fbpx

sábado, 13 de agosto de 2022

Entenda como os minions viraram apelido para os apoiadores de Bolsonaro

Personagens amarelos da franquia "Meu Malvado Favorito", eles obedecem cegamente às ordens do supervilão da vez, tendo servido desde um tiranossauro, até Napoleão e Drácula.

1 de julho de 2022

Compartilhe

Concebido como uma espécie de nome pejorativo, o "bolsominion" nasceu como meme (Foto: Reprodução)

“Os minions estão nesse planeta há mais tempo que nós. Todos tem o mesmo objetivo: servir o vilão mais malvado do mundo”, explica o simpática narrador de “Minions”, de 2015, filme centrado na trupe de criaturinhas amarelas que servem Gru, o protagonista de “Meu Malvado Favorito“. A franquia coleciona seus bilhões no cinema desde 2010, mas no contexto das eleições de 2018, a turba de trapalhões ganhou um novo significado no Brasil como apelido para os apoiadores de Jair Bolsonaro.

Concebido como uma espécie de nome pejorativo, o “bolsominion” nasceu como meme, comparando os minions -que são de um amarelo-bandeira vibrante- aos apoiadores que lotavam as ruas com camisetas e bandeiras do Brasil, signo que hoje a esquerda busca recuperar.

Além disso, os personagens obedecem cegamente às ordens do supervilão da vez – na história do filme, já serviram desde um tiranossauro, até Napoleão e o Drácula. Todos eles, incluindo Gru, trazem um ar paspalhão e estabanado, outra característica que a oposição associa ao comportamento de Bolsonaro.

O primeiro registro público da expressão “bolsominion” em texto disponível nas redes hoje é de 3 de julho de 2015, pelo usuário Zanfa, do portal Capinaremos -portanto antes das eleições de 2018, mas num momento em que Bolsonaro ganhava notoriedade. No entanto, na imagem, o deputado Eduardo Cunha -então presidente da Câmara dos Deputados e responsável por iniciar o impeachment de Dilma Rousseff- fica no lugar de Gru como o “malvado favorito”, enquanto Bolsonaro, também deputado à época, aparece todo amarelo no corpo de um minion.

Como parte fundamental para a comédia infantil -e para a irritação dos pais, que têm de aguentar a imitação dos filhos-, os minions ainda tagarelam sem parar numa língua incompreensível, numa voz fina, com uma ou outra palavra reconhecível.

É também o que garante a eles alguma gota de fofura e personalidade suficiente para protagonizarem um novo filme próprio, como este novo “Minions 2: A Origem de Gru“, que chegou aos cinemas nesta quinta-feira.

Apesar de tudo, e já que os políticos tentam cada vez mais surfar nos memes e na linguagem jovem para angariar outros apoiadores, ser “bolsominion” já não é ofensa há algum tempo. O próprio filho 03 do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro, já até comemorou um aniversário em 2019 com uma festa temática das criaturinhas.

Enquanto isso, apoiadores nas redes sociais já reconhecem: “Sou bolsominion com muito orgulho, e pronto!”.

Fonte: Folhapress

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Carol Braz quer destinar 30% dos cargos do Governo aos jovens

Carol Braz apresentou propostas para o incentivo dos jovens ao primeiro emprego e oferta de cargos comissionados para este público, caso seja eleita governadora.

12 de agosto de 2022

Wilson adere ao TikTok para ampliar comunicação com eleitores

Wilson Lima anuncia adesão ao TikTok convocando seguidores e fazendo dancinha, para buscar o eleitorado mais jovem, maioria dos perfis do aplicativo.

12 de agosto de 2022

TSE divulga cálculo para distribuição de tempo no horário eleitoral

Conforme a legislação eleitoral, 90% do tempo total de propaganda são distribuídos proporcionalmente pelo número de deputados. O restante (10%) é dividido igualitariamente. 

12 de agosto de 2022

STF terceiriza para TSE manifestações sobre atos pró-democracia

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, defendeu as urnas eletrônicas, disse que é preciso rejeitar o retrocesso e se opôs às fake news.

12 de agosto de 2022

Novas regras incentivam a eleição de mulheres e negros para a Câmara

Novas regras da reforma eleitoral do ano passado dobram o valor dos votos para mulheres e negros candidatos à Câmara dos Deputados, em Brasília.

12 de agosto de 2022

Chapa Solidariedade-PSB assina carta pela ética e boa governança, no AM

Candidato ao Governo do Amazonas pela Coligação ‘Nós, o Povo’, Ricardo Nicolau assinou a carta junto com a candidata a vice-governadora na chapa, Cristiane Balieiro.

12 de agosto de 2022

4 nomes na disputa ao Senado já pediram o registro de candidatura, no AM

Sete candidatos se apresentam para o cargo de senador do Amazonas, mas, até à tarde desta sexta, três deles ainda não registraram pedido de candidatura no TSE.

12 de agosto de 2022

TSE já recebeu nove registros de candidaturas à Presidência da República

Justiça Eleitoral atualizou os dados de registros das candidaturas à Presidência da República, até esta quinta-feira, com nove chapas que pleiteiam disputar as eleições.

12 de agosto de 2022