fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Janela partidária garante supremacia de David Almeida na CMM

Republicanos, PSC, União Brasil e Patriota seguem logo atrás do Avante com as maiores bancadas de vereadores na Câmara Municipal de Manaus. Janela partidária encerrou dia 2.

4 de abril de 2022

Compartilhe

O prefeito vai lançar a segunda maior chapa para disputar ao cargo de deputado federal e estadual, filiou mais três vereadores (Foto: Divulgação)

Com o vai e vem da janela partidária que encerrou nesta sexta-feira (2), o partido do prefeito David Almeida (Avante) se tornou a sigla com mais vereadores na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

O prefeito, que vai lançar a segunda maior chapa para disputar cargos de deputado federal e estadual, filiou mais dois vereadores ao Avante chegando a ter seis parlamentares na Casa. Antes, a sigla contava com quatro vereadores.

Entre os novos filiados estão o líder da prefeitura na CMM, o vereador Marcelo Serafim, que trocou o PSB presidido pelo pai dele, o deputado estadual Serafim Corrêa e o vereador Marcel Alexandre, que estava sem partido desde o ano passado.

Logo atrás vem o Republicanos, braço partidário da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), comandado no Amazonas pelo deputado federal Silas Câmara. O partido tinha três vereadores e com a filiação do vereador Rodrigo Guedes (ex-PSC), o número subiu para quatro.

O União Brasil do governador Wilson Lima, que lançou a maior chapa para a disputa de cargos proporcionais nestas eleições, oriundo da função entre PSL e Democratas, manteve os três vereadores das duas siglas.

PSC e Patriotas somam seis vereadores. No caso do PSC, a sigla perdeu para o Republicanos, o vereador de oposição Rodrigo Guedes.

O PTB conseguiu manter na sigla os três vereadores que elegeu em 2020.

Já o PTB, que antes do início do prazo da janela partidária tinha dois vereadores, perdeu o vereador Jander Lobato que migrou para o PSB nos instantes finais da janela de migração, o que fez com que a sigla não ficasse sem representatividade na CMM.

A janela partidária deixou a esquerda no mesmo patamar. Os dois partidos esquerdistas da CMM, PT e PSB, tem um vereador cada.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson destina mais de R$ 57 milhões para os municípios Caapiranga e Anamã

Os investimentos do Governo do Amazonas têm o objetivo de melhorar a infraestrutura, o escoamento da produção agrícola e a trafegabilidade nos dois municípios.

20 de maio de 2022

Moraes bloqueia bens de Daniel Silveira para garantir pagamento de multas

Medida do ministro Moraes visa garantir que Daniel Silveira pague as multas acumuladas em mais de R$ 600 mil pelo descumprimento do uso de tornozeleira eletrônica.

20 de maio de 2022

Wilson anuncia R$ 1,3 milhão para equipamentos no Hospital de Caapiranga

O hospital recebeu reforma geral, passando por ampliações e adaptações, sendo necessário para o completo atendimento aos usuários, e reforço na estrutura.

20 de maio de 2022

Aliados de Bolsonaro indicam nova visita do presidente ao AM no dia 28 de maio

O anúncio da vinda do presidente foi feito por seus aliados no Amazonas. No entanto, a agenda presidencial ainda não foi divulgada oficialmente pelo Planalto.

20 de maio de 2022

Lula estabiliza em 44% contra 32% de Bolsonaro em nova pesquisa Ipespe

Pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país.

20 de maio de 2022

Prefeitos do AM criam novo fórum e esvaziam Associação de Municípios

Desde a eleição de Jair Souto para o comando da AAM, os demais prefeitos reclamam da falta interlocução dele com o Governo do Estado para sanar demandas do interior.

20 de maio de 2022

Escolha de ouvidor-geral nas Defensorias deve ser em lista tríplice

Segundo relator Gilmar Mendes, as atribuições conferidas aos membros da Ouvidoria-Geral das Defensorias Públicas estão entre as previstas na Constituição Federal

20 de maio de 2022

‘Wilson levou asfalto onde jamais imaginavam’, diz pré-candidato do Republicanos

Pastor da Igreja Universal diz que não é bolsonarista e tem opinião própria sobre a corrida presidencial, mas se for eleito buscará parceria mesmo com Lula na presidência.

20 de maio de 2022