fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Desoneração da folha de 17 setores vai a sanção de Bolsonaro

Senado aprovou projeto que prorroga por um ano a desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia, um benefício que acabaria no final deste mês.

10 de dezembro de 2021

Compartilhe

Relator da matéria, senador Veneziano Vital do Rêgo defendeu a aprovação do texto como veio da Câmara Federal e assim poder ser sancionado imediatamente. (Foto: Senado)

O Senado encaminhou, nesta sexta-feira (10), para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PL) o projeto de lei que prorroga por dois anos a desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia (PL 2.541/2021). A medida, que se encerraria no fim do ano, valerá até o fim de 2023.

O projeto foi aprovado, na noite desta quinta-feira, do jeito que veio da Câmara dos Deputados, sem nenhuma alteração. O relator, senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), rejeitou pedidos dos senadores para incluir setores não contemplados, como a indústria naval e o turismo. Ele alegou a necessidade de garantir a renovação do instrumento antes do fim do ano — se o Senado tivesse feito mudanças, o texto voltaria para a Câmara.

A desoneração da folha é um mecanismo que permite às empresas dos setores beneficiados pagarem alíquotas de 1% a 4,5% sobre a receita bruta, em vez de 20% sobre a folha de salários. Essa permissão foi introduzida há 10 anos e há pelo menos oito já alcança todos os setores hoje incluídos. Pela legislação atual (Lei 12.546, de 2011), ela se esgotaria em 31 de dezembro deste ano.

Os setores alcançados pela medida são: calçados, call center, comunicação, confecção/vestuário, construção civil, empresas de construção e obras de infraestrutura, couro, fabricação de veículos e carroçarias, máquinas e equipamentos, proteína animal, têxtil, TI (tecnologia da informação), TIC (tecnologia de comunicação), projeto de circuitos integrados, transporte metroferroviário de passageiros, transporte rodoviário coletivo e transporte rodoviário de cargas.

Como forma de compensação pela prorrogação da desoneração, o projeto também aumenta em 1% a alíquota da Cofins-Importação. Segundo Veneziano, essa providência vai garantir um saldo fiscal positivo de cerca de R$ 2,5 bilhões. Outra regra do projeto aprovado é que o Executivo deverá estabelecer mecanismos permanentes de avaliação da efetividade da política de desoneração da folha de pagamento.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Congresso tem 30 medidas provisórias para analisar em 2022

Apesar de produzir efeitos jurídicos imediatos, a MP precisa da posterior apreciação pelas do Congresso Nacional (Câmara e Senado) para se converter definitivamente em lei.

21 de janeiro de 2022

Sete governadores e 20 parlamentares anunciaram ter Covid-19 em 22

Doença se espalhou entre os políticos neste período de recesso parlamentar, mas não há informações sobre a variante que predominou no caso das infecções ou reinfecções.

21 de janeiro de 2022

Senador Omar Aziz revela que está com Covid, mas sem sintomas graves

O senador Omar Aziz, que presidiu a CPI da Covid do Senado, revelou, nas redes sociais, que tomava todas as precauções e seguia os protocolos, mas acabou contraindo a doença.

21 de janeiro de 2022

Mãe de Jair Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira.

21 de janeiro de 2022

PSOL aciona MPF contra aquisição da ‘DarkMatter’ pelo ‘gabinete do ódio’

Bancada do PSOL considera risco à democracia se 'gabinete do ódio' adquirir ferramenta de espionagem que pode ser usada para perseguir ativistas políticos e jornalistas.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro ingressam no PDT durante convenção em Brasília

Defensora e ex-deputado vão liderar chapa majoritária do partido nas eleições. Filiação ocorrerá durante convenção que oficializará Ciro Gomes como candidato a Presidência.

21 de janeiro de 2022

Alas do MDB e do PSDB pressionam para união entre Doria e Simone

Doria tem dito que deseja ter uma mulher na sua chapa. Por meio de sua equipe de pré-campanha, ele afirmou que senadora estará ao seu lado na disputa pela presidência.

20 de janeiro de 2022

Presidente do TCE-AM determina retorno do regime híbrido de trabalho

Presidente Érico Desterro argumentou que o momento, onde os números de casos de Covid-19 voltaram a crescer no Amazonas, requer que se preserve a saúde dos servidores.

20 de janeiro de 2022