fbpx

terça, 19 de janeiro de 2021

Péricles pode perder o mandato caso fraudes sejam comprovadas

Segundo especialistas, caso seja comprovado que reuniões na CCJ não existiram, as ações do deputado Péricles podem acarretar em uma “ofensa grave” ao decoro parlamentar.

9 de dezembro de 2020

Compartilhe

Presidente da CCJ, Péricles pode ser punido caso fiquem comprovadas fraudes. (Foto: Divulgação)

Especialistas em direito constitucional, consultados pelo Real Time 1 afirmaram que, caso seja comprovada a falsificação de documentos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), pelo deputado estadual Delegado Péricles (PSL) – presidente da Comissão – ele pode responder por crime previsto no Artigo 297, do Código Penal Brasileiro.

Ainda de acordo com os especialistas, caso seja comprovado que as reuniões não existiram ou não seguiram o rito determinado pelo Regimento Interno, as ações do deputado Péricles representarão uma “ofensa grave” ao decoro parlamentar e vão demandar punições para o parlamentar.

O regimento interno da Assembleia Legislativa do Amazonas prevê penas que variam de censura e/ou suspensão até a perda de mandato para este tipo de conduta.

Péricles se defende

O deputado Delegado Péricles (PSL) utilizou o tempo na tribuna no pequeno expediente da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), nesta quarta-feira (9), para se defender das acusações de ter falsificado documentos., durante a tramitação de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 05/20 que antecipou a eleição para a presidência da Casa.

Com a aprovação da PEC, a votação para a Mesa Diretora, que seria realizada no dia 17 de dezembro, ocorreu na última quinta-feira (3), quando o deputado estadual Roberto Cidade (PV) foi eleito com presidente da Aleam.

Deputados contestam Péricles

No entanto, a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) afirmou que houve irregularidades na tramitação da PEC, dentro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e que os registros no sistema mostram que reunião para discutir a matéria na CCJ foi realizada em apenas três minutos.

“Em três minutos foi feita a reunião na CCJ e na Comissão Especial. O mais interessante é que quem protocolou a PEC foi a própria CCJ, como se fosse um parlamentar. Eu tô achando é pouco erro, como diz o caboco”, destacou a deputada.

Foi justamente o curto espaço de tempo da sessão que permitiu com que nem todos os deputados fossem convocados. Fato que desobedece o rito da Casa legislativa.  

Entenda o procedimento

Para que uma PEC seja aprovada e levada ao plenário para a votação, deve passar pela CCJ, para ser deliberada por todos os membros da Comissão.

Depois disso, deve passar por uma Comissão Especial com os líderes dos partidos e, para dar celeridade ao processo, deve ser votada em regime de urgência.

“Toda a fase de tramitação da PEC foi respeitada. Houve celeridade? Claro que houve. Inclusive, aqueles que me acusam de falsificação de documentos já me pediram celeridade para aprovar matérias do Governo”, disse o deputado Péricles.

“Se houve falsificação de documentação, cadê o documento falsificado?”, questionou.

Reportagem: Izaías Godinho

Leia Mais:

Veja mais notícias

Bolsonaro ignora caos na saúde e não prioriza vacinação em Manaus

Doses recebidas pelo AM devem ser aplicadas prioritariamente e obrigatoriamente nos indígenas aldeados. Apenas 36% dos profissionais de saúde devem ser imunizados em Manaus.

19 de janeiro de 2021

Em efeito dominó falta de oxigênio hospitalar atinge cidade no Pará

A cidade de Faro (PA), que faz fronteira com Nhamundá (AM), anunciou o colapso do sistema de saúde e registrou seis mortes devido a falta do insumo.

19 de janeiro de 2021

Amazonas não tem previsão de quando receberá novo lote de vacina

Instituto Butantã ainda aguarda a chegada do princípio ativo para a fabricação das doses, o chamado Insumo Farmacêutico Ativo, que é importado da China.

19 de janeiro de 2021

Deputados discutem fim do recesso e destinação de verbas ao interior

A discussão do recesso, no entanto, ficou somente em discursos, já que não tinha quórum para iniciar votação. A próxima reunião extraordinária será dia 26 de janeiro.

19 de janeiro de 2021

David nomeia Arone Bentes como coordenador financeiro do Proama

Arone é presidente estadual do PROS e marchou na candidatura de David à prefeitura de Manaus, em 2020. Nomeação foi assinada e publicada no DOM no dia 18,

19 de janeiro de 2021

Doses da vacina terminam em menos de uma semana em Manaus

Com número menor de doses, prefeitura redefine Plano de Vacinação. Vacinas encaminhadas pelo governo federal conseguirão imunizar apenas 34% dos profissionais de saúde. E só!

19 de janeiro de 2021

Fornecedora de oxigênio, White Martins ingressa com ação no STF

A empresa justificou que a “ação está em linha com a decisão do STF que determinou a União como responsável pela coordenação dos assuntos relacionados à crise" em Manaus.

19 de janeiro de 2021

Com apenas 386 índios aldeados, Manaus perde doses da vacina

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

19 de janeiro de 2021