fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Desembargador determina exclusão de vídeo ofensivo contra Wilson Lima

Desembargador entendeu que o conteúdo do vídeo extrapolou as garantias previstas na liberdade de expressão e ordenou o Facebook a identificar primeiro disseminador da mídia.

7 de janeiro de 2022

Compartilhe

O vídeo acusa Wilson Lima de ser “bandido”, “genocida” e “chefe de organização criminosa” (Foto: Divulgação)

O desembargador Délcio Luis Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), determinou que o Facebook interrompa a circulação e a divulgação de um vídeo que contém mensagens ofensivas contra o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC).

O vídeo acusa Wilson Lima de ser “bandido”, “genocida” e “chefe de organização criminosa”. Por isso, o magistrado entendeu que o conteúdo viola as garantias contidas na liberdade de expressão.

A decisão ainda determinou o pagamento de R$ 10 mil por dia de multa, caso o Facebook descumpra ordem judicial. Além disso, o desembargador acatou o pedido da defesa do governador e mandou o Facebook identificar o disseminador do vídeo.

O magistrado considerou outro argumento da defesa de que não é possível determinar o endereço eletrônico do vídeo no Whatsapp já que essa rede social não dispõe deste recurso. O Facebook foi condenado porque é proprietário do aplicativo de mensagens eletrônicas.

“Penso ainda que o art. 19, §1º, 12.965/2014 não exige exatamente a identificação da URL mas tão somente a identificação do conteúdo apontado como ilegal a fim de permitir sua localização, o que, a meu ver, pode e deve ser feito pelo provedor responsável pelo aplicativo, notadamente porque o agravante disponibilizou o conteúdo do vídeo no endereço”, escreve o desembargador nos autos.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sete governadores e 20 parlamentares anunciaram ter Covid-19 em 22

Doença se espalhou entre os políticos neste período de recesso parlamentar, mas não há informações sobre a variante que predominou no caso das infecções ou reinfecções.

21 de janeiro de 2022

Senador Omar Aziz revela que está com Covid, mas sem sintomas graves

O senador Omar Aziz, que presidiu a CPI da Covid do Senado, revelou, nas redes sociais, que tomava todas as precauções e seguia os protocolos, mas acabou contraindo a doença.

21 de janeiro de 2022

Mãe de Jair Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira.

21 de janeiro de 2022

PSOL aciona MPF contra aquisição da ‘DarkMatter’ pelo ‘gabinete do ódio’

Bancada do PSOL considera risco à democracia se 'gabinete do ódio' adquirir ferramenta de espionagem que pode ser usada para perseguir ativistas políticos e jornalistas.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro ingressam no PDT durante convenção em Brasília

Defensora e ex-deputado vão liderar chapa majoritária do partido nas eleições. Filiação ocorrerá durante convenção que oficializará Ciro Gomes como candidato a Presidência.

21 de janeiro de 2022

Alas do MDB e do PSDB pressionam para união entre Doria e Simone

Doria tem dito que deseja ter uma mulher na sua chapa. Por meio de sua equipe de pré-campanha, ele afirmou que senadora estará ao seu lado na disputa pela presidência.

20 de janeiro de 2022

Presidente do TCE-AM determina retorno do regime híbrido de trabalho

Presidente Érico Desterro argumentou que o momento, onde os números de casos de Covid-19 voltaram a crescer no Amazonas, requer que se preserve a saúde dos servidores.

20 de janeiro de 2022

Mãe do presidente Bolsonaro continua internada em hospital no Sul de SP

Em agosto do ano passado, após uma visita à mãe, Jair Bolsonaro revelou que Olinda estava doente. “Ela não me reconhece mais”, disse, à época, a uma emissora de TV.

20 de janeiro de 2022