fbpx

terça, 26 de janeiro de 2021

Joana e Alessandra querem fim da sessão remota na Aleam

As parlamentares reivindicam a abertura das sessões presenciais na Assembleia, que devido a pandemia do Covid-19, foram substituídas pelas sessões virtuais remotas

22 de junho de 2020

Compartilhe

Josué Filho e Alessandra Campelo discordam nas sessões da Aleam (Foto: Danilo Melo/MBD Mulher)

As parlamentares Joana Darc (PL) e Alessandra Campêlo (MDB) querem a volta das sessões presenciais na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). Devido à pandemia do Covid-19, as sessões vêm acontecendo de modo remoto desde o fim de março.

Isso porque as deputadas temem que as sessões remotas na Aleam acabem na justiça devido aos contantes desentendimentos entre os parlamentadores. Em alguns casos, a sessão teve que ser retirada do ar.

Na semana passada, o clima esquentou após desentendimentos entre as deputada Joana Darc, Alessandra Campêlo e o presidente da casa, deputado Josué Neto.

Na sessão remota de quinta-feira passada (18), a deputada Alessandra Campêlo rebateu o presidente Josué Neto. Ela quis saber porque a CPI da saúde vem sendo realizada na forma presencial. E porquê as sessões na Aleam não são da mesma forma. “Só pode ser presencial quando é do interesse de vocês, Vossa Excelência? ”, indagou ao presidente da casa.

Joana Darc e Alessandra Campêlo defendem o retorno imediato das sessões presenciais e a reabertura do legislativo à população. O presidente reforça que, por enquanto, não há segurança para os parlamentares e servidores da casa.

Josué disse que voltaria a analisar a proposta, mas a medida não agradou as deputadas e elas ameaçaram entrar na Justiça, se a Assembleia não acatar a proposta.

No final de maio, a Aleam tentou implantar um sistema hibrido, que misturou sessões presenciais e virtuais, porém por causa de problemas técnicos a ideia não seguiu a frente.

Veja mais notícias

Manifesto na internet quer viabilizar auxilio de R$ 500 no Amazonas

De acordo com os organizadores, as assinaturas são fundamentais para que esta proposta possa ser apresentada para a Câmara Municipal de Manaus e para a Assembleia Legislativa

25 de janeiro de 2021

Em Manaus, Pazuello pede reforço aos atendimentos na Atenção Básica

A recomendação foi feita ao prefeito David Almeida, durante reunião do Comitê de Crise – Controle de Operações Especiais (COE), na manhã desta segunda-feira (25).

25 de janeiro de 2021

Deputado quer investigação de preços abusivos na venda de oxigênio

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o aumento sem justa causa de preços constitui em prática abusiva. Tal ação é expressamente proibida, conforme art.39 do CDC.

25 de janeiro de 2021

Idosos do Doutor Thomas recebem 1ª dose da Coronavac nesta terça

Ao todo, entre idosos e profissionais de saúde que atuam na Fundação, 346 devem receber a primeira dose da Coronavac. Vacinação em drive-thru não tem data para iniciar.

25 de janeiro de 2021

TCE-AM dá 72h para Prefeitura justificar falhas na lista de vacinados

Os técnicos da Corte de Contas identificaram dezenas de nomes repetidos e centenas de CPF´s inexistente ou errados, além da falta de especificações de cargos e lotações.

25 de janeiro de 2021

Cartórios ganham na Justiça direito de permanecer abertos no AM

Decreto estadual limitou a abertura dos cartórios apenas para serviços de registro de nascimento e óbito. Juiz atendeu pedido da Anoreg e derrubou a restrição.

25 de janeiro de 2021

Por vacinação indevida, SES-AM exonera diretora do HPS da Criança da ZL

Apuração da pasta identificou que foi a servidora que incluiu, indevidamente, um servidor da Casa Civil na lista de trabalhadores de saúde que deveriam ser vacinados.

25 de janeiro de 2021

Wilson Lima manda demitir motorista que furou fila da Coronavac

O funcionário que tem cargo de assessor técnico consta na lista de vacinados. Governador disse que não compactuará com esse tipo de conduta e determinou que seja exonerado.

25 de janeiro de 2021