fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Deputados debatem prática de empinar moto como atividade desportiva

Deputada diz que o 'grau de moto' têm sido muitas vezes reprimido por agentes da polícia e por isso quer transformar a 'acrobacia' em esporte.

1 de dezembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Reprodução/Internet)

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta sexta-feira (3) para discutir a prática do “grau de moto” como atividade desportiva, de lazer e cultural em diferentes partes de cidades no País. O grau de moto é a prática de fazer manobras para empinar a motocicleta, deixando a roda dianteira no alto enquanto se equilibra na traseira. O debate será realizado no plenário 8, às 9 horas.

A deputada Alê Silva (PSL-MG), que propôs a realização do debate, disse que tem observado o crescimento da popularidade de eventos de “grau de moto”, onde espectadores assistem à exibição de acrobacias em moto, com destaque para a de empiná-la, em diferentes partes de cidades brasileiras.

“As práticas têm sido muitas vezes reprimidas, conforme relatos de jovens da periferia, por agentes da polícia com ações tão ilegais quanto a prática em si e muito mais violentas, como as que, com abuso de autoridade, no lugar de enquadrar legalmente o ato, vandalizam as motocicletas ou agem com violência contra os praticantes”, disse.

Debatedores

Foram convidados para o debate, entre outros, o superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Minas Gerais, Bruno Raslan; o praticante de grau de moto Niltin do Grau, e o psicólogo e psicanalista João Eugênio.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Pré-candidato a deputado federal, Saullo Vianna caminha com Wilson e David

À TV RealTime1, o deputado revelou os planos dele para disputar uma vaga na Câmara Federal, bastidores da política local e quem está na frente na corrida presidencial no AM.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaro avalia com AGU se vai ou não prestar depoimento à PF

O ministro Bruno Bianco analisa os precedentes que podem ser aplicados a Bolsonaro para tentar minimizar o desgaste que poderia sofrer ao prestar depoimento.

28 de janeiro de 2022

Justiça do Distrito Federal arquiva caso do tríplex contra Lula

O MPF afirma que os crimes imputados ao ex-presidente Lula prescreveram. O petista tem 76 anos e, mesmo se condenado, a pena estaria prescrita até que pudesse ser cumprida.

28 de janeiro de 2022

MPAM investiga licitação de fornecimento de gás ao Hospital de Coari

Para o MPAM, valor da compra do gás de cozinha (GLP), de R$ 71 mil ultrapassa o limite máximo de dispensa de licitação que, no ano de 2019, era de R$ 17,6 mil.

28 de janeiro de 2022

Trabalho em regime híbrido é prorrogado até o dia 7 de fevereiro no TCE

A decisão também prorroga, automaticamente, até o dia 7 de fevereiro o regime de home office para todos os servidores acima dos 60 anos de idade e imunossuprimidos.

28 de janeiro de 2022

David Reis libera mais de R$ 2,5 milhões em cinco licitações da CMM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador David Reis, tem surpreendido com licitações bastante específicas, sem se preocupar com as críticas da opinião pública.

28 de janeiro de 2022

TSE e WhatsApp discutem medidas para enfrentamento da desinformação

Parceria prevê auxílio do aplicativo de mensagens na comunicação com os eleitores, além de facilitar o acesso a serviços da Justiça Eleitoral.

28 de janeiro de 2022

STF manda Bolsonaro depor presencialmente na Polícia Federal hoje

A PF intimou Bolsonaro a depor no ano passado, mas a Advocacia-Geral da União pediu prorrogação, e o STF concedeu mais 60 dias de prazo — que vence nesta sexta (28).

28 de janeiro de 2022