fbpx

terça, 07 de dezembro de 2021

Deputados adiam votação sobre prazo de editais e concurso da PM

Depois de uma longa sessão, projetos de Lei sobre o ingresso na PM e sobre a lei geral de concursos que estabelece mudanças no prazo dos editais ficou para semana que vem.

21 de outubro de 2021

Compartilhe

Concurso foi anunciado pelo governador Wilson Lima (Foto: Reprodução)

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Felipe Souza (Patriota), pediu a retirada da pauta de votação de dois projetos de lei, o de nº. 470/2021, que trata da alteração da idade máxima para o ingresso na Polícia Militar (PM) de 28 para 35 anos e o de nº. 471/2021, que estabelece normas gerais para realização de concursos públicos, dentre elas a redução de 90 para 30 dias entre o edital e a primeira prova.

Depois de uma sessão de quase cinco horas com direito a uma suspensão pelo período de 40 minutos, os deputados, em tese, voltariam do intervalo prontos para votar os dois itens. No entanto, ambos foram retirados de pauta a pedido do deputado Felipe Souza.

Ao RealTime1, o deputado Delegado Péricles (PSL), destacou as mudanças previstas para o certame.

”Para ingresso na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros há alguns requisitos como o limite de idade, que foi alterado de 28 para 35 anos. E a escolaridade que, hoje, é de nível médio para os praças e nível superior para qualquer área destinada aos oficiais, sendo que a partir de 2023 será nível superior para os praças e bacharelado no curso de Direito para os oficiais”, explicou Péricles.

Prazo entre edital e primeira prova de concurso pode ser reduzido para 60 dias

Um tema que tem causado polêmica entre os ‘concurseiros’ é a mudança no prazo de editais, que pode ser reduzido de três para um mês entre a publicação do edital e a primeira prova.

”Houve uma redução daquele prazo entre o edital para a primeira prova, o Governo apresentou um projeto com um prazo mínimo de 30 dias, que aqui nós analisamos e o achamos muito exíguo, não dá pra pessoa estudar e se adequar ao edital. Buscamos um prazo razoável que é de 60 dias, que foi aprovado pela CCJ e agora será submetido ao plenário”, disse Péricles, que preside a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Aleam.

Estes projetos de Lei deverão ser votados na próxima quarta-feira (27)

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Omar critica liberação de garimpo em áreas indígenas no Amazonas

Decisão de liberar projetos de mineração em São Gabriel da Cachoeira foi tomada pelo chefe do GSI, Augusto Heleno, e alvo de críticas do senador Omar Aziz.

6 de dezembro de 2021

Cadastro Nacional vai reunir informações de pessoas condenadas por pedofilia

Os dados serão levantados pelo Conselho Nacional de Justiça. Entre os crimes estão estupro de vulnerável; corrupção de menores; exploração sexual de criança ou adolescentes.

6 de dezembro de 2021

Após tramitação relâmpago, vereadores aprovam Secretaria de Segurança

A criação de 68 cargos para o funcionamento da Segurança Pública gerou críticas dos vereadores Amom Mandel e Rodrigo Guedes. Governistas defenderam a criação dos cargos.

6 de dezembro de 2021

Vitória de Keitton em Coari aumenta poder de fogo dos Pinheiros em 2022

Eleição de Keitton Pinheiro ajuda a 'turbinar' as candidaturas de Adail Pinheiro Filho para deputado federal e de Mayara Pinheiro para permanência da sua vaga na Assembleia.

6 de dezembro de 2021

Absorventes e fundão eleitoral: Congresso analisa vetos de Bolsonaro

Congresso Nacional analisa, nesta terça-feira (7), os vetos do presidente ao fundão eleitoral de R$ 5 bilhões e a distribuição de absorventes para estudantes de baixa renda.

6 de dezembro de 2021

Em novo pacote de projetos de lei, Governo garante pagamento de datas-bases

A reestruturação da Lei 3.510 era esperada há décadas. Com ela, é possível a atualização salarial de vencimento e gratificações. A correção era esperada por 1987 servidores.

6 de dezembro de 2021

Bolsonaro quer Governo Federal decidindo sobre passaporte da vacina

Uma MP assinada por Bolsonaro teria o poder de alterar imediatamente essa lei, interferindo na autonomia de Estados e municípios, mas poderia ser rejeitada pelo Congresso.

6 de dezembro de 2021

General Heleno autoriza avanço de garimpo em áreas preservadas da Amazônia

Ministro Augusto Heleno do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) permitiu sete projetos de pesquisa de ouro em região na fronteira, ato inédito nos últimos dez anos.

6 de dezembro de 2021