fbpx

sexta, 15 de janeiro de 2021

Deputados debatem sobre a exclusão do PL sobre as taxas cartorárias

Antes de iniciar a sessão desta quinta-feira, parlamentares debatem sobre as exclusão do PL 338/20 que trata sobre os valores das taxas cartorárias no Amazonas.

20 de agosto de 2020

Compartilhe

Deputados debatem exclusão de PL (Foto: Izaias Godinho)

Antes de iniciar a votação de aproximadamente 20 projetos de lei na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), nesta quinta-feira (20), a exclusão do projeto de lei, de autoria do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que reduz em 30% a cobrança das taxas cartoriais foi tema de discussão na Casa.

De acordo com o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), que é relator da matéria, o PL 338/20 chegou à Aleam no dia 8 de abril e, até então, não foi colocada em tramitação.

O deputado estadual Álvaro Campêlo (PP), foi o primeiro a questionar a razão pela qual o projeto de lei foi excluído na votação. O parlamentar solicitou que a matéria fosse inserida na pauta porque, segundo o parlamentar, a população estaria pressionando os parlamentares, nas redes sociais, para discutir  a matéria.

“Um tema de vital importância para o Estado do Amazonas. Muitas pessoas têm entrado em contato comigo nas redes sociais para que nós possamos nos debruçar sobre este tema o quanto antes. Gostaria de saber o porquê de não ter sido inserido na votação de hoje”, questionou.

A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) afirmou que o PL ainda não poderia ser colocado em pauta porque a Comissão  de Constituição e Justiça (CCJ) teria encontrado divergências no relatório do PL.

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), porém, cobrou celeridade na votação do projeto e sugeriu consenso entre os deputados para que o PL seja votado na próxima quarta-feira (27).

“É esse acordo que eu quero propor para gente sair dessa ‘lenga-lenga’. A sociedade já vê a classe política muito mal. E nós ficamos dando motivos para que eles nos vejam piores do que nós já somos”, disparou o deputado.

O presidente da CCJ, deputado estadual Delegado Péricles (PSL), justificou a ausência do projeto na pauta, afirmando que houve um questionamento com relação à tramitação porque o projeto de lei não estava em regime de urgência.

Além disso o deputado acrescentou que o PL deve seguir os trâmites  dentro da CCJ e cumprir o prazo da pauta virtual, de cinco dias, dentro da Comissão. “Na quarta-feira ele pode ser inserido na pauta e ser votado”, garantiu o parlamentar.

A deputada estadual Joana Darc (PL) que é membro da CCJ, também afirmou que vai reunir com os membros da Comissão para dar celeridade na aprovação dos relatórios, tanto do projeto do TJAM quanto das mensagens governamentais.

“As mensagens governamentais  estão na mesma situação  desse projeto.  Então nós  vamos extinguir  todas as pendências na segunda-feira na CCJ”, disse.

Sobre o Projeto de Lei

O PL 338/20 visa redução dos emolumentos relativos aos atos praticados pelas serventias extrajudiciais de notas e registros públicos no âmbito da capital.

A redução de que trata este projeto de Lei deve-se ao fato de que os atuais valores da tabela de emolumentos relativos aos atos praticados pelas serventias extrajudiciais de notas e registros públicos no âmbito do Estado do Amazonas encontram-se acima da média nacional, tornando inviável a regularização da propriedade dos imóveis.

Texto: Izaías Godinho

Veja mais notícias

Farmácias de Manaus passam a funcionar somente até as 18h

Após esse horário, o funcionamento é exclusivo pelos canais de delivery. O ajuste deve-se ao decreto estadual que estabelece toque de recolher das 19h às 6h.

15 de janeiro de 2021

Em meio à crise de oxigênio, Planalto insiste em realizar o Enem

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

15 de janeiro de 2021

Justiça veta aumento de ‘cotão’ aprovado por deputados

A decisão do magistrado foi assinada pelo juiz de Direito Ronnie Frank. Segundo ele, a Lei de combate à covid-19 limita essas despesas de Estados até dezembro deste ano.

15 de janeiro de 2021

Governo proíbe acesso às escolas estaduais para aplicação do Enem

A decisão consta no Decreto nº 43.283, desta quinta-feira (14). A medida se une a uma série de ações tomadas nos últimos dias pelo governo para o enfrentamento da covid-19.

15 de janeiro de 2021

Confira o horário de funcionamento dos supermercados em Manaus

A partir desta sexta os supermercados funcionarão entre 7h e 18h, inclusive os serviços de delivery. Os supermercados 24 horas também adotarão novo horário de funcionamento.

15 de janeiro de 2021

Feiras funcionam das 6h às 13h. Tablado da Panair das 14 às 17h

O horário está restrito de 6h às 13h até o dia 24 de janeiro, podendo ser prorrogado. O tablado do peixe da Feira da Panair funcionará das 14h às 17h.

15 de janeiro de 2021

Passagens aéreas até 31 de outubro podem ser adiadas sem multa

Quem comprou passagem para o período entre 19 de março de 2020 e 31 de outubro de 2021 poderá adiar a viagem sem pagar multa, cobrada apenas se o consumidor pedir reembolso.

15 de janeiro de 2021

Tjam determina regularização imediata de estoque de oxigênio no AM

Decisão atende a pedido ajuizado pelo Governo do Amazonas. O estado alega ter dificuldades no recebimento do oxigênio medicinal fornecido pela empresa White Martins.

15 de janeiro de 2021