fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Futuro de Coari é decidido hoje; saiba quem disputa a prefeitura

Keitton Pinheiro, Robson Tiradentes, Zé Henrique e Mil Mitouso disputam preferência do eleitorado da segunda cidade mais rica do AM, com orçamento anual de R$ 300 milhões.

5 de dezembro de 2021

Compartilhe

Da esquerda para a direita: Keitton, Robson, Zé e Mitouso

A população de Coari escolhe, neste domingo (5), o novo prefeito e vice-prefeito que irão comandar o município por mais três anos – até 31 de dezembro de 2024. Na briga tem ex-vice-prefeito cassado no ano passado e agora querendo a cadeira de prefeito, político que quase chegou lá na última eleição, e agora tenta emplacar gol; e também candidatos que disputam a eleição majoritária pela primeira vez.

Quatro chapas disputam a preferência do eleitorado para administrar a segunda cidade mais rica do Amazonas com orçamento anual de R$ 300 milhões e mais de 86 mil habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Keitton Pinheiro (PP), Robson Tiradentes (PSC), Zé Henrique (PL) e Mil Mitouso (PSB) disputam os cargos majoritários.

Na última quinta-feira (2), os candidatos realizaram seus últimos comícios na cidade antes do pleito.

Família Pinheiro tenta continuar no poder

O servidor público municipal Keitton Pinheiro é o candidato da família Pinheiro, liderada por Adail Pinheiro – ex-prefeito de Coari, preso por envolvimento em crimes de favorecimento à prostituição e exploração sexual de criança e adolescente em novembro de 2014.

Adail Pinheiro é pai de Adail Filho, prefeito eleito de Coari nas Eleições de 2020, mas que teve o registro cassado pelo TSE esse ano. A Corte entendeu que a administração de Adail Filho configurava um terceiro mandato consecutivo de uma mesma família no poder, o que é proibido por Lei no Brasil. Na ocasião, Keitton era vice-prefeito e não chegou a assumir o comando do executivo municipal.

Keitton tem o apoio da coligação “Unidos Por Coari”, que reúne os partido PP, Republicanos, dos deputados federais Silas Câmara e Alberto Neto; e MDB, do senador Eduardo Braga.

Na lista de bens declarados ao TSE, Keitton Pinheiro informou um total de R$ 500 mil, sendo 90% de cota empresarial – equivale a R$ 360 mil, e uma casa no valor de R$ 140 mil.

O vice-prefeito na chapa de Keitton é o empresário Edilson Lima, que declarou ao TSE total de bens de R$ 144.500,00 referente a um terreno, um carro, uma moto e um prédio comercial.

Robson Tiradentes tenta mais uma vez chegar em primeiro

O candidato Robson Tiradentes, segundo colocado na última Eleição para prefeito de Coari, tenta mais uma vez conquistar a cadeira.

Na última eleição, Robson acabou derrotado por Adail Filho e Keitton Pinheiro, prefeito e vice-prefeito, respectivamente, que tiveram a chapa cassada pelo TSE.

Ele tem o apoio do governador Wilson Lima (PSC) e de outros oito partidos que formam a coligação “Ficha Limpa para Coari”.

Robson Tiradentes é empresário e declarou ter uma residência no valor de R$ 650 mil e uma empresa com capital social de R$ 500 mil, totalizando R$ 1.150.000,00 mil em bens declarados.

Seu vice, Coronel Norte, servidor público na Polícia Militar do Amazonas; declarou total de bens de R$ 414.789,35, que envolvem um apartamento, investimentos bancários e depósitos em contas.

Ex-aliado de Adail Pinheiro disputa primeira eleição majoritária em Coari

Ex-vereador de Coari por três mandatos consecultivos (2001-2004, 2005-2008, 2009-2012) Zé Henrique já renunciou como pré-candidato a vice-prefeito nas Eleições de 2012.

Na época, ele renunciou ao cargo de vice na chapa de Adail Pinheiro, que dias depois acabou vencendo o pleito. Porém, Adail foi impedido de terminar o mandato por ter sido preso por pedofilia.

Zé Henrique é professor e conta com o apoio da coligação “Juntos Somos mais Fortes”, que reúne os partidos Avante, do atual prefeito de Manaus, David Almeida; e o PL do ex-deputado federal e atual presidente da sigla, Alfredo Nascimento, e do deputado Marcelo Ramos – vice-presidente da Câmara dos Deputados.

No TSE, Zé Henrique declarou total de bens em R$ 982.500,00, equivalente a dois terrenos, uma moto, uma casa, um carro e um apartamento.

Seu vice, o empresário Manoel Orlando Monteiro do Nascimento, tem bens declarados no TSE no total de R$ 645 mil, equivalente a uma empresa de descatáveis na qual é proprietário, duas casas e um carro.

Professores se únem em chapa na briga pela Prefeitura

O professor Mil Mitouso e a professora Dielene Santos formam a chapa puro sangue do PSB e entraram na briga pela Prefeitura de Coari nos 45 minutos do segundo tempo.

Na lista de bens declarados no TSE, Mil Mitouso registrou uma moto no valor de R$ 20 mil. Já a candidata a vice-prefeita, Professora Dilene Marques dos Santos, informou ter uma moto no valor de R$ 5 mil.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Amazonas investe R$ 61 milhões em pesquisas e quer popularizar Ciência

O anúncio do investimento foi feito pelo Wilson Lima na tarde desta quinta (27). Na ocasião, Márcia Perales destacou que o Governo tem honrado compromissos com a Ciência.

27 de janeiro de 2022

‘Livre da Covid e de volta ao trabalho’, anuncia David Almeida

O prefeito de Manaus havia anunciado que estava infectado pelo coronavírus no dia 22 de janeiro. Hoje, pelas redes sociais, disse estar curado, dando destaque à vacinação.

27 de janeiro de 2022

Wilson Lima investe R$ 453 milhões em asfaltamento de ramais no AM

Na manhã desta quinta-feira (27), governador do Amazonas reinaugurou o ramal da Cachoeira do Castanho; atual gestão já recuperou 100 quilômetros de ramais.

27 de janeiro de 2022

XP/Ipespe coloca Lula 20 pontos percentuais à frente de Bolsonaro

Lula registrou 44% das intenções de votos. Na terceira posição, aparecem empatados na pesquisa com 8% o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

27 de janeiro de 2022

Ida de Moro ao União Brasil facilita vida de filiados do Podemos no AM

Presidenciável estuda se filiar ao União Brasil e assim facilitar a vida dos filiados do Podemos no Amazonas, que poderão apoiar livremente Bolsonaro e ter mais recursos.

27 de janeiro de 2022

Câmara de Manaus vai desembolsar mais de meio milhão para limpar carpetes

Os trabalhos legislativos em 2022 ainda nem começaram, mas os contratos expressivos da CMM em 2021, assinados por David Reis, seguem aparecendo no Diário Oficial da Casa.

27 de janeiro de 2022

Pela segunda vez, vereadores tentam derrubar aumento de 83% do Cotão

Na última tentativa, a desembargadora Joana Meirelles negou pedido de liminar dos vereadores Rodrigo Guedes e Amom Mandel para suspender a votação que aprovou o aumento.

27 de janeiro de 2022

Arthur e Plínio evitam choque, mas corda entre os dois vai esticar

Questionados sobre para qual cargo vão concorrer em 2022, Arthur Neto e Plínio Valério não disseram aonde vão fincar seus esforços pois aguardam as definições partidárias.

27 de janeiro de 2022