fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Deputados da CPI da Saúde rebatem Senado e cobram órgãos de controle

Membro da CPI que no ano passado investigou os gastos estaduais com a Saúde, Serafim Correa, diz que Senado "está atrasado um ano", nas apurações sobre o combate à pandemia.

14 de abril de 2021

Compartilhe

Serafim, afirmou que Aleam investigou os gastos estaduais com a pandemia (Foto: divulgação)

O deputado Serafim Correa (PSB) afirmou, nesta quarta-feira (14), que a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) “saiu a frente” do Senado ao realizar investigações sobre os gastos com a pandemia ao realizar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, finalizada em setembro do ano passado.

Serafim foi um dos membros da comissão que teve mais de 120 dias de trabalho e indicou desvios de dinheiro público da Saúde do estado ao longo da pandemia de Covid-19 e em gestões anteriores a do governador Wilson Lima (PSC). O parlamentar rebateu acusações de colegas de que os deputados estavam sendo omissos.

“A Assembleia saiu a frente e foi a primeira a fazer a CPI. Na hora que ela dispôs dos elementos que a PF já tinha, que o MPAM e o MPF tinham, mas nada havia sido elucidados. A nossa CPI formada pelo presidente [delegado] Péricles pelo relator Fausto [Júnior], pelos membros Dr. Gomes, Wilker [Barreto] elucidaram […] Não pode colar na gente essa coisa de que nós não fizemos a nossa parte e que a vanguarda é do Senado”, refutou.

De acordo com Correa, a casa fez a parte dela, mas não poderia apurar o uso de recursos federais, somente os estaduais. O que faltou, na opinião dele, foi ação dos órgãos de controle para dar direcionamento aos fatos levantados pelo Legislativo. Até agora não houve desdobramentos sobre o caso no Ministério Público Federal (MPF), Tribunal de Contas do Estado (TCE) ou Ministério Público do Estado (MPE.

“Eu gostaria de saber o que o ilustre MPF fez seis meses depois de ter recebido o relatório. Nada. O que o MPE fez? Alguma coisa saiu em algum lugar? O que o TCE fez? Agora é hora de nos cobrarmos dos órgãos de controle. Saber o que eles fizeram, porque nós fizemos alguma coisa”, indagou.

Sobre a alegação de que a Aleam não havia apurado irregularidades referentes à pandemia, o deputado Delegado Péricles (PSL), presidente da CPI da Saúde estadual, rebateu lembrando que as investigações constataram fraudes em processos como o caso da compra de respiradores e no Hospital Nilton Lins.

“Nós ALEAM, membros da CPI da Saúde, fizemos a nossa parte. O protagonismo nosso encerrou naquele momento da CPI. O protagonismo agora deveria ser dos órgãos de controle e nós temos agora mais de oito meses e não vemos nenhum resultado e a população tem uma sensação de impunidade”,

Péricles, principal defensor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na ALEAM, disse ainda que pretende levar aos senadores o relatório final obtido na CPI da Saúde no Amazonas.

Texto: Giovanna Marinho

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021