fbpx

quinta, 19 de maio de 2022

Governo vai enviar doses pediátricas para estados com baixos estoques

Remessa emergencial de vacinas para crianças será enviada a estados com estoques abaixo das 40 mil doses. Segundo o Ministério da Saúde, doze estados estão nessa situação.

22 de janeiro de 2022

Compartilhe

Vacinas contra a covid-19 serão enviadas para doze estados (Foto: Reprodução)

O Ministério da Saúde anunciou nesta sexta-feira (21) o envio de uma remessa emergencial de vacinas para crianças a estados com estoques abaixo das 40 mil doses para a aplicação no público infantil.

Segundo a pasta, doze estados estão nessa situação: Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Sergipe, Amapá, Acre, Pará, Roraima, Tocantins, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.

O secretário executivo do órgão, Rodrigo Cruz, informou que a remessa emergencial abrangerá uma quantidade de doses suficiente para imunizar 10% do público-alvo infantil de cada Unidade da Federação nessa situação.

As doses deverão ser enviadas neste fim-de-semana. A expectativa do Ministério da Saúde é que as doses cheguem aos estados até segunda-feira.

Em entrevista coletiva na sede da pasta, o secretário executivo confirmou a inclusão da vacina CoronaVac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos no Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação Contra a Covid-19.

O ministério abriu negociações com o Instituto Butantan, responsável pela produção do imunizante em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A pasta foi informada pelo instituto de que há sete milhões de doses disponíveis.

Cruz explicou que o órgão irá consultar os estados para saber se há necessidade de compra de novas doses. O ministério possui seis milhões de doses em estoque e, os estados, outros três milhões. Caso haja necessidade, a negociação poderá prosseguir.

Esse cálculo envolve também as doses da vacina pediátrica da Pfizer. O Ministério da Saúde já contratou 20 milhões de doses e começou a negociar outros 10 milhões. Mas a CoronaVac pode ter preferência por ter possibilidade de entrega em pouco tempo.

“A gente discute a pertinência de receber esses 10 milhões dado que houve aprovação da CoronaVac e tem disponibilização mais imediata. Podemos jogar 10 milhões da Pfizer para o futuro”, explicou Cruz.

As doses da vacina pediátrica da Pfizer seguirão sendo distribuídas aos estados. Uma nova remessa de 1,2 milhão de doses deverá chegar na próxima segunda-feira (24) e outra remessa, com a mesma quantidade, está prevista para o dia 3 de fevereiro.

Autotestes

Na entrevista coletiva, Rodrigo Cruz comentou também a reunião entre o ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre autotestes. Ontem a diretoria da agência negou a liberação da comercialização de testes por leigos pela falta de informações do ministério sobre qual será a política pública para o tema.

A diretoria da Anvisa aprovou o envio de questionamentos à pasta e um prazo de 15 dias para uma nova apreciação do tema. Rodrigo Cruz disse que a reunião tratou de temas para viabilizar as normas para os autotestes, como quem poderia comprar, a forma de uso, o fluxo dos pacientes, os canais de atendimento e as campanhas de esclarecimento.

“Tratamos de alguns assuntos para poder aprimorar a documentação do ministério e avançar no objetivo comum, que imagino que seja a aprovação dos autotestes como apoio à testagem. Acho que estamos bem alinhados com relação ao autoteste e terça estamos com meta para mandar contribuições para que possamos formalizar novo pleito para a diretoria colegiada possa analisar”, disse o secretário executivo.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Bolsonaro ataca o STF, e Moraes fala em luta contra antidemocráticos

Bolsonaro também afirmou que as Forças Armadas foram convidadas a participar do processo eleitoral e que suas observações "não vão ser jogadas no lixo".

19 de maio de 2022

Em pré-campanha, Arthur busca apoio de influenciadores digitais

O ex-prefeito reuniu com influenciadores digitais do Amazonas, que já o apoiaram durante sua gestão na Prefeitura. A ideia é ampliar sua rede de apoio nas redes sociais.

19 de maio de 2022

‘Não vou dar mole para essa empresa’, diz Sinésio sobre AM Energia

Ao comentar decisão que libera a AM Energia a instalar medidores, Sinésio afirma que os aparelhos são vergonhosos e que não vai deixar a empresa livre para cometer abusos.

19 de maio de 2022

João Pedro ‘bate o pé’ e lança seu nome ao Senado pelo PT-AM

O ex-senador afirmou que irá registrar candidatura ao Senado, contrariando Sinésio Campos, que afirmou que o PT não terá candidato ao posto para apoiar Omar Aziz.

19 de maio de 2022

General Franklimberg quer levar experiência militar para Aleam

Filiado ao União Brasil, o militar colocou seu nome à disposição da sigla para tentar uma vaga na Asembleia. Ele ajudou a atual gestão durante o período de transição.

19 de maio de 2022

Populares reagem a vídeo de Amazonino dizendo não ter dinheiro; confira

Depois de quatro mandatos como governador e três como prefeito, Amazonino Mendes disse, em vídeo, não ter dinheiro. O ex-governador quer voltar a chefiar o Estado.

19 de maio de 2022

Homeschooling: Átila, Bosco, Alberto Neto e Pablo dizem sim à educação domiciliar

A bancada do Amazonas na Câmara ficou dividida na votação do homeschooling. Os destaques do texto-base serão votados nesta quinta e depois segue para o Senado.

19 de maio de 2022

‘Gestor tem que ser jovem, andar e estar perto do povo’, diz Liliane Araújo

Liliane Araújo é a nova entrevistada da série do Real Time 1 com os pré-candidatos para a Câmara dos Deputados em Brasília onde faz a defesa de suas bandeiras.

19 de maio de 2022