fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

Eduardo Girão faz voto criticando CPI por focar no Governo Federal

Senador governista apresentou voto em separado criticando a CPI, que teria cometido o crime de prevaricação por não investigar os governos estaduais e municipais.

26 de outubro de 2021

Compartilhe

Senador governista também pediu o indiciamento de uma série de agentes públicos e particulares que tentaram vender vacinas ao governo. (Foto: Reprodução)

O senador Eduardo Girão (Podemos/CE) apresentou, nesta terça-feira (26), um voto em separado com 77 páginas para se contrapor ao relatório do senador Renan Calheiros (MDB). No documento, ele faz críticas ao grupo majoritário formado por sete senadores e à escolha de Renan Calheiros (MDB/AL) para a relatoria, além de atacar o Consórcio Nordeste.

Eduardo Girão acusou a CPI de, intencionalmente, esquecer de investigar os gestores estaduais, conforme previa o requerimento de criação da comissão apresentado por ele. Atacou também a forma de como os depoentes foram tratados pelos senadores.

O senador defendeu que o Governo Federal agiu com lentidão para propor ao parlamento projetos que dessem garantias legais para a compra de vacinas, mas garantiu que o Ministério da Saúde as comprou assim que os imunizantes tiveram aprovação de uso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Outro ponto criticado por Girão foi a caracterização do grupo batizado de “gabinete paralelo”, pois, na versão dele, um presidente tem liberdade para se aconselhar com agentes que não compõem seu governo.

O senador cearense também criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por desestimular o uso de máscaras e criticar as vacinas, mas disse que essa postura foi uma resposta as ações do governador de São Paulo, João Dória Júnior.

Girão por fim registrou os R$ 48 milhões pagos pelo Consórcio Nordeste a uma empresa que não entregou os respiradores comprados.

Por fim, o senador cearense pede o aprofundamento das investigações pela Procuradoria Geral da República (PGR) da prática de crime de prevaricação cometido pela CPI por não investigar os governos estaduais e municipais, rejeição do relatório de Renan e a adoção do voto dele como relatório final.

Além de Girão, também apresentarão voto em separado os governistas Marcos Rogério (DEM/RO) e Luiz Carlos Heize (PP/RS). Somente após eles lerem seus votos, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD), vai abrir a discussão e na sequência eles serão votados.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprova PEC dos Precatórios

A PEC do senador Fernando Bezerra, que já passou pela Câmara dos Deputados, libera espaço fiscal em 2022 para o pagamento do programa social Auxílio Brasil.

1 de dezembro de 2021

Prazo para apresentação de emendas impositivas à LOA encerra hoje

O Governo estima o orçamento para o próximo ano fiscal em pouco mais de R$ 24 bilhões. Os deputados podem dispor de 1,2% da receita corrente líquida para emendas individuais.

1 de dezembro de 2021

Comissão de Educação ignora pedidos do Sinteam e frustra educadores

Sindicato que representa a categoria dos profissionais da Educação diz que a comissão não deu retorno de ofícios protocolados ao longo do ano; reajuste é uma das pautas.

1 de dezembro de 2021

STF mantém foro de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

A investigação que atinge o senador foi desidratada por decisões do STJ, que anulou a maior parte das provas colhidas em primeiro grau por considerar o juízo incompetente.

1 de dezembro de 2021

Deputados debatem prática de empinar moto como atividade desportiva

Deputada diz que o 'grau de moto' têm sido muitas vezes reprimido por agentes da polícia e por isso quer transformar a 'acrobacia' em esporte.

1 de dezembro de 2021

Destacando presença de deputados, Bolsonaro oficializa entrada no PL

Durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro destacou que a cerimônia foi uma simples filiação ao partido e que não estava “lançando ninguém a cargo nenhum”.

30 de novembro de 2021

Plínio e Marcelo defendem emendas do relator e transparência na aplicação

Senador Plínio Valério e o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, defenderam o instrumento que possibilita liberação de recursos para o Estado e os municípios.

30 de novembro de 2021

Ministério Público do Amazonas vai investigar garimpagem no rio Madeira

MP-AM instalou inquérito civil público na última sexta-feira (26) para investigar "possíveis irregularidades" das balsas de garimpo que se amontoaram no Rio Madeira.

30 de novembro de 2021