fbpx

quinta, 23 de setembro de 2021

Garantido no Senado até 2026, Plínio não quer se aventurar a vice em 2022

Senador acredita ser uma boa opção para uma terceira via na disputa pelo Governo do Amazonas, mas descarta formar chapa com o tucano Arthur Neto na Eleição majoritária.

30 de julho de 2021

Compartilhe

Plínio Valério foi eleito senador do Amazonas com mais de 800 mil votos (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

Eleito senador do Amazonas com uma votação expressiva de mais de 830 mil votos (25,36%) em 2018, Plínio Valério (PSDB) diz que não descarta disputar as Eleições de 2022 para o Governo do Amazonas. Mas para ele só importa a cadeira de governador. A vaga de vice é descartada.

“Antes da pandemia de Covid-19, eu não analisava sair candidato em 2022. Porém, com o cenário atual, as pessoas têm me procurado para que eu dispute. Com a votação expressiva que eu obtive para o Senado, só disputo a próxima eleição se for como candidato ao governo”, revela o senador.

Questionado pelo RealTime1 sobre a possibilidade do PSDB lançá-lo como vice de Arthur, Plínio dispara e diz que não há menor chance de uma chapa ser formada com esta dupla.

“Eu não disputo como vice e o Arthur, por vir de dois mandatos consecutivos como prefeito, também não vai disputar como vice. Então, a chance de nós dois estarmos na disputa pelo mesmo partido é zero”, explica o senador.

Terceira via

O senador acredita que uma terceira via ao Governo do Amazonas seria a solução que o povo tanto espera para 2022. Ele avalia que seu nome é bem posicionado no PSDB e também no eleitorado amazonense. A terceira via consideraria Amazonino e Wilson Lima já como candidatos.

“Eu não estou trabalhando em ritmo de pré-campanha. Se depender apenas de mim, eu não sairei candidato ao Governo do Estado porque eu não quero. Gosto de fazer tudo no seu tempo, mas acredito que na disputa eu seria bem votado, tendo em vista que o cenário político atual tem nomes com altos índices de rejeição”, declara.

Feliz no PSDB

Plínio, que deixou o Partido Verde (PV) para se filiar ao PSDB e disputar o Senado nas últimas eleições, diz que não pretende deixar o ninho dos tucanos. No entanto, em maio deste ano, um episódio dentro do partido pode ter estremecido a relação à época com o líder Arthur Neto, presidente estadual da sigla.

Arthur aceitou a filiação do vice-governador, Carlos Almeida Filho, que rompeu as relações com o governador Wilson Lima (PSC). Após a decisão de Arthur, imediatamente Plínio divulgou que estava deixando a direção do partido e alegou motivos de trabalho. No entanto, o que era esperado nos bastidores da política, sua saída do PSDB, não ocorreu. Hoje, o senador releva que “está feliz no partido”.

“O meu momento é excelente no partido, tenho trânsito livre nacionalmente e me dou muito bem com a bancada federal. Então, não estudo a possibilidade de buscar outra filiação partidária”.

Na última eleição que disputou, Plínio concorreu a uma das duas vagas abertas para o Amazonas no Senado Federal. Ele obteve 25,4% dos votos, ocupando a primeira posição no ranking com outros sete candidatos.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Senado aprova mudanças na regra eleitoral e na posse presidencial; entenda!

Volta das coligações, defendida pelos deputados, foi barrada no Senado Federal durante votação nesta quarta-feira (22); parte das mudanças vale a partir de 2022.

22 de setembro de 2021

Omar Aziz critica Câmara por abrir processo contra Luís Miranda

Deputado que, ao lado do irmão Luís Ricardo, revelou o caso Covaxin terá de responder a processo de cassação na Comissão de Ética da Câmara Federal.

22 de setembro de 2021

Ministério usou dados da Prevent sem autorização, diz executivo

Em ao menos dois casos, Pedro Benedito Batista Júnior negou que dados usados pelo Ministério da Saúde tenham sido autorizados pela empresa Prevent Senior.

22 de setembro de 2021

Depois de se esquivar sobre o ‘puxadinho’ da CMM, Carpê cobra holofotes

Depois de ter visto a repercussão negativa sobre o 'puxadinho', o vereador resolveu se posicionar e passou a criticar a postura dos demais colegas que aprovam a obra.

22 de setembro de 2021

Amazonas Energia cobra duas bandeiras tarifárias em conta, diz Sinésio

Presidente da Aleam e deputados pregam acatar decisão da Justiça de suspender a CPI e depois criar uma nova ; mas Sinésio Campos é contrário à saída.

22 de setembro de 2021

Executivo da Prevent Senior passa a ser investigado pela CPI da Covid

Os senadores apresentaram provas, encaminhadas à comissão com denúncias de médicos e pacientes, comprovando a prescrição do chamado tratamento precoce na Prevent.

22 de setembro de 2021

Prevent falsificava dados sobre mortes de pacientes por Covid-19

O senador Humberto Costa (PT/PE), que e médico, foi quem revelou documentos mostrando que a Prevent adotava este procedimento para mascarar os dados de mortes por Covid.

22 de setembro de 2021

Bolsonaro cancela agenda após Anvisa recomendar quarentena

Agência determinou que o presidente e os integrantes da comitiva que tiveram contato com o ministro Marcelo Queiroga, que está com Covid, fiquem em isolamento.

22 de setembro de 2021