fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Ex-adversário de Amazonino Mendes, José Cardoso Dutra morre aos 84 anos

Advogado formado pela UFAM, Dutra foi deputado estadual e federal, presidente da Aleam e secretário estadual do Interior e Justiça e da Indústria, Comércio e Turismo.

6 de janeiro de 2022

Compartilhe

O advogado José Cardoso Dutra foi presidente da Aleam (Foto Divulgação)

O advogado José Cardoso Dutra, que foi deputado estadual e federal pelo Amazonas, morreu aos 84 anos, nesta quinta-feira (6), em Brasília, onde morava. Na década de 90, ele disputou a prefeitura de Manaus e chegou ao segundo turno da Eleição contra o rival Amazonino.

Nascido em Barreirinha, no interior do Amazonas, no dia 18 de julho de 1937, Dutra era advogado formado (1967) pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Ele foi pecuarista, professor e bancário, tendo atuado como líder sindical.

De 1986 a 1994, Dutra foi deputado federal pelo Amazonas, sendo reeleito em 1991. Ele também foi deputado estadual entre 1970 e 1979 e chegou a ser presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) pelo período de 1975 a 1977.

Antes dos mandatos políticos na Aleam e na Câmara Federal, Dutra foi secretário estadual do Interior e Justiça e da Indústria, Comércio e Turismo, entre 1983 e 1986.

Nas Eleições de 1992, concorreu ao cargo de prefeito de Manaus e levou a disputa para o segundo turno. No entanto, obteve 39,46% dos votos e quem acabou eleito prefeito foi Amazonino Mendes.

O governador Wilson Lima manifestou pesar pelo falecimento, destacou a contribuição de José Dutra para o Amazonas em sua trajetória de vida pública e se solidarizou com a dor de familiares e amigos pela inestimável perda, desejando que encontrem em Deus o conforto necessário.

A Prefeitura de Manaus também divulgou nota de pesar em que externa profundo pesar pela morte do advogado.

“Neste momento de dor, presto minhas condolências à família e aos amigos de Dutra, como ficou conhecido na cidade de Manaus. Que Deus possa confortar a todos nesse momento tão doloroso”, lamentou o prefeito em exercício, Marcos Rotta.

Texto: Isac Sharlon, com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Amazonas investe R$ 61 milhões em pesquisas e quer popularizar Ciência

O anúncio do investimento foi feito pelo Wilson Lima na tarde desta quinta (27). Na ocasião, Márcia Perales destacou que o Governo tem honrado compromissos com a Ciência.

27 de janeiro de 2022

‘Livre da Covid e de volta ao trabalho’, anuncia David Almeida

O prefeito de Manaus havia anunciado que estava infectado pelo coronavírus no dia 22 de janeiro. Hoje, pelas redes sociais, disse estar curado, dando destaque à vacinação.

27 de janeiro de 2022

Wilson Lima investe R$ 453 milhões em asfaltamento de ramais no AM

Na manhã desta quinta-feira (27), governador do Amazonas reinaugurou o ramal da Cachoeira do Castanho; atual gestão já recuperou 100 quilômetros de ramais.

27 de janeiro de 2022

XP/Ipespe coloca Lula 20 pontos percentuais à frente de Bolsonaro

Lula registrou 44% das intenções de votos. Na terceira posição, aparecem empatados na pesquisa com 8% o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

27 de janeiro de 2022

Ida de Moro ao União Brasil facilita vida de filiados do Podemos no AM

Presidenciável estuda se filiar ao União Brasil e assim facilitar a vida dos filiados do Podemos no Amazonas, que poderão apoiar livremente Bolsonaro e ter mais recursos.

27 de janeiro de 2022

Câmara de Manaus vai desembolsar mais de meio milhão para limpar carpetes

Os trabalhos legislativos em 2022 ainda nem começaram, mas os contratos expressivos da CMM em 2021, assinados por David Reis, seguem aparecendo no Diário Oficial da Casa.

27 de janeiro de 2022

Pela segunda vez, vereadores tentam derrubar aumento de 83% do Cotão

Na última tentativa, a desembargadora Joana Meirelles negou pedido de liminar dos vereadores Rodrigo Guedes e Amom Mandel para suspender a votação que aprovou o aumento.

27 de janeiro de 2022

Arthur e Plínio evitam choque, mas corda entre os dois vai esticar

Questionados sobre para qual cargo vão concorrer em 2022, Arthur Neto e Plínio Valério não disseram aonde vão fincar seus esforços pois aguardam as definições partidárias.

27 de janeiro de 2022