fbpx

quinta, 28 de janeiro de 2021

Deputadas apresentam projetos de combate à violência doméstica

Dois Projetos de Lei relacionados ao combate à violência doméstica estão na pauta de tramitação da Assembleia Legislativa do Estado.

1 de outubro de 2020

Compartilhe

Projeto autoriza o Governo a realizar convênios com hoteis para que abriguem mulheres e seus filhos vítimas de violência doméstica (Foto: Divulgação

Dois Projetos de Lei relacionados ao combate à violência doméstica estão na pauta de tramitação da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) nesta semana.

Um deles estabelece princípios e diretrizes para a criação de programas responsabilizantes para agressores e outro, com foco na proteção às vítimas da violência doméstica, trata sobre convênios entre o Poder Executivo e hoteis para abrigar as mulheres e crianças agredidas.

O Projeto de Lei nº 432/2020, proposto pela deputada Alessandra Campêlo (MDB), trata sobre princípios e diretrizes a serem adotados na elaboração de programas coordenados pelo Poder Judiciário, Poder Legislativo, Ministério Público, Poder Executivo, Defensoria Pública ou por meio de parceria entre eles, firmadas em convênios e ou termos de cooperação técnica.

O texto do projeto destaca, entre os princípios norteadores dos programas: a responsabilização do autor nos aspectos legal, cultural e social; a igualdade e o respeito à diversidade, bem como a promoção da igualdade de gênero; e o respeito aos direitos e deveres individuais e coletivos, entre outros.

Entre as diretrizes estão: coordenação de equipes multidisciplinares, preferencialmente com a presença de profissionais do Serviço Social, da Psicologia e do Direito; e o funcionamento coordenado dos grupos com os demais serviços da rede de proteção, inclusa a rede de proteção à mulher vítima de violência.

Alessandra Campêlo defende a participação de agressores em programas de reabilitação de agressores como fator atenuante de reincidência.

“Programas de reabilitação ao agressor de violência doméstica se mostram com resultados positivos, diminuindo o número de reincidência. Além do mais, com a aprovação deste projeto estaremos alinhados às mudanças trazidas pela Lei Federal nº 13.984/2020, na qual o juiz pode obrigar o agressor a frequentar centro de programas de recuperação (reabilitação) e reeducação”, afirmou.

Proteção em hoteis

O Projeto de Lei nº 429/2020, apresentado pela deputada Therezinha Ruiz (PSDB), autoriza o Poder Executivo a realizar convênios com hoteis para que abriguem mulheres e seus filhos vítimas de violência doméstica enquanto estiverem em situação de risco.

Pelo projeto, as Delegacias Especializadas em Crimes Contra a Mulher, Delegacias Interativas de Polícia – quando na ausência da especializada no município -, bem como outros centros de atendimento à mulher vinculados à administração pública poderão encaminhar as vítimas aos hoteis-abrigo com a supervisão de profissionais da área da assistência social, da psicologia e de profissionais que desenvolvam trabalhos com mulheres em situação de violência doméstica.

As despesas correrão por dotação orçamentária própria ou por verba suplementar, caso necessário.

Segundo a parlamentar, o projeto é uma alternativa à ausência de abrigos, tanto na capital quanto no interior e está em consonância com a Lei Federal nº 11.340/2006, mais conhecida como a Lei Maria da Penha, que cria mecanismos para diminuir a incidência de casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres.

Fonte: assessoria

Leia Mais:

Veja mais notícias

Ex-ministro teme que variante possa provocar megaepidemia no Brasil

A afirmação é do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Ele acredita que a megaepidemia possa acontecer em 60 dias devido ao alto grau de transmissibilidade do vírus.

28 de janeiro de 2021

Governo do Estado recebe mais 44.600 doses da Coronavac

Doses devem ser usadas para a vacinação de 15.167 idosos com idade entre 70 e 74 anos e outros 6.013 trabalhadores que atuam na linha de frente do enfrentamento à Covid-19.

28 de janeiro de 2021

Vinte e quatro municípios do AM já receberam vacinas da AstraZeneca

Outros 19 municípios recebem a vacina nesta quinta-feira. A Fundação de Vigilância Sanitária já distribuiu 31.850 doses da AstraZeneca para municípios do interior do estado.

28 de janeiro de 2021

Com oxigênio acabando, Autazes decreta lockdown por seis dias

A medida foi tomada para conter o aumento no número de casos e a possível falta de oxigênio. Autazes tem, atualmente, 32 pacientes internados e 40 em tratamento domiciliar.

28 de janeiro de 2021

Vacina da AstraZeneca está liberada para distribuição em Manaus

Plano apresentado pela prefeitura está de acordo com as diretrizes da Fiocruz e do Ministério da Saúde, segundo despacho da juíza Jaiza Fraxe.

27 de janeiro de 2021

Wilson Lima contradiz Pazuello e diz que avisou sobre falta de oxigênio

Em entrevista à imprensa, governador afirmou que informou ao Ministério da Saúde assim que a White Martins avisou que teria problemas com a falta de oxigênio.

27 de janeiro de 2021

Indignado, David diz que Ministério Público agiu arbitrariamente

Após MPE solicitar à Justiça sua prisão preventiva, o prefeito emitiu nota em que afirmou estar profundamente indignado com a atuação ilegal e arbitrária de membros do MPE.

27 de janeiro de 2021

População do AM tem acesso a atendimento clínico via ChatBot

Sistema que utiliza inteligência artificial foi desenvolvido em parceria com a Samel Health Tech e Instituto Transire e entrou no ar nesta quarta-feira (27).

27 de janeiro de 2021