre

25 de fevereiro de 2021

Em plena pandemia, projetos de deputada priorizam a causa animal

Na sessão desta quarta-feira (24) quatro projetos da deputada Joana Darc (PL), com esse fim, foram retirados de pauta e ironizados pelos parlamentares.

24 de fevereiro de 2021

Declaração de Guedes à bancada do AM: mero deboche ou fritura à vista?

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

24 de fevereiro de 2021