fbpx

domingo, 16 de maio de 2021

David sanciona projeto que lhe permite emprestar R$ 470 milhões

Recurso, que será contratado com o Banco do Brasil, é para ser usado em obras de infraestrutura urbana e na melhoria dos serviços de tecnologia da prefeitura

20 de abril de 2021

Compartilhe

Vereadores trabalharam rápido e aprovaram a contratação do empréstimo solicitado pelo prefeito David Almeida. (Foto: Divulgação)

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), deve sancionar, nesta terça-feira (20), o projeto de lei que lhe autoriza a contratar um empréstimo de R$ 470 milhões no Banco do Brasil para realizar investimentos em infraestrutura urbana e nas áreas de tecnologia da prefeitura. O projeto, de autoria do próprio Executivo Municipal, foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal.

De acordo com o líder do prefeito na Câmara, Marcelo Serafim (PSB), o trâmite para aquisição de crédito deve seguir várias etapas, por isso a urgência da votação da matéria nesta segunda-feira (19).

O empréstimo será usado em projetos de obras viárias na cidade de Manaus, para destravar alguns eixos, que impedem a fluidez no trânsito na capital, entre eles: avenida das Torres, nas proximidades da Ephigênio Sales, Djalma Batista, Constantino Nery e na área do bairro Alvorada, ao lado da Arena da Amazônia.

“Vários outros projetos estão dentro deste escopo. A cidade de Manaus vai ganhar em mobilidade, em geração de emprego e, com certeza, esse é um projeto que vai trazer melhorias em todos os sentidos, inclusive no transporte coletivo, pois os eixos viários vão ganhar velocidade, consequentemente as pessoas passarão menos tempo no retorno para suas casas”, afirmou o líder do prefeito.

Segundo o relator do PL, vereador Lissandro Breval (Avante), somente este ano a prefeitura deve pagar aproximadamente R$ 400 milhões em empréstimos firmados em gestões passadas. Somado a esse endividamento, há a perda de arrecadação que, só nos dois primeiros meses do ano, foi de algo em torno de R$ 160 milhões em comparação com o ano de 2020. Daí a necessidade do executivo fazer a capitalização dos cofres públicos pela via crédito na rede bancária.

Com informações da assessoria

Leia mais:

Leia mais sobre Política

PSDB-AM lamenta morte de Bruno Covas: ‘é exemplo a ser seguido’

Arthur Neto e Luiz Alberto Carijó falaram dos ideais de Covas e destacaram que ele é um exemplo a ser seguido pela militância partidária.

16 de maio de 2021

Omar destaca erro na condução da pandemia e desinteresse por vacinas

O senador Omar Aziz preside a CPI da Covid e fez estas afirmações durante entrevista à GloboNews; Aziz diz que todos sabem que houve 'erro' na condução da pandemia.

16 de maio de 2021

Inspirado na Netflix, grupo lança ‘Bolsoflix’; assista a um dos vídeos

Desde a última sexta (14), um site foi ao ar, reunindo uma série de vídeos do presidente Jair Bolsonaro e seus aliados do Governo Federal; confira o trailer.

16 de maio de 2021

Sem máscara, Bolsonaro pede aprovação do voto impresso e ataca Lula

O presidente Jair Bolsonaro compareceu hoje a atos pró-governo. Com queda na aprovação de seu governo, ele disse aos manifestates que mudanças não são imediatas.

15 de maio de 2021

Empate: população está dividida sobre impeachement de Bolsonaro

A pesquisa DataFolha divulgada hoje (15) indica um empate técnico entre as pessoas que aprovariam, ou não, um processo de impeachement ao presidente Jair Bolsonaro.

15 de maio de 2021

Bancada reage à permissão para Pazzuello ficar calado na CPI

Interrogado na próxima quarta-feira (19) o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, assegurou no Supremo Tribunal Federal uma liminar que garante o direito de ficar calado.

15 de maio de 2021

Fachin nega pedido da Polícia Federal e não vai investigar Dias Toffoli

Fachin determinou que é preciso aguardar o plenário da Corte se manifestar sobre o tema. O ministro enviou o processo para o plenário virtual do STF.

15 de maio de 2021

Saúde não teve mais recursos pois Governo não contava com segunda onda

Em ofício, o Ministério da Economia indicou que não destinou mais recursos para Saúde na LOA em 2021, pois o ministério não contava com o recrucidamento da pandemia.

15 de maio de 2021