fbpx

domingo, 24 de janeiro de 2021

Deputada defende auxílio-transporte para PMs e bombeiros no AM

O Requerimento nº 4826/2020 visa auxiliar a categoria de PMs e bombeiros militares, que não recebem valores a título de auxílio-transporte, considerando que é reajustado.

5 de novembro de 2020

Compartilhe

A deputada Mayara Pinheiro (Progressistas) enviou um indicativo ao Governo (Foto: Divulgação)

O auxílio-transporte em dinheiro para policiais e bombeiros militares do Amazonas pode se tornar realidade, isso porque a deputada Mayara Pinheiro (Progressistas) enviou um indicativo ao Governo do Amazonas, em caráter de urgência, solicitando a concessão do benefício.

O Requerimento nº 4826/2020 visa auxiliar a categoria de PMs e bombeiros militares, que não recebem valores a título de auxílio-transporte, considerando que o mesmo é reajustado anualmente. Para a deputada, os agentes devem receber uma quantia justa para se deslocar ao local de trabalho e voltar para a sua residência, sem retirar a despesa do próprio salário.

Na propositura, está fixado o valor do auxílio em R$ 167,20 que deverá ser atualizado anualmente, conforme a tarifa de transporte. O valor não poderá sofrer nenhum tipo de desconto e será pago mensalmente, independente de cargo, posto ou graduação.

As despesas decorrentes da execução da proposta serão custeadas pelas dotações orçamentárias próprias e suplementadas, se necessário. Em caso de aprovação, a medida entra em vigor a partir de janeiro de 2021.

Adicional de atividade perigosa

A deputada Mayara também solicitou, no Requerimento nº 4738/2020, adicional de atividade perigosa para PMs e bombeiros militares. Embora a categoria seja classificada como agente estadual, a rotina diária dos profissionais apresentam riscos, inclusive de vida.

“Nessa ordem de ideias, não se pode conceber que outras classes de trabalhadores tenham direito a adicional por exercerem atividades perigosas similares a policiais e bombeiros militares, estes sejam impedidos de receber qualquer adicional com o fim específico de remunerar o perigo vivenciado durante as diversas operações que passam diuturnamente”, defendeu.

Fonte: assessoria

Leia Mais:

Veja mais notícias

Confira a edição extra do Diário Oficial que traz o novo decreto

Governo do Estado publicou,, em edição extra do Diário Oficial, decreto que institui, até 31 de janeiro, a restrição da circulação de pessoas durante as 24 horas do dia.

23 de janeiro de 2021

‘Momento de esperança’, fala cientista da Fiocruz ao ser vacinada

A pneumologista e pesquisadora Margareth Dalcolmo, foi uma das primeiras a receber a vacina Oxford-AztraZeneca-Fiocruz na tarde deste sábado. Vacina chegou ao Brasil ontem.

23 de janeiro de 2021

AM vai receber mais 132. 500 doses de vacina, afirma Wilson Lima

Ele ainda ressaltou que os imunizantes serão destinadas, prioritariamente, aos idosos acima de 75 anos e profissionais da linha de frente no combate à Covid-19 .

23 de janeiro de 2021

PGR pede que o STF apure conduta de ministro em relação a Manaus

Após analisar as informações, apresentadas em ofício de quase 200 páginas, e atento à situação calamitosa de Manaus, o procurador-geral vai apurar os fatos.

23 de janeiro de 2021

Lista de vacinados será disponibilizada na segunda, às 9h, diz TCE

Técnicos do Tribunal estão cruzando os dados dos vacinados da lista enviada com a folha de pagamento e com os dados da Receita Federal dos respectivos servidores e locações.

23 de janeiro de 2021

Governador endurece medidas de restrição e descarta lockdown

A partir de segunda, Manaus tem horários mais rígidos para funcionamento de comércio e serviços essenciais, além de restrição de circulação de pessoas para conter a pandemia.

23 de janeiro de 2021

Após apertar cerco pela transparência, juíza manda recado pelo twitter

"Se o seu nome consta em alguma lista oficial e você não estava na fila 1 do Ministério da Saúde e cometeu atos ilícitos, você pode ser responsabilizado por cada morte".

23 de janeiro de 2021

Amom quer que David antecipe o “Auxílio Manauara”, para fevereiro

“Auxílio Manauara” foi uma promessa de campanha do atual prefeito de Manaus. A ajuda de R$ 200 serviria para diminuir os impactos causados com o fechamento de comércios.

23 de janeiro de 2021